Connect with us

Bico do Papagaio

Energisa aumenta efetivo no Bico para atender população durante período chuvoso

Publicado

em

Mais de 182 mil descargas elétricas já foram registradas no Tocantins em outubro, segundo informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Mesmo ainda sem ter fechado o mês, o número já é 798% maior do que o registrado em setembro. Esta época marca o início do período chuvoso, que acarreta em maior incidência de raios -, chuvas e ventos fortes. 

Para enfrentar o período, a Energisa traçou um rigoroso planejamento com diversas estratégias preventivas e corretivas de melhoria e modernização do sistema elétrico, além de treinamento das equipes. O efetivo da distribuidora de energia aumentou em 15% para garantir o atendimento eficiente e de qualidade à população. Em situações de urgência e emergência, o Plano de Contingência é acionado. Isso é fundamental para garantir uma atuação rápida e segura em casos de queda de árvores, erosões, deslizamento de terras e qualquer outro incidente que afete o fornecimento de energia.  

A Energisa também investe em redes inteligentes, capazes de detectar e se recompor automaticamente após a ocorrência de uma falha, com respostas rápidas aos clientes. Somente na capital, foram investidos mais de R$ 40 milhões na melhoria e ampliação das redes de distribuição e operação desde 2015. No Tocantins, o investimento de 2014 até este ano chega a R$ 1,5 bilhão. “Sempre nos preparamos para o período de chuvas. Durante todo o ano, temos obras de reforço e manutenção de rede e instalação de equipamentos de proteção. Além disso, na realização do nosso plano de manutenção, instalamos para-raios nas redes de distribuição e garantimos a boa condição dos aterramentos. Tudo para garantir a melhor atuação durante esse período de maior atenção”, explica Guilherme Damiance, gerente de Operação da Energisa.

Orientações

É importante todo mundo fazer parte do cuidado e da segurança. Por isso ao perceber chuvas fortes acompanhadas de raios, retire os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos da tomada e evite contato com objetos metálicos que estejam ligados à eletricidade, como fogões e geladeiras. Evite utilizar telefone com linha durante uma tempestade com raios. Fique longe de estruturas altas, como torres de telefone ou de energia elétrica, ou de campos abertos. Também não se abrigue embaixo de árvores. Também evite ficar próximo a tomadas, janelas e portas metálicas. Mantenha distância de cabos partidos ou, caso um cabo caia sobre o veículo, não saia do carro. Não é recomendado o uso de chuveiro ou torneira elétrica (secador, chapinha, entre outros).

Atendimento

Segundo o Inpe, raios são responsáveis por 40% dos desligamentos na rede de distribuição de energia e queima de transformadores em todo o Brasil. Por isso, nesta época, oscilações da rede elétrica, causadas pelo mau tempo, são comuns. O atendimento nos dias de chuva forte prioriza o restabelecimento do serviço em hospitais, clientes que necessitam de aparelhos para sobrevivência e locais com grande circulação de pessoas, além dos alimentadores com maior número de clientes.   

Em caso de urgência envolvendo a rede elétrica, avise a Energisa. O atendimento pode ser realizado pelo telefone 0800 721 3330, aplicativo Energisa On, redes sociais, site www.energisa.com.br ou pelo WhatsApp, por meio de mensagem para a Gisa, no número 63 9222-6664.

Canais  

• Aplicativo para celular Energisa On (disponível para iOS, Android e Windows Phone)  

• www.energisa.com.br  

• www.facebook.com/energisa   

• Agências de atendimento presencial  

• Ouvidoria – 0800 646 1196 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Menina de 3 anos é vítima de afogamento no Araguaia

Publicado

em

Uma menina de três anos morreu após se afogar no rio Araguaia em Xambioá, no Bico do Papagaio. A criança estaria acampando com a família quando desapareceu nas águas. De acordo com a Polícia Militar, ela chegou a ser socorrida e levada para o hospital, mas não resistiu. O caso foi registrado na tarde de sexta-feira (3).

A PM informou que foi até Hospital de Xambioá, por volta das 16h, após a informação de que uma criança tinha dado entrada na unidade vítima de afogamento. Uma testemunha contou aos militares que mãe da menina teria sentido falta da filha e começou a buscar ajuda.

Um homem que estava no local localizou a criança no fundo do rio e conseguiu resgatá-la até a margem. Eles tentaram reanimar a menina, que teria chegado a vomitar, e logo depois levaram a criança ao hospital.

Ainda segundo a polícia, o médico que estava de plantão relatou que a menina chegou ao hospital sem vida. A perícia foi chamada ao local e a família orientada a procurar a delegacia da Polícia Civil. O caso deverá ser investigado. (G1)

Continue lendo

Bico do Papagaio

MEC indica reitor pro tempore para UFNT

Publicado

em

O Ministério da Educação (MEC) indicou nesta sexta-feira (03), o professor Airton Sieben do curso de Geografia, campus de Araguaína, da Universidade Federal do Tocantins (UFT) para o cargo de reitor pro tempore da Universidade Federal do Norte de Tocantins (UFNT). A indicação passará por avaliação e segue para publicação de portaria.

Para o professor, a implantação da UFNT cria perspectivas de avanços na educação não só do norte do estado do Tocantins, mas também nas áreas circunvizinhas dos estados do Maranhão e Pará. Para ele, a nova universidade amplia a possibilidade de cursos nas mais diversas áreas de conhecimento e aumenta a possibilidade de contribuir de forma mais efetiva para o desenvolvimento social e econômico da região. “A UFNT deve alcançar também a comunidade, a sociedade de forma geral, beneficiando e proporcionando ações para o desenvolvimento regional”, ressaltou Airton.

Próximos Passos

Segundo o professor, a UFNT já nasce multicampi, agregando os campus de Araguaína e Tocantinópolis, e ainda com a perspectiva da futura implantação nos municípios de Guaraí e Xambioá. Os próximos passos, após a nomeação e posse do reitor pró-tempore, serão o estabelecimento de uma comissão para elaborar o estatuto da nova Universidade com a preocupação de se discutir o modelo de gestão, a constituição do CNPJ da UFNT e dar sequência ao projeto de transição que está sendo conduzido pela UFT, que é a Universidade tutora nesse processo.

Currículo

O professor Airton Sieben é doutor e pós-doutor em Geografia, pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU, 2012 e 2015, respectivamente). Mestre em Geomática (Engenharia Agrícola), pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, 2004). Professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT) do Campus de Araguaína, desde o ano de 2004 e professor do Programa de Pós-graduação em Cultura e Território (PGCulT), desde 2015. Coordenador do Laboratório de Cartografia e Estudos de Território (LCET), da UFT/Araguaína. Participa em grupos de pesquisa e consultor de revistas científicas. Tem experiência em Educação e Geografia com ênfase em território, população, cartografia, sensoriamento remoto e uso de tecnologias. Vice coordenador do curso de Geografia e membro em várias comissões de gestão da UFT.

Nova universidade

A Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT) foi criada por meio da Lei 13.856, no dia 8 de julho de 2019, pelo desmembramento dos câmpus de Araguaína e Tocantinópolis. A criação da UFNT atende a necessidade de expansão do ensino superior na região Norte do país. A Universidade beneficiará cerca de 1,7 milhão de habitantes, abrangendo 66 municípios do Tocantins, Pará e Maranhão.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Veja os números da Covid-19 desta sexta, 3

Publicado

em

Continue lendo
publicidade