Connect with us

Maranhão

Fiocruz alerta para possível segunda onda de Covid-19 no Maranhão, Amapá e outros dois estados

Publicado

em

O boletim Infogripe, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), indica que Rio de Janeiro, Amapá, Maranhão e Ceará podem apresentar uma “segunda onda” da doença, com tendência de retomada do crescimento no número de novos casos semanais, após período de queda. Os dados foram colhidos na semana epidemiológica 30, entre os dias 19 e 25 de julho.

De acordo com o boletim, a tendência de crescimento é maior nos estados de Amapá e Rio de Janeiro. As cidades de Macapá, Rio de Janeiro e São Luís mostram sinais de crescimento da doença. Já Fortaleza apresenta sinal de estabilização de covid-19, com uma possível retomada de crescimento lento.

O InfoGripe indica estabilização no número de novos casos semanais de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no país, após a retomada do crescimento observado em junho. Os valores semanais, no entanto, ainda estão muito acima do nível de casos considerados “muito alto”. É importante ressaltar que os dados de SRAG estão associados à covid-19. Entre as ocorrências com resultado positivo para os vírus respiratórios, 96,7% dos casos e 99,1% dos óbitos ocorreram por novo coronavirus.

Em alta

O pesquisador e coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, alerta que o cenário nacional atual sugere que os casos notificados de SRAG, independentemente de presença de febre, mostram tendência de crescimento, com ocorrência de casos semanais muito alta. Foram reportados um total de 316.984 casos este ano, sendo 161.927 (51,1%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 91.163 (28,8%) negativos e cerca de 42.179 (13,3%) aguardando resultado laboratorial. Levando em conta a oportunidade de digitação, estima-se que já ocorreram 356.149 casos de SRAG, podendo variar entre 342.547 e 375.218 até o término da semana 30. Entre os positivos, 0,7% foram de influenza A, 0,3% influenza B, 0,6% vírus sincicial respiratório (VSR) e 96,9% Sars-CoV-2 (Covid-19).

Ele explicou ainda que “o estado do Paraná, com sinal de estabilização após período de crescimento, apresenta sinal fraco, sendo recomendada reavaliação no próximo boletim para confirmação. Amazonas, Roraima e Pará mostram estabilização após período de queda. Apresentam tendência de queda, após período de estabilização, Paraíba, Minas Gerais e Distrito Federal. “Em Minas Gerais e Distrito Federal, o sinal ainda é fraco, sendo recomendada reavaliação no próximo boletim para confirmação”, observou Marcelo Gomes.

Em Amazonas, Roraima e Pará, que apresentavam sinal de queda nos boletins anteriores, foi observada possível estabilização. Nesses estados, a mesma tendência se observa na capital, sendo que no Pará há indício de possível retomada do crescimento em Belém. Já Pernambuco e Espírito Santo voltaram a apresentar a tendência de queda.  Já no Recife há ainda sinal de possível estabilização, enquanto em Vitória se mantém o sinal de queda.

Dados provenientes de sistemas de notificação de caso, como é o banco de dados do Sivep-gripe, que alimenta o InfoGripe, podem conter eventuais erros de digitação ou preenchimento afetando um ou mais dos diversos campos de registro. Em função disso, as notificações estão em constante avaliação para correções que se façam necessárias mediante análise da rede de vigilância e das equipes locais responsáveis por cada registro.

Dados de óbitos são reportados com base na data de primeiros sintomas. Recomenda-se utilização do boletim com base nos dados sem aplicação do filtro de sintomas relacionado à presença de febre, conforme indicação do Ministério da Saúde.

Marcelo Gomes explicou ainda a importância que os dados apresentados pelo InfoGripe sejam utilizados em combinação com demais indicadores relevantes – como a taxa de ocupação de leitos das respectivas regionais de saúde, por exemplo. “Além disso, acrescentou o pesquisador, como a situação nas regiões e estados é bastante heterogênea, o dado nacional não é um bom indicador para definição de ações locais”, disse o coordenador do InfoGripe.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

PORTO FRANCO: Famílias de baixa renda poderão receber descontos nas contas de energia

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Porto Franco, município na região Tocantina, no estado do Maranhão e a concessionária de energia Equatorial Maranhão, vão instar o sistema SOMOS, que é uma ferramenta onde as pessoas serão cadastradas diretamente na plataforma da empresa e terão acesso ao benefício durante a pandemia com mais facilidade.

Uma reunião para acertar os detalhes, foi realizada na última sexta, dia 5.

Os digitadores do Cadastro Único do Polo de Porto Franco, já cadastrados pela Equatorial, incluirão o Número de Identificação Social (NIS) das famílias no SOMOS que, automaticamente, receberão descontos nas contas de energia elétrica.

Participaram também da reunião, a gestora do Cadastro Único/Bolsa Família, Vegna, e o diretor do SAAE, Nouredin Rocha, que se colocou à disposição para firmar parceria para o cadastro das famílias, por meio do sistema SOMOS.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Fiscalização contra aglomerações continua

Publicado

em

Com objetivo de evitar qualquer tipo aglomeração, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Governo e Projetos Estratégicos, Segov, realiza há mais de 40 dias fiscalizações ostensivas para conter a disseminação do coronavírus.

A força tarefa é composta pela Vigilância Sanitária Municipal e Estadual, Guarda Municipal, Polícia Militar, Planejamento Urbano, Meio Ambiente, Segov, Defesa Civil, Sefazgo, Setran e Corpo de Bombeiros.

A ação de fiscalização percorre todo o centro comercial, bairros distantes, incluindo bancos e lotéricas, com operação diurna e noturna em bares e restaurantes.

De acordo com o secretário de governo, Eduardo Soares, as fiscalizações irão percorrer os quatro cantos da cidade, com medidas mais rígidas com relação ao distanciamento entre mesas, capacidade de pessoas independente do lugar, disponibilidade de álcool em gel e máscaras.

“Estamos vivenciando um momento difícil novamente no Brasil, no Maranhão e em Imperatriz, que infelizmente veio mais forte e com variantes perigosas, por isso pedimos encarecidamente que todos contribuem. Sabemos da situação, mas não paramos em nenhum momento, buscando alternativas do comércio continuar trabalhando, mas todos devem contribuir e fazer sua parte”, afirma Eduardo.

Os trabalhos de vistorias continuarão ostensivamente seguindo as normas sanitárias e decreto municipal. Em caso de aglomeração ou descumprimento das medidas preventivas, a Prefeitura disponibiliza o contato para o Disk Aglomeração pelo número (99) 98416-9344, com atendimento das 8h às 23h.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Cursos d’água no Parque Alvorada II recebem serviços para reduzir impactos das chuvas

Publicado

em

Medidas de prevenção a alagamentos continuam sendo realizadas pela Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra. Ações visam aumentar vazão d’água e reduzir os impactos das chuvas próximo a região da Praça da Voz, no Parque Alvorada II.

A Sinfra, em parceria com a Limpeza Urbana, utiliza máquina retroescavadeira hidráulica para executar trabalho de limpeza, desobstrução e aprofundamento de curso d’água no bairro. “É mais uma medida preventiva de combate a alagamentos determinada pelo prefeito Assis Ramos”, pontua.

Segundo ele, os cursos d’água ficam represados em alguns pontos em virtude do acúmulo de resíduos e da vegetação, mas que estão sendo todos limpos para facilitar o escoamento da água das chuvas.

“Várias ações foram de aprofundamento de calha de riachos e córregos foram realizadas pelo governo Assis Ramos com resultados positivos, evitando alagamentos e facilitando o escoamento do grande volume d’água”, frisa.

O secretário Zigomar Filho ressalta ainda que “a população tem papel importante, evitando o despejo de lixo, restos de materiais de construção e denunciando o lançamento irregular de esgoto”. “Esse trabalho terá continuidade durante a semana, pois é essencial à população”, concluiu.

Continue lendo
publicidade Bronze