Connect with us

Maranhão

ESTREITO: Campanha quer incentivar o uso responsável das redes sociais

Publicado

em

A campanha “Diga o que pensa mas sem ofender”, do Ministério Público do Maranhão, está acontecendo em Estreito, no estado do Maranhão, com apoio da Igreja São Sebastião, Prefeitura, gestores, professores e estudantes dos ensinos fundamental e médio.

O objetivo da campanha é esclarecer ao cidadão sobre os cuidados que se deve ter com postagens na internet e suas possíveis consequências. A necessidade surgiu devido ao grande número de processos de crimes contra honra, praticados nas redes sociais e tramitando em Juizados na Região Tocantina.

A convite do promotor de justiça Paulo Roberto da Costa Castilho, da Comarca de Estreito, o promotor de justiça Alessandro Brandão Marques, titular da 6ª Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz e idealizador da campanha, proferiu palestra sobre o tema nos lançamentos. Mais de 2 mil alunos das redes públicas de ensino municipal e estadual acompanharam as atividades.

Para Paulo Roberto Castilho a campanha aborda um tema importante e atual. “É fundamental conscientizar a sociedade sobre as consequências dos atos no mundo virtual. Para tanto, nada melhor que trabalhar com o público jovem, que vive intensamente esse mundo”.

O representante do MPMA ressaltou que, em Estreito, a iniciativa contou com o apoio da administração municipal e dos diretores das escolas, o que resultou na ampla participação da comunidade estudantil. “Projetos como esse, aproximam o Ministério Público da sociedade”, completou.

Nas palestras, o promotor de justiça Alessandro Brandão Marques deu exemplos dos usos positivo e negativo das redes sociais e alertou para as penalidades previstas para autores de ofensas inseridas nas redes. “As penalidades para os crimes de calúnia, injúria e difamação valem para o ambiente virtual. Além disso, a prova é facilmente obtida quando produzida por meio das mídias sociais, já que um print é suficiente para a abertura de um processo contra a pessoa que cometeu o delito”.

O estudante Mateus, do Colégio João Martins, comentou que a palestra foi importante porque apresentou vários exemplos de postagens que muitos não sabiam que configuravam crime. “Esta campanha vem incentivar o combate a estes delitos na Internet”.

Opinião semelhante teve o secretário municipal de Educação e Cultura, Antônio Carlos Gregores de Araújo, que destacou o amplo envolvimento dos jovens nas atividades. “Acredito que o recado foi bem absorvido. Foi bem perceptível a atenção dos estudantes às palestras. Acho que vai ser de grande proveito para suas vidas”.

Igualmente compôs a mesa das duas solenidades e se pronunciou aos presentes o prefeito de Estreito, Cícero Neco Morais.

DESAFIO

Na ocasião, também foi lançado um desafio, direcionado aos estudantes, para a escolha das melhores frases de cada escola sobre liberdade de expressão. A mensagem que obtiver mais curtidas será pintada em mural na unidade escolar. Já o aluno, autor da frase mais curtida entre todas mensagens das escolas, ganhará um smartphone. Os alunos podem enviar in box a frase para o site Se Liga na Internet, criado especialmente para a campanha, até o dia 30 de setembro.

De acordo com Alessandro Brandão Marques, a ideia é despertar a criatividade e manter uma interatividade entre os alunos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

Entrar na área de segurança da Usina Hidrelétrica de Estreito é proibido

Publicado

em

Continue lendo

Maranhão

Dino deve processar Bolsonaro que durante visita ao Maranhão, disse que teria ‘virado boiola, igual maranhense’ ao tomar Guaraná Jesus

Publicado

em

Foto reprodução twitter ThaynaraOG

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais nesta quinta-feira (29) para informar que vai processar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Durante visita ao estado, o presidente fez uma piada homofóbica envolvendo maranhenses.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado”, escreveu o governador.

Mais cedo, Dino tinha divulgado um vídeo criticando “visitantes mal-educados”. 
“O Brasil está precisando de energia patriótica. Vamos todos, hoje à noite, comemorar essas conquistas tomando Guaraná Jesus, o guaraná do povo do Maranhão. É uma coisa boa, a gente serve aqui para os visitantes. Até aos visitantes mal-educados a gente serve”, disse.

‘Virei boiola’

Durante visita oficial ao Maranhão, o presidente fez uma piada homofóbica. Ao se encaminhar para o segundo compromisso do dia, o presidente brincou ao tomar um copo de guaraná Jesus. A bebida tem a cor rosa. “Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse. 

“Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí. Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, brincou.

Minutos depois, o presidente insistiu na brincadeira. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão, f*eu, f*eu. É boiolagem, isso aqui.”

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Veja como foi a visita de Bolsonaro

Publicado

em

Por volta das 14h30, Bolsonaro participou da entrega do “Panelodrómo”, um complexo gastronômico da culinária popular em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão. Com 3 mil metros quadrados, o espaço deve abrigar os comerciantes que vendem a “panelada”, um prato típico da região.

Ao chegar ao município, o presidente se encontrou com apoiadores na saída do aeroporto. Sem máscara, ele interagiu com o grupo e uma aglomeração se formou no local. Desde maio, o uso de máscara é obrigatório do Maranhão, segundo decreto do governo do Estado.

Ainda na cidade, Bolsonaro fez a entrega de pontos de internet ilimitada para áreas remotas da região. De acordo com o governo federal, a ação deve beneficiar 3 mil pessoas que vivem nas cidades de Balsas, Açailândia e Imperatriz.

A agenda do presidente no Maranhão, que tem a companhia dos ministros do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno; da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas; das Comunicações, Fábio Faria; do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; e de Governo, Luiz Eduardo Ramos, terminou às 16h, quando eles retornaram à Brasília.

Continue lendo
publicidade Bronze