Connect with us

Pará

Feira Internacional de Turismo da Amazônia será aberta dia 21

Publicado

em

Belém será sede de mais uma edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita), o maior e mais importante evento de promoção e comercialização dos produtos turísticos do Estado. Natureza, cultura, sol e praia, e eventos e negócios são os segmentos prioritários a serem colocados nas prateleiras das principais operadores de turismo, agentes de viagens e organizadores de eventos, entre outros. A Fita será aberta quinta-feira (21) e prossegue até domingo (24), no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

O evento traz a Belém empresários, profissionais, autoridades do setor do turismo, operadores e agentes de viagens para conhecer as “Oportunidades de turismo na Amazônia”, tema da feira, que é bienal desde 2002. A Fita 2012 é promovida pelo Governo do Pará e organizada pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e Secretaria de Estado de Turismo (Setur).

Como ferramenta que busca a excelência de resultados, o governo do Estado lançou o Ver-o-Pará – Plano Estratégico de Turismo, que dá diretrizes ao Sistema Estadual de Gestão do Turismo (Segetur), composto pela Setur, Paratur e Fórum de Desenvolvimento Turístico do Pará (Fomentur). “Neste novo cenário organizacional do turismo paraense vamos fazer a Feira Internacional de Turismo da Amazônia, como oportunidade de gerar bons negócios com o segmento”, diz o titular da Setur, Adenauer Góes.

Para a presidente da Paratur, Socorro Costa, a Fita é a principal contribuição do governo do Estado, em 2012, para fortalecer a comercialização do turismo do Pará nos mercados nacionais e internacionais. “Ao trazermos ao Pará tantos agentes de viagens, operadores, organizadores de eventos e representantes de entidades colocamos o Pará na vitrine do turismo mundial. Estamos garantindo apoio aos municípios, que terão estandes de promoção de seus produtos representando todas as regiões turísticas do Pará”, diz.

A nova marca turística, definida pelo plano Ver-o-Pará, será apresentada durante a Fita. É inspirada nas cores e derivados do açaí e nos grafismos marajoara, tapajônico e Araguaia, para dar o tom da proposta visual e gráfica dos estandes da feira. O presidente nacional da Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav), Antonio Azevedo, afirma que o evento tem tudo para ter sucesso ainda maior que nas versões anteriores, por reunir grandes lideranças nacionais e internacionais.

“Os assuntos debatidos são atuais, o que vai contribuir para gerar muitos negócios e networking, mas principalmente espero que possa ser fortalecido o desenvolvimento sustentável do turismo desta região tão importante para a humanidade”, afirma ele, que é um dos convidados da Fita e participará da mesa redonda que terá como tema “Ética, cidadania e sustentabilidade no turismo”.

Atrações

Na Fita 2012, os espaços vão ser temáticos, com exposição e comercialização inspiradas nas características de cada segmento turístico do Pará. A programação vai envolver palestras, workshops, mesa redonda e o lançamento de projetos e produtos, entre outras atividades. Cerca de 600 participantes, a maioria agentes e operadores de turismo, são esperados no evento.

A abertura oficial será marcada pela palestra “Mega eventos – A promoção e as oportunidades de negócios na atividade turística”, que a presidente do Conselho de Turismo e Negócios da Federação do Comércio de São Paulo (Fecomércio), Jeanine Pires, apresenta dia 22, de 9h30 ao meio-dia. No mesmo dia, de 15h15 às 16h45, haverá a palestra “A importância do turismo de negócios e eventos”, ministrada pelo diretor da Próxima Estação Consultoria e Pesquisa, Eduardo Sanovicz.

Também dia 22, de 17 às 18 horas, haverá a mesa redonda “Ética, cidadania e sustentabilidade no turismo”, com a participação de Antonio João Monteiro de Azevedo, entre outros. Na programação do dia 23, será ministrado o workshop “Prodetur: polos Belém, Marajó e Tapajós”, de 9h30 ao meio-dia, contando com secretários municipais de turismo, presidentes dos fóruns regionais, instituições federais e estaduais, entidades civis, agencias de turismo, hoteleiros e demais agências que integram o grupo de trabalho Prodetur.

No mesmo dia, a programação terá o “I Workshop dos polos turísticos: Federação das Associações de Municípios do Pará”, de 15 às 18 horas, com a presença de associações de municípios, consórcios municipais, prefeituras, representantes dos polos, entidades civis e demais parceiros. Uma das maiores expectativas é em torno da Bolsa de Negócios, espaço destinado à comercialização dos produtos turísticos dos 143 municípios do Pará, que acontece dia 23, de 9 horas ao meio-dia e de 14h30 às 18 horas.

Pesquisa

Também faz parte da programação cultural da Fita 2012 o lançamento, dia 23, às 18 horas, do livro “Aritapera: terra água mulheres & cuias”, organizado por Antônio Maria de Souza Santos, pesquisador do Museu Paraense Emílio, e Luciana Gonçalves de Carvalho, da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). A obra é resultado do mapeamento cultural do polo Tapajós, que está sendo feito pelo Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), e mostra as tradições culturais de mulheres artesãs que trabalham com pintura e confecção de cuias, na comunidade tapajônica de Aritapera.

Ainda na programação da Fita 2012 haverá o lançamento da segunda edição do Prêmio de Jornalismo em Turismo “Comendador Marques dos Reis”, que objetiva incentivar profissionais de comunicação a divulgar as opções de turismo no Pará; e do Passaporte Pará, novo produto turístico a ser colocado para atender a demanda do turismo interno paraense e garantir linhas de crédito e financiamentos aos empreendedores paraenses. Outra ação visando o turismo interno será a apresentação da metodologia de Inventariação da Oferta Turística – Paratur/ Prodepa, com entrega dos inventários feitos em 2011 e 2012 pela Paratur.

O dia 24 será destinado ao Famtour (viagem de familiarização), destinado aos empresários e representantes de entidades para que possam conhecer os principais atrativos do Pará.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Ex-governador do Pará, Simão Jatene, tem recurso no TSE negado e está inelegível até 2022

Publicado

em

Por unanimidade de votos, o Tribunal Superior Eleitoral manteve, na manhã desta quinta-feira (21/10), a condenação do ex-governador do Pará Simão Jatene (PSDB) à pena de cassação de mandato e inelegibilidade por abuso do poder político e econômico cometido no âmbito de um programa assistencial com foco na habitação popular.

A punição foi fixada em 2017 pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará e diz respeito a atos praticados por Jatene como governador durante sua campanha de reeleição em 2013. Confirmada, a inelegibilidade se encerra em 2022. Como houve recurso, a cassação não foi executada, e Jatene permaneceu no cargo até o final do mandato, em 2019.

Sua condenação é baseada no aumento exponencial de valores praticados pelo Programa Cheque-Moradia, em que o governo distribuía cheques à população para financiar a compra de material de construção em estabelecimentos cadastrados, que por sua vez poderia descontar esse valor como crédito de ICMS.


Nos primeiros 7 meses de 2014, ano eleitoral, a média mensal de beneficiários dos cheques foi de 438. Iniciada a campanha eleitoral, ela aumentou para 1.603. Isso gerou benefício a cerca de 5 mil famílias em curto espaço de tempo. Entre agosto e outubro, foram gastos R$ 56,3 milhões com o programa, R$ 5 milhões a mais do que o movimentado durante todo o ano de 2013.

“Nenhuma das justificativas apresentadas encontra amparo na realidade para o expressivo incremento dos benefícios”, concluiu o relator, ministro Luís Felipe Salomão. Para ele, o caso mostra atropelo das formalidades legais para conceder benefício antes da eleição que se aproximava.

“Foram valores muito acima das previsões orçamentárias. Em 2014, despendeu-se R$ 131,5 milhões. Na lei orçamentária se previa apenas R$ 308 mil. E no plano plurianual, R$ 29,3 milhões”, concluiu.

Ao acompanhar o relator, o ministro Mauro Campbell definiu como “caso caricato de abuso do poder econômico”. Tanto o ministro Luiz Edson Fachin como o ministro Alexandre de Moraes ainda destacaram que não se pune pelo desenvolvimento de programas assistenciais, que inclusive têm como consequência natural um crescimento ao longo dos quatro anos de mandato.

“É difícil que qualquer política pública mantenha uma regularidade no primeiro, segundo, terceiro e quarto anos de mandato”, disse Moraes. “Nesse caso, não foi uma sequência progressiva natural. Foi uma progressão artificial eleitoreira”, apontou.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Zacarias Marques é nome do PP para disputa de estadual

Publicado

em

O vereador parauapebense, Zacarias Marques, vem ganhando força na conjuntura política regional, para disputar uma cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA), representando a região de Carajás.

Zacarias já não esconde a vontade de disputar a eleição do ano que vem, e aproveitar o espaço eleitoral que a região oferece.

O PP conta apenas com um deputado estadual na ALEPA, e trabalha para formação de uma chapa, com intenções de ampliar o número de cadeiras no Parlamento.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Fiscalização de trânsito é intensificada no final de semana

Publicado

em

A fim de reduzir os índices de imprudência no trânsito, que vêm ocasionando diversos acidentes, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), está intensificando as operações de fiscalização de trânsito no município.

Durante o último fim de semana, foram realizadas mais de 200 abordagens e registradas 128 infrações de trânsito, além da remoção de 44 veículos irregulares. Uma das operações desencadeadas, foi a Operação Kadron, fundamentada no artigo 230, inciso VII do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que fiscaliza a utilização de escapamentos irregulares. A fiscalização também foi estendida para a zona rural, e nas entradas e saídas da cidade.

No último dia 5, foi publicado pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) o convênio de nº 064/2021 com o DMTT que tem como objeto a delegação recíproca de competências entre os participantes, como órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, para fins de autuação, retenção, recolhimento de documentos vencidos, remoção, julgamento e processamento dos autos de infração lavrados por agentes de trânsito do Detran Pará e DMTT.

A fiscalização segue durante a semana com blitze em vários pontos da cidade com o apoio da Guarda Municipal, além da fiscalização por meio do sistema de videomonitoramento realizada pelo Centro de Controle e Operações (CCO). (Édila Nunes / Fotos: Irisvelton Silva)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze