Connect with us

Maranhão

Fiocruz alerta para possível segunda onda de Covid-19 no Maranhão, Amapá e outros dois estados

Publicado

em

O boletim Infogripe, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), indica que Rio de Janeiro, Amapá, Maranhão e Ceará podem apresentar uma “segunda onda” da doença, com tendência de retomada do crescimento no número de novos casos semanais, após período de queda. Os dados foram colhidos na semana epidemiológica 30, entre os dias 19 e 25 de julho.

De acordo com o boletim, a tendência de crescimento é maior nos estados de Amapá e Rio de Janeiro. As cidades de Macapá, Rio de Janeiro e São Luís mostram sinais de crescimento da doença. Já Fortaleza apresenta sinal de estabilização de covid-19, com uma possível retomada de crescimento lento.

O InfoGripe indica estabilização no número de novos casos semanais de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no país, após a retomada do crescimento observado em junho. Os valores semanais, no entanto, ainda estão muito acima do nível de casos considerados “muito alto”. É importante ressaltar que os dados de SRAG estão associados à covid-19. Entre as ocorrências com resultado positivo para os vírus respiratórios, 96,7% dos casos e 99,1% dos óbitos ocorreram por novo coronavirus.

Em alta

O pesquisador e coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, alerta que o cenário nacional atual sugere que os casos notificados de SRAG, independentemente de presença de febre, mostram tendência de crescimento, com ocorrência de casos semanais muito alta. Foram reportados um total de 316.984 casos este ano, sendo 161.927 (51,1%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 91.163 (28,8%) negativos e cerca de 42.179 (13,3%) aguardando resultado laboratorial. Levando em conta a oportunidade de digitação, estima-se que já ocorreram 356.149 casos de SRAG, podendo variar entre 342.547 e 375.218 até o término da semana 30. Entre os positivos, 0,7% foram de influenza A, 0,3% influenza B, 0,6% vírus sincicial respiratório (VSR) e 96,9% Sars-CoV-2 (Covid-19).

Ele explicou ainda que “o estado do Paraná, com sinal de estabilização após período de crescimento, apresenta sinal fraco, sendo recomendada reavaliação no próximo boletim para confirmação. Amazonas, Roraima e Pará mostram estabilização após período de queda. Apresentam tendência de queda, após período de estabilização, Paraíba, Minas Gerais e Distrito Federal. “Em Minas Gerais e Distrito Federal, o sinal ainda é fraco, sendo recomendada reavaliação no próximo boletim para confirmação”, observou Marcelo Gomes.

Em Amazonas, Roraima e Pará, que apresentavam sinal de queda nos boletins anteriores, foi observada possível estabilização. Nesses estados, a mesma tendência se observa na capital, sendo que no Pará há indício de possível retomada do crescimento em Belém. Já Pernambuco e Espírito Santo voltaram a apresentar a tendência de queda.  Já no Recife há ainda sinal de possível estabilização, enquanto em Vitória se mantém o sinal de queda.

Dados provenientes de sistemas de notificação de caso, como é o banco de dados do Sivep-gripe, que alimenta o InfoGripe, podem conter eventuais erros de digitação ou preenchimento afetando um ou mais dos diversos campos de registro. Em função disso, as notificações estão em constante avaliação para correções que se façam necessárias mediante análise da rede de vigilância e das equipes locais responsáveis por cada registro.

Dados de óbitos são reportados com base na data de primeiros sintomas. Recomenda-se utilização do boletim com base nos dados sem aplicação do filtro de sintomas relacionado à presença de febre, conforme indicação do Ministério da Saúde.

Marcelo Gomes explicou ainda a importância que os dados apresentados pelo InfoGripe sejam utilizados em combinação com demais indicadores relevantes – como a taxa de ocupação de leitos das respectivas regionais de saúde, por exemplo. “Além disso, acrescentou o pesquisador, como a situação nas regiões e estados é bastante heterogênea, o dado nacional não é um bom indicador para definição de ações locais”, disse o coordenador do InfoGripe.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

Maranhão isenta taxa para insumos hospitalares e abertura de novas empresas

Publicado

em

O governador do Maranhão, Flávio Dino, fez o anúncio de duas novas medidas fiscais com o objetivo de aquecer a economia do estado. Uma delas é a isenção de taxas para abertura de novas empresas até o dia 19 de novembro. A segunda é a isenção de ICMS para insumos hospitalares e medicamentos utilizados no combate ao novo coronavírus.

Segundo Dino, desde o início da pandemia, o estado atuou nessa linha, já que houve isenções, parcelamentos e adiantamentos de impostos, além de investimentos em obras, serviços e editais, por exemplo. 

Por meio das MPs 326 e 327, o estado pretende isentar o ICMS para doação de equipamentos de proteção individuais, como máscaras e álcool em gel. Esse material deve ser utilizado durante as eleições. Além disso, há a isenção em outros 111 produtos hospitalares, como medicamentos, até o dia 31 de dezembro deste ano.

Já para a abertura de novas empresas, por 60 dias, a Junta Comercial não cobrará taxas. A medida passou a valer nesta segunda-feira (21) e abrange os segmentos de Empresário Individual (EI), Empresa Limitada (LTDA), Empresário Individual por Responsabilidade Limitada (EIRELI), Sociedade Anônima (S/A) e Sociedade Cooperativa. (Brasil 61)

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Dia da Árvore é comemorado com plantio e doações de mudas

Publicado

em

Em comemoração ao Dia da Árvore, celebrado nesta segunda-feira, 21 de setembro, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semmarh, realizou plantio e distribuição de mudas de árvores nativas e frutíferas. Ação aconteceu no Jardim Tropical, onde foram plantadas 30 mudas e distribuídas 150, entre Ipê, Açaí e Oiti, além de material educativo e lixo car.

“Objetivo desse dia é promover a importância da preservação das árvores e das florestas. Nós temos vários motivos para plantar uma árvore. É um ar-condicionado natural, que regula a temperatura e o clima, reduz a contaminação, preserva a fauna, protege o solo, enfim, são vários benefícios. Este ano, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, tivemos que realizar um trabalho diferente dos anos anteriores”, destacou a secretária de Meio Ambiente, Rosa Arruda.

O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro de 2020 com objetivo principal de conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

As atividades foram coordenadas pelo Departamento de Educação Ambiental e Áreas Protegidas da Semmarh. Segundo a diretora Bárbara Brenda Soares, objetivo das ações é envolver a população no cuidado ao meio ambiente.

“O Município tem feito a reposição da arborização urbana, mas nossa intenção é despertar o envolvimento das pessoas, de forma mais incisiva, para que isso se desdobre no decorrer de todo o ano”, disse Bárbara Brenda.

Em virtude da grande quantidade de utilizações e da expansão urbana, as árvores são constantemente exterminadas, o que resulta em grandes áreas desmatadas. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, que passa a enfrentar erosões, assoreamento de rios, redução do regime de chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Avenida Silvino Santos recebe obra de drenagem profunda

Publicado

em

Com objetivo de resolver em definitivo o acúmulo e escoamento de água no meio da pista, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra, trabalha na construção de rede de drenagem profunda na Avenida Silvino Santos, bairro Ouro Verde.

Com isso, o trânsito de veículos foi desviado para Rua São Domingos durante o período de construção da galeria pelas equipes de drenagens da Sinfra. Medida atende reivindicação dos moradores que aguardam por obras de saneamento.

“Depois de realizar levantamento técnico, Prefeitura iniciou a construção de drenagem na Avenida Silvino Santos para resolver o acúmulo de água que danificava o pavimento asfáltico”, explica o secretário de Infraestrutura Zigomar Filho.

Ele também informou que o município começou na semana passada a construção de mais de 230 metros de drenagem profunda nas ruas Pompeu Marinho e João Walcacer, no Parque das Palmeiras. Ação visa ainda normalizar o trânsito de veículos de acesso de interligação a Avenida Pedro Neiva de Santana.

“Essa obra visa acabar ainda com alagamentos verificados durante o período chuvoso nas ruas do bairro, causando transtornos aos moradores”, finaliza.

Continue lendo
publicidade Bronze