Connect with us

Tocantins

Energisa adota causa de combate às drogas por meio da educação

Publicado

em

Mais de 400 mil crianças e adolescentes já participaram do Programa Educacional de Combate às Drogas (Proerd) da Polícia Militar do estado do Tocantins. A iniciativa busca capacitar estudantes para que tenham condição de realizarem escolhas seguras e saudáveis, distante de comportamentos violentos e ilícitos. Para os que foram beneficiados pelo programa, a lição foi aprendida: “educação e prevenção no contexto familiar fazem toda a diferença”, afirma Narjara Bolentini,  que foi uma das participantes do Proerd e hoje é colaborada da Energisa na área de Planejamento. 

Narjara conhece a causa do programa desde muito cedo. Para ela, as ações desenvolvidas pelo programa causam impactos positivos e transformam vidas, principalmente de famílias de situação de risco. “Os temas são extremamente necessários para alertar e levar conhecimento para as famílias em relação aos perigos das drogas, violência e respeito”, destaca. 

Pela importância do trabalho realizado no estado ao longo de 17 anos, a Energisa adotou a causa e, desde o ano passado, apoia a programa desenvolvido pela Polícia Militar. Alankardek Moreira, diretor de Relações Institucionais da Energisa, ressalta que “essa parceria com o Proerd está diretamente ligada aos valores da Energisa, que vê na educação, aliada à informação, oportunidades de mudanças sociais”, enfatiza. 

O coordenador do Proerd, Major Leonardo Antônio Amorim, destaca que o apoio da Energisa tem sido fundamental para realizar o trabalho e assegurar que crianças e adolescentes se mantenham longe das drogas e da violência. “O nosso plano de expansão será concretizado e alcançaremos todas as cidades do estado. A Energisa é uma grande parceira e essa inciativa trará muitos resultados positivos”, enaltece Major Amorim. 

A Energisa promove investimentos constantes na implementação de uma política consistente de responsabilidade social, desenvolvendo e apoiando projetos voltados para a promoção social, o desenvolvimento econômico, o resgate da cidadania, o meio ambiente e a ampliação das possibilidades de acesso da comunidade às diversas manifestações artísticas. 

Eficiência energética 

Além de apoiar o Proerd, a Energisa também está apoiando o Colégio Militar de Palmas com o investimento de mais de R$ 330 mil que estão sendo utilizados para deixar o prédio mais econômico no uso de energia. A distribuidora, por meio do Programa de Eficiência Energética está realizando a troca de 626 lâmpadas comuns por de Led e ainda, substituindo 24 aparelhos de ar-condicionado e implantando 12 kits do sistema. Com este investimento da Energisa no Colégio Militar haverá a redução de 17% da conta de energia da escola, cerca de R$ 56 mil.  

Outro projeto da Energia que contribui para fortalecer as ações da Polícia Militar é o investimento na eficiência energética do 1º Batalhão da Polícia Militar. Ao todo estão sendo investidos mais de R$ 207 mil que irão gerar uma economia anual aproximada de R$ 33 mil na conta de energia. Domingos Junior conta que estão sendo trocadas 249 lâmpadas comuns por de Led, 10 unidades de ar-condicionado e implantado um sistema fotovoltaico com 12 kits de quatro painéis solares de 330W. 

O Programa de Eficiência Energética, que é realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e Energisa, disponibiliza um percentual da receita líquida operacional da concessionária de energia para projetos que buscam promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia. A ideia é incentivar o surgimento de novas tecnologias, assim como repensar práticas e costumes com foco no uso racional da energia elétrica. No Tocantins, a Energisa tem ampliado cada vez mais o valor investido nas chamadas públicas que selecionam os projetos. 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins chega a 73.566 casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta quinta-feira, 22 de outubro, foram contabilizados 267 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 86 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 226.699 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.566 casos confirmados da doença. Destes 60.982 pacientes estão recuperados e 11.512 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.072 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins tem 7 novas mortes por Covid-19 oficializadas nesta terça

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 20 de outubro, foram contabilizados 365 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 118 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 224.311 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.065 casos confirmados da doença. Destes 59.719 pacientes estão recuperados e 12.291 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.055 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Servidor do Detran no Tocantins é preso por cobrar para agilizar processos

Publicado

em

A 1ª Central de Flagrantes da Polícia Civil do Tocantins lavrou na segunda-feira, 19, um Auto de Prisão em Flagrante (APF) de um servidor contratado do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) pela prática de corrupção passiva. O servidor em questão foi conduzido pela equipe do Núcleo de Inteligência do Detran-TO até à Central, onde foi lavrado o APF depois de cobrar vantagens indevidas para iniciar processos no setor de veículos do Detran.

Conforme apurado, a corrupção por parte do servidor foi descoberta porque um agente do Núcleo de Inteligência presenciou o momento em que um homem, ao sair de perto de outros, um que estava em pé e o outro sentado, disse que não pagaria nada a nenhum “malandro” para ter suas questões no Detran-TO resolvidas. Ao ouvir isso, o agente se aproximou dos outros dois homens e percebeu que o que estava em pé pegou uma pasta das mãos do que estava sentado. Ao perceber do que se tratava e que o homem em pé era servidor do órgão, o agente deu voz de prisão a ele.

No desenrolar dos fatos, o subornado relatou que estava na fila quando o homem, que ele não sabia ser servidor do órgão, se aproximou e disse que poderia agilizar a transferência que ele precisava desde que ele pagasse a quantia de R$ 50,00. Assegurou ainda que seria mais em conta dos que os despachantes cobram e que seria bem mais rápido também.

Alerta

O Detran-TO alerta aos usuários que ato suspeito ou criminoso deve ser reportado para que as devidas providências sejam tomadas. A atual gestão reafirma não compactuar com tais práticas criminosas e tem o compromisso de seguir as normas e leis estabelecidas.

Continue lendo
publicidade Bronze