Connect with us

Bico do Papagaio

ESPERANTINA: Amélio já tem estratégia contra reprovação de balancetes

Publicado

em

O deputado estadual, Amélio Cayres, ex-prefeito de Esperantina, teve as contas de sua administração à frente da Prefeitura de Esperantina reprovadas pela Câmara Municipal. Os vereadores Deumar Alves do Santos(PMDB), Reginaldo Pereira Silva(PDT), Albino Cardoso de Souza(PMN), Eudivane Moura da Silva(PDT), Antônio Ornildo Sousa Costa(PDT), José Rivanildo Borges da Silva(PMDB) e Maria Alzenira Alves da Silva(PT), foram os parlamentares que votaram pela reprovação. Gilberto Alves Almeida(PV) e Edna Soares da Silva(PR) pela aprovação das contas, totalizando 7×2 pela reprovação.

Uma das punições impostas ao agente político que tem suas contas administrativas reprovadas é a inelegibilidade, portanto, partindo do princípio da Lei ser cumprida, Amélio está atualmente inelegível. Só que o parlamentar já tem uma estratégia para driblar a legislação e conseguir se candidatar novamente este ano. Orientado por advogados, Amélio, entrará em uma data ainda por definir, com um mandato de segurança junto ao Tribunal de Justiça, alegando que teve seu direito de defesa cerceado pela Câmara Municipal, sendo julgado sumariamente, sem que os ritos tivessem sido corretamente obedecidos.

Com a manobra judicial, Amélio conseguirá cancelar o julgamento da Câmara, voltando o processo a estaca zero, abrindo brecha para o registro normal de sua candidatura.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
3 Comments

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Professor Eliézio comenta sobre acidente com tiro que matou Celi Pintor

Publicado

em

Nesta quinta, 3, o professor Eliézio Vieira, divulgou um vídeo comentando sobre o acidente que ocorreu em sua chácara, na zona rural de Araguatins, no Bico do Papagaio, no início do mês de novembro, que provocou a morte de Celi Pintor, amigo de Eliézio e bastante conhecido na cidade.

A fatalidade é tratada como um acidente, provocado pelo manuseio de uma arma de fogo.

Eliézio divulgou o vídeo, após ser veiculado em redes sociais, um áudio, afirmando que a Polícia teria concluído laudo pericial, onde apontaria Eliézio como culpado e que a Polícia estaria a procura do professor. A informação não procede.

Continue lendo

Bico do Papagaio

BURITI: Itamar diz que não disputará presidência da Câmara e pretende apoiar prefeita eleita Lucilene

Publicado

em

O vereador reeleito para seu 3° mandato Professor Itamar Martins (MDB), disse que não disputará a presidência da Câmara Municipal não por falta de experiência, conhecimento e habilidade mais por outros motivos. “Já decidi, não vou participar da eleição pra presidente”, disse o parlamentar.

Perguntado sobre quem apoiaria ele respondeu, “Estamos conversando, analisando, garanto que será um dos candidatos. Professor Itamar explicou ainda que seu principal objetivo é contribuir com a cidade junto com a gestora eleita Lucilene Brito ( SD ) e demais vereadores fazer projetos para melhoria na educação, saúde, infraestrutura, esporte e demais área nesse momento é meu foco principal”, finalizou. (Ascom)

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Prefeitura afirma que não há atraso de salários e 13º e que ação jurídica é sem motivos

Publicado

em

A Prefeitura de Araguatins informou nesta quinta-feira, 3, que tomou conhecimento com “estranheza” dos rumores de que a assessoria jurídica do prefeito eleito teria impetrado um mandado de segurança para impedir atrasos e parcelamentos nos salários dos servidores, dentre outras finalidades. 

A ação proposta, segundo a atual gestão, é desnecessária e tem a mera finalidade de publicitar atos inexistentes, já que todos os servidores estão com os salários em dia e o 13° salário, desde o mês de janeiro, vem sendo antecipado 50% na data do aniversário dos servidores, conforme prevê a Legislação Municipal. 

Com base nesses fatos, a prefeitura reiterou que não há nenhum indício de que a gestão tenha demonstrado a intenção de deixar de cumprir seus compromissos com os servidores, descaracterizando assim, qualquer motivação para o mandato ora impetrado.

Continue lendo
publicidade Bronze