Connect with us

Tocantins

Feminicídio cresce no Tocantins

Publicado

em

Nos primeiros cinco meses de 2021 foram registrados 10 casos de feminicídio no Tocantins, a mesma quantidade registrada em todo ano de 2020. 

Dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP-TO), apontam que em 2018 oito mulheres foram assassinadas por seus companheiros e nove em 2019.


A delegada-geral da Polícia Civil do Tocantins, (PC-TO) Raimunda Bezerra, explica que a violência contra mulher é uma pauta que envolve principalmente a sociedade civil e empoderamento da mulher. “Esse não é um problema apenas de segurança pública, mas cultural. As mulheres precisam entender que só com a denúncia e a solicitação da medida protetiva conseguimos evitar casos como este que aconteceu em Cariri. O empoderamento da mulher é uma pauta que dificilmente o Estado tem força para fazer sozinho”, ressalta a delegada-geral.

Para tentar coibir esse tipo de crime, a delegada da 9ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (Deamv – Gurupi), Valéria Lustosa Dourado, esclarece sobre a importância da Medida Protetiva para a defesa das mulheres. Segundo ela, a Medida Protetiva deve ser utilizada em situações de riscos, buscando preservar a saúde mental e física das vítimas.

“Infelizmente, o medo das vítimas em relação ao agressor é um dos fatores que impede as mulheres de realizarem a denúncia, porém, quando há o registro do Boletim de Ocorrência é possível a Polícia Civil agir de forma a combater a situação de risco. Caso haja um segundo registro e o autor esteja em liberdade, é possível representar ao judiciário pela prisão preventiva, diante da reincidência”, explica.

Atendimento

A PC-TO dispõe de uma rede de serviços para o atendimento às mulheres que sofrem violência doméstica. As vítimas podem contar com as Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deam’s) e Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (Deamv’s), além da Central de Atendimento à Mulher 24 Horas (CAM-24H) e de todas as unidades policiais, sejam Delegacias ou Centrais de Atendimento, além do disque denúncia 180.

Em todo o Tocantins, são 15 unidades, sendo 13 distribuídas em municípios que integram as oito regionais da Polícia Civil e três em Palmas, sendo duas unidades da Deams e uma Central de Atendimento à Mulher 24 Horas (CAM-24H). É importante ressaltar que em razão da necessidade de o atendimento à mulher ser presencial, não foi disponibilizado na página da Delegacia Virtual da Polícia Civil do Tocantins atendimento online (https://www2.ssp.to.gov.br/delegaciavirtual/).

Denúncias até podem ser realizadas pela plataforma, mas o registro de Boletim de Ocorrência tem que ser de forma presencial. Onde não há delegacia especializada, a vítima pode procurar qualquer Delegacia ou Centrais de Atendimento da Polícia Civil.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PARAÍSO: Festival do Chambari será lançado nesta quinta, 23

Publicado

em

O Sebrae e a Prefeitura de Paraíso do Tocantins lançam nesta quinta-feira, 23, às 19h30, o Festival do Chambari. O evento será realizado no Hall do Palácio da Cultura Cora Coralina e contará com a presença do prefeito de Paraíso, Celso Morais; do presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Rogério Ramos; do presidente da Câmara Municipal, João Camargo, expositores do festival, entre outras autoridades.

O Festival do Chambari acontece este ano de 30/09 a 02/10, na Praça José Torres. Esta quarta edição será realizada no formato drive-thru, uma alternativa para otimizar o tempo dos clientes e promover maior segurança neste período de pandemia.

De acordo com a gerente do Sebrae em Paraíso, Sirlene Martins, essa ação tem o objetivo de fortalecer o turismo gastronômico da cidade. “O Festival do Chambari é uma iniciativa que nasceu para divulgar a cidade, atraindo visitantes para provar os nossos sabores, uma oportunidade para aquecer as vendas, fortalecer o comércio local e o turismo gastronômico”, destacou.

Já a secretária Municipal de Meio Ambiente, Cultura e Turismo de Paraíso, Patrícia Nascimento, pontuou que o evento é aguardado ansiosamente todos os anos. “É uma das mais deliciosas experiências gastronômicas que a nossa cidade vive. E, além disso, gera emprego e renda, dando a devida visibilidade que o nosso município merece”, pontuou.

