Connect with us

Tocantins

Encontro Estadual da Indústria discute crise, em palestra para empresários de Araguaína-TO

Publicado

em

As oportunidades que podem ser construídas durante uma crise e a análise dos ciclos da economia do passado e presente como forma de antever o comportamento futuro foram abordadas pelo economista Ricardo Amorim durante o 3º Encontro Estadual da Indústria realizado na noite desta quarta-feira, 20, pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) em sua sede em Araguaína. A abertura do evento foi feita pelo presidente da Federação, Roberto Pires que citou temas de destaque da agenda da indústria em meio a esta crise como a urgência da reforma tributária e a importância da PEC 241 e da reforma trabalhista, estas duas últimas já promovidas pelo Governo Federal.

Ao falar do momento vivido no País, Roberto Pires, classificou a gravidade do que considera a maior crise econômica, política e ética da história do Brasil. “Já passamos por outros momentos difíceis, mas nada que se compare aos quase 8% de retração da nossa economia. Isso se considerarmos apenas 2015 e 2016, período em que outros países emergentes como a China e a Índia registraram crescimento de 14% e 15%, respectivamente. Pra facilitar a conta: em apenas dois anos, o Brasil perdeu o equivalente a 2 Paraguais”, analisou o presidente. Pires destacou ainda em seu pronunciamento, investimentos essenciais realizados pela Prefeitura de Araguaína como exemplos a serem seguidos ao citar a reestruturação do Distrito Agroindustrial do município, o DAIARA, sua revitalização, criterização do uso e a criação de isenções fiscais para incentivar a vinda de investidores.

A situação de gravidade da crise foi ratificada na palestra de Amorim sob o tema “A indústria na perspectiva de saída da crise”. Segundo o economista, períodos de crise obedecem a ciclos de crescimento e depressão, mas o atual é o pior da linha do tempo traçada por Amorim dos últimos 115 anos. Mesmo assim, é uma situação, que segundo o apresentador do programa Manhattan Connection na Globo News e autor do livro Depois da Tempestade, empurra os impactados para a escolha de mudar ou não.

“O Brasil numa crise com a proporção que a gente viu começou a fazer com que o brasileiro cobrasse a classe política. A gente não cobrava e eles trabalhavam para eles mesmos quando são funcionários nossos. Nas empresas vale a mesma coisa. O que se está fazendo de diferente pra melhorar o produto, processo ou atendimento pra sair fortalecido da crise? ”, lançou o palestrante para reflexão dos participantes.

Ele reforçou ainda a necessidade de construir e buscar oportunidades. “Nós estamos na fase do ciclo econômico de mais oportunidades em que a tendência é crescer. Quando todo mundo viu, a oportunidade não existe mais. Se todo mundo viu já não é oportunidade”, disse retomando a ideia central que após uma depressão profunda, que costuma ser precedida de uma crise política, a história do País demonstra na sequência períodos de crescimento.

O Encontro Estadual da Indústria tem o objetivo de criar um ambiente de exposição, análise e discussão das principais diretrizes das políticas nacionais de desenvolvimento da indústria num ambiente de crise aguda e salientar as principais “saídas” para a indústria local. Outras duas palestras estão marcadas na programação para o dia 25/10 em Palmas e 09/11 em Gurupi encerrando a edição 2017. (Priscila Cavalcante)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

ARAGUAÍNA: Pesquisa Vetor mostra Vagner liderando com 45% seguido de Elenil com 24%

Publicado

em

Foi publicada no site www.fieto.com.br a pesquisa de intenção de votos nas eleições de 2020 para o cargo de prefeito no município de Araguaína, no norte do Tocantins, encomendada ao Instituto Vetor, pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e TV Jovem/Record Tocantins.

As entrevistas foram realizadas de 13 a 15 de outubro com intervalo de confiança de 95% e margem de erro estimada em 4,4 pontos percentuais. O registro da pesquisa foi feito no Tribunal Regional Eleitoral (TO – 03533/2020 – Prefeito).

Continue lendo

Tocantins

Tocantins tem 7 novas mortes por Covid-19 oficializadas nesta terça

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 20 de outubro, foram contabilizados 365 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 118 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 224.311 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.065 casos confirmados da doença. Destes 59.719 pacientes estão recuperados e 12.291 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.055 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Servidor do Detran no Tocantins é preso por cobrar para agilizar processos

Publicado

em

A 1ª Central de Flagrantes da Polícia Civil do Tocantins lavrou na segunda-feira, 19, um Auto de Prisão em Flagrante (APF) de um servidor contratado do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) pela prática de corrupção passiva. O servidor em questão foi conduzido pela equipe do Núcleo de Inteligência do Detran-TO até à Central, onde foi lavrado o APF depois de cobrar vantagens indevidas para iniciar processos no setor de veículos do Detran.

Conforme apurado, a corrupção por parte do servidor foi descoberta porque um agente do Núcleo de Inteligência presenciou o momento em que um homem, ao sair de perto de outros, um que estava em pé e o outro sentado, disse que não pagaria nada a nenhum “malandro” para ter suas questões no Detran-TO resolvidas. Ao ouvir isso, o agente se aproximou dos outros dois homens e percebeu que o que estava em pé pegou uma pasta das mãos do que estava sentado. Ao perceber do que se tratava e que o homem em pé era servidor do órgão, o agente deu voz de prisão a ele.

No desenrolar dos fatos, o subornado relatou que estava na fila quando o homem, que ele não sabia ser servidor do órgão, se aproximou e disse que poderia agilizar a transferência que ele precisava desde que ele pagasse a quantia de R$ 50,00. Assegurou ainda que seria mais em conta dos que os despachantes cobram e que seria bem mais rápido também.

Alerta

O Detran-TO alerta aos usuários que ato suspeito ou criminoso deve ser reportado para que as devidas providências sejam tomadas. A atual gestão reafirma não compactuar com tais práticas criminosas e tem o compromisso de seguir as normas e leis estabelecidas.

Continue lendo
publicidade Bronze