Connect with us

Bico do Papagaio

Estudo aponta viabilidade para construção da Hidrelétrica de Santa Isabel

Publicado

em

A EPE – Empresa de Pesquisa Energética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, concluiu a revisão dos Estudos de Inventário Hidrelétrico da Bacia Hidrográfica do Rio Araguaia que inclui a Hidrelétrica de Santa Isabel próximo à Araguatins, entre os municípios de Ananás(TO) e Palestina(PA). O documento, entregue semana passada à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), aponta as usinas que poderão ser construídas ao longo do rio e constitui o primeiro passo para o leilão, disse à Agência Brasil o presidente da EPE, Maurício Tolmasquim.

Após a aprovação do inventário, terão de ser feitos estudos de viabilidade técnica e econômica e de impacto ambiental para cada empreendimento. O estudo de impacto ambiental é apresentado no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para obtenção da licença prévia. Depois disso, é feito o leilão.

Meio ambiente

O presidente da EPE não vê problemas ao meio ambiente nem à sociedade para a construção ou licenciamento das usinas no Araguaia. A decisão respeita as recomendações do Plano Estratégico da Bacia Hidrográfica dos Rios Araguaia e Tocantins, elaborado pela Agência Nacional de Águas (Ana).

O estudo da EPE mostra um total de 2.483 megawatts (MW) de potência instalada na bacia do Rio Araguaia, considerando as hidrelétricas de Santa Isabel (1.087 MW), Couto Magalhães (150 MW), Torixoréu (408 MW), Toricoejo (76 MW) e Água Limpa (320 MW). Foram identificados ainda três novos pontos de aproveitamento, com capacidade conjunta de 442 MW. (Alana Gandra)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
5 Comments

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Sr. Quincas morre aos 97 anos

Publicado

em

Faleceu na sexta, 27, um dos pecuaristas mais respeitados de Araguatins, no Bico do Papagaio, Joaquim José de Araújo, mais conhecido como Sr. Quincas. Ele faleceu de causas naturais aos 97 anos.

O velório está acontecendo em sua residência, na Avenida Siqueira Campo, 475, no centro da cidade.

O sepultamento será às 17h, no Cemitério Municipal.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Eliane Aguiar Empreendimentos Imobiliários inaugura sede neste sábado, 28

Publicado

em

A Eliane Aguiar Empreendimento Imobiliários inaugura neste sábado, 28, sua unidade situada na cidade de Araguatins, no Bico do Papagaio. A estrutura, localizada na Rua Floriano Peixoto, nº 982, Centro, atenderá as demandas da cidade e também da região.

Conforme a proprietária, Eliane Aguiar, a unidade faz parte do projeto de crescimento do mercado imobiliário em Araguatins e também da empresa, que vem conquistando espaço importante na região, como uma das mais atuantes no setor. “Pensamos em atender bem os clientes, dando mais comodidade, aliado a necessidade de apostar e acreditar em Araguatins, que já requer algo desse porte”, disse a empresária.

A inauguração acontecerá às 19h30 e será aberta a comunidade.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Imagens de flat e boate contradizem depoimento de modelo que acusa Irajá de estupro

Publicado

em

A pedido da defesa do senador Irajá Abreu, a boate Café de la Musique e o hotel La Residence entregaram à Justiça de São Paulo imagens que mostram o parlamentar acompanhado da modelo Hellen Haas na noite do último dia 22 e também da madrugada do dia 23.

Ao acusar Abreu de estupro, a modelo alegou ter sofrido um “apagão” e recobrado a consciência “já com o investigado em cima de si, mantendo conjunção carnal”.

Ao se manifestar nos autos do inquérito, o advogado Daniel Bialski afirma que a versão de Haas “não condiz com a realidade”.

“Todas as imagens de CFTV requisitadas, de todos os locais em que estiveram naquela data, revelam justamente o contrário, ou seja, de que eles chegaram de mãos dadas, caminhando tranquilamente, e, mais que isso, mostrando que ela manuseara seu celular, conduta incompatível com alguém que estaria alegadamente sem a capacidade e  discernimento de seus atos.”

O advogado acrescenta que o exame de corpo de delito de Irajá também rebate a tese de que houve luta corporal e que a modelo se recusou a entregar o celular, cujo conteúdo pode ajudar a “esclarecer detalhes ainda não totalmente esclarecidos” do episódio. (O Antagonista)

Continue lendo
publicidade Bronze