Chambari
O chambari é uma adaptação tocantinense do “ossobuco” italiano, que significa, literalmente, osso furado. No Tocantins, o osso é cortado horizontalmente e cozido com pimenta e temperos. O chambari é servido com arroz, cheiro verde e, com frequência, também com farinha de mandioca e muita pimenta. Uma curiosidade do chambari é que, em várias partes do Tocantins, ele é servido pela manhã, antes de as pessoas irem para o trabalho. Para fazer o chambari, basta adicionar água, sal, cebola e corantes ao osso, depois colocar para ferver em panela de pressão por pelo menos uma hora. É um prato simples, nutritivo e delicioso. (Assessoria de Imprensa do Sebrae Tocantins)

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Implementação de novo sistema de georreferenciamento avança

Publicado

em

Com quase 80% de todo o mapeamento do Município concluído, Araguaína avança no trabalho de alimentação das informações do SIGA (Sistema de Informações Geográficas de Araguaína). A nova plataforma digital permite que a população tenha acesso a diversas informações da cidade com imagens em alta resolução, além de integrar ações da Prefeitura de Araguaína.

“A proposta dessa ferramenta é permitir que qualquer morador da cidade tenha acesso a informações sobre Araguaína, como planejamento urbano, escolas mais próximas, ciclovias e unidades de saúde”, explicou o secretário de Tecnologia, Ciência e Inovação, Fabiano Souza.


O Município conta atualmente com 44.683 edificações e 60.750 lotes, com o mapeamento é possível acessar detalhes precisos dos imóveis, além de traçar estratégias mais precisas para ações das secretarias voltadas à população.

Saúde e Educação
Entre as funcionalidades do SIGA está o auxílio durante as atividades da Atenção Básica do Município, com a elaboração de estratégias para o Programa Saúde da Família executadas pelos agentes comunitários de saúde. Outra funcionalidade está relacionada ao controle de endemias e epidemias, acompanhando os dados de doenças transmissíveis, como dengue e zika e ainda as condições de saneamento de cada região da cidade.

Com o georreferenciamento também será possível realizar o gerenciamento dos estudantes das escolas públicas municipais, incluindo as escolas da zona rural, otimizando os processos de matrícula escolar, distribuição de vagas considerando aspectos de proximidade (domicílio/escola), distribuição espacial das escolas e creches e a identificação de déficits em cada unidade.

Meio ambiente
As imagens de satélite feitas com sensores lasers em toda área urbana também fornecem informações para a Defesa Civil, possibilitando o levantamento do relevo da cidade e identificação de pontos vulneráveis, evitando futuros alagamentos.

As 1.400 imagens capturadas a uma altura de 900 metros do chão, com resolução de 10 centímetros por pixel, também são capazes auxiliar no controle da emissão de poluentes pelas indústrias e dos recursos hídricos, como nascentes e córregos, combatendo assim a poluição do meio ambiente.

Desenvolvimento urbano
O trabalho de georreferenciamento também está sendo utilizado para a atualização cadastral dos imóveis, considerando a valorização ou desvalorização da área construída.

“A ferramenta torna a cobrança do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) ainda mais precisa, garantindo uma tributação justa, evitando aumentos de alíquotas. Essas informações também já nos permitiram buscar recursos e realizar projetos mais precisos, se tornando muito importante para o crescimento de Araguaína”, afirmou o prefeito Wagner Rodrigues.

Parte dos recursos da plataforma já está disponível para a população e pode ser acessada pelo link: https://bit.ly/2Y0sPB0

Continue lendo

Tocantins

Suspeito de chacina que deixou 5 mortos em Parauapebas é capturado no Tocantins

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriu mandado de prisão expedido em desfavor de um homem de 28 anos suspeito de participar da chacina que deixou 5 mortos em Parauapebas, região de Carajás, Pará.

A equipe da PRF foi informada pela Polícia Civil do Pará que um dos suspeitos estava tentando fugir do PA e que passaria pelo Tocantins, sentido Goiás. Diante das informações, a equipe da PRF deslocou-se até Colinas do Tocantins, local em que conseguiu identificar o veículo em que o suspeito estaria fugindo.

Ao abordar o veículo com as mesmas características, foi identificado no seu interior 3 adultos e uma criança. O motorista alegou ser motorista de aplicativo e que teria sido contratado para levar o casal e a criança até Goiás. Em seguida, uma equipe da Polícia Civil do Tocantins também chegou ao local e colaborou com a condução da ocorrência.


Desta forma, o mandado de prisão expedido pela justiça de Parauapebas-PA foi cumprido.

Ademais, com a mulher foi encontrada porção de maconha, sendo então lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência pelo delito de Porte de Drogas para Consumo.

Por fim, o motorista do veículo foi ouvido como testemunha na Central de Flagrantes.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze