Connect with us

Bico do Papagaio

Gasolina e diesel podem sofrer reajuste no Bico, após Petrobras elevar preços

Publicado

em

A Petrobras anunciou, na noite desta quarta-feira (18), reajuste nos preços da gasolina e do óleo diesel. Os novos valores passam a valer nesta quinta-feira (19) nas vendas de refinarias para distribuidoras.

O litro da gasolina foi reajustado em 3,5% e o do diesel, em 4,2%.

Com isso, os postos de combustíveis nas 27 cidade da região, podem repassar o reajuste ao consumidor, acrescendo encargos tributários, trabalhistas e as margens de lucro dos postos de combustíveis.

Na última segunