- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 13 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

Estado do Tocantins cede ponto de apoio para coleta de dados do Censo 2022

Mais Lidas

A coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciou nesta segunda-feira, 1º de agosto, em todo Brasil. No Estado do Tocantins, os recenseadores, que são responsáveis por entrevistar e coletar os dados da população, vão contar com o suporte estadual, que por meio da Secretaria Estadual do Planejamento e Orçamento (Seplan) cedeu um posto de coleta em frente à sede da pasta, localizada na Praça dos Girassóis, no centro de Palmas.

O posto de coleta instalado na Praça dos Girassóis trata-se de dois containers com estrutura de energia e internet disponibilizados para os trabalhadores do IBGE. Ao todo serão quatro pontos de coleta na capital, sendo outros três distribuídos na região Norte, Taquaralto e Taquaruçu.

Cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura dos trabalhos aconteceu nesta segunda-feira, em frente a Seplan e além do ponto de coleta cedido na Secretaria, o Estado do Tocantins vai ajudar na divulgação do Censo 2022.  Segundo o secretário da pasta, Sergislei Silva de Moura, a gestão estadual e o IBGE firmaram um termo de cooperação técnica para a troca de informações e dados estatísticos. “As informações do Censo, coletadas nos municípios, com a população são utilizadas pela Seplan como dados de planejamento. É uma troca de informações utilizada para que o Estado tenha dados atualizados, principalmente, depois de dois anos de pandemia, os números sociais, econômicos e demográficos”, explicou.

Todos os municípios tocantinenses vão passar pela coleta de dados, que irá abordar requisitos como, características do domicílio, identificação étnico-racial, educação, trabalho, rendimento, religião ou culto, pessoas com deficiência, dentre outros. Serão três meses de trabalho, no qual mais de 500 mil domicílios vão ser visitados e a expectativa de contabilizar cerca de 1,6 milhão de pessoas no Tocantins.

Parceria

Conforme lembra ainda o secretário da Seplan, além dessas características, os dados levantados darão o conhecimento e projeção do porte populacional, que possibilitarão o planejamento e monitoramento de políticas e ações direcionadas a saúde, educação, previdência, ação social, segurança alimentar, segurança pública, educação, emprego e renda, saneamento básico e outras esferas. “A parceria vem no sentido de dados macroeconômicos catalogados pelo Censo, como de alunos que evadiram da escola, e o Estado terá informações específicas e poderá atuar exatamente em áreas que estão mais necessitadas, onde está localizada a deficiência e aplica o investimento e as ações de forma assertiva”, declarou o secretário.  

O chefe da Unidade Estadual do IBGE no Tocantins, Paulo Ricardo Amaral, ressaltou a importância da realização dos trabalhos censitários no Tocantins, sobretudo com o apoio do Estado. “O apoio tem sido fundamental, primeiro lugar com a infraestrutura física. O Estado ainda tem fornecido muita ajuda em materiais, em pontos de coleta, entre outros aspectos. Além disso, tem fornecido também a ajuda moral, apoiando e entendendo como funciona o trabalho do IBGE”, ponderou Paulo Ricardo.


A última estimativa realizada pelo IBGE no Tocantins apontou população de 1.607.363 em todo estado, sendo a capital Palmas a cidade mais populosa com 313.349 habitantes. Para o ano de 2022, a previsão da conclusão da coleta de dados do Censo será em novembro. (Guilherme Lima e Talita Melz)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias