- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 05 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Em menos de 24 horas, Polícia Civil prende suspeitos de explosão de caixa eletrônico no TO

POLÍCIA

Mais Lidas

Nessa sexta-feira (14), uma ação de combate à criminalidade deflagrada por policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Núcleo Palmas, com o apoio da DEIC, núcleo de Paraíso do Tocantins, do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) e da Delegacia de Aparecida do Rio Negro, resultou nas prisões de Sebastiana Gama de Sousa, Jamerson Gama Ribeiro, Cristiano da Silva Batista, Heitor Brito Vogado e Evandro Nunes Carneiro.

Eles sãos os principais suspeitos de explodirem o caixa eletrônico de uma agência bancária de Abreulândia, na madrugada dessa sexta-feira (14), e foram capturados em flagrante e em cumprimento a mandados de prisão temporária pelos crimes de associação criminosa, furto qualificado, posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso de documento falso.

Conforme o delegado Leandro Risi, da DEIC – Palmas, as diligências iniciaram-se logo após a Polícia Civil ser informada sobre um furto com uso de explosivos naquela localidade Abreulândia, ainda durante as primeiras horas dessa sexta. A partir da análise do local e do modus operandi, fortes indícios sugeriram que os criminosos seriam os mesmos já investigados pela DEIC pelo assalto, com uso de explosivo, ocorrido em Aparecida do Rio do Negro, em outubro deste ano.

Dessa maneira, com base em informações colhidas pelo serviço de inteligência, os policiais civis foram até a residência de Sebastiana e Wallisson, vulgo “Cambito”. No momento da chegada das equipes, os suspeitos realizavam um churrasco em comemoração ao assalto ocorrido na noite anterior. Ao perceber a chegada dos policiais, Wallisson conseguiu fugir, mas deixou para trás grande quantia em dinheiro, agrupadas em notas de R$50,00 e munições de calibre .762.

Entre os indivíduos presos em flagrante está Cristiano Batista da Silva e Jamerson Gama Ribeiro, que são investigados por um roubo cometido na cidade de Novo Acordo, no qual uma família fora mantida refém e agredida.  Dentre os presos também se encontra uma advogada investigada e que é suspeita de fornecer suporte operacional aos criminosos.

No total, foram cumpridos três mandados de prisão temporária e quatro pessoas foram presas em flagrante, sendo que dois indivíduos ainda se encontram foragidos. Os policiais civis apreenderam cerca de R$3.200,00 em espécie, três munições de calibre .762 intactas, um revólver .38 municiado, pequena porção de maconha, um veículo Celta e uma motocicleta.

Após serem presos, todos os indivíduos foram autuados pelos crimes acima mencionados e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os homens foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) e as mulheres foram recolhidas à Unidade Prisional Feminina da Capital, permanecendo à disposição do Poder Judiciário. As investigações continuam no intuito de identificar e localizar todos os membros da organização criminosa.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias