- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Empresas de Roraima tiveram o melhor índice de recuperação de crédito 2022 entre os estados da Amazônia

Mais Lidas

Boa Vista, capital de Roraima

De acordo com o acumulado anual do Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian, as empresas da região Amazônica quitaram 41,4% das contas atrasadas em até 60 dias após a negativação. O recorte por Unidade Federativa (UF) revelou que Roraima teve o melhor índice (56,3%) e o Amapá, o pior (33,1%).

Ainda segundo o índice, as empresas brasileiras terminaram o ano de 2022 regularizando 44,3% das dívidas inadimplidas em até 60 dias do vencimento. Esta foi a pior média anual desde o início da série histórica do levantamento, em 2018. A categoria mais contemplada foi a “Outros”, que engloba Indústrias, empresas do segmento Primário e do Terceiro Setor, com 53,1% das dívidas ressarcidas.

Ainda segundo o índice, em 2022, as dívidas de até R$500 foram as mais quitadas (48%), seguidas por aquelas com valor superior a R$10 mil (46,4%), de R$500 a R$1 mil (43,7%), entre R$1 mil e R$2 mil (41,5%) e débitos de R$2 mil a R$10 mil (39,3%).

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, “o ano de 2022 foi marcado por altas na inadimplência dos consumidores e nas taxas de juros, fatores que influenciam negativamente o comportamento de recuperação das empresas. Quanto menor forem os recebimentos de recursos no caixa das empresas, maior será a dificuldade em liquidarem seus débitos. Nesse contexto, quando olhamos para o histórico, vemos uma tendência de priorização das contas mais baratas, assim como das mais recentes, vencidas em até 30 dias”, explica.

Companhias do Nordeste lideraram pagamentos em 2022

Na análise por Unidades Federativas (UFs), o acumulado anual de 2022 mostrou que o Nordeste encerrou o ano de 2022 sendo a região com o maior percentual de quitações, chegando a 50% dos encargos ressarcidos. Logo atrás vem o Sul (47,6%), Centro-Oeste e Sudeste (41,6%) e, por fim, o Norte (41,4%). No ranking dos estados, o Piauí mostrou o melhor desempenho de todo o país (62,4%). Veja os levantamentos regionais completos abaixo:

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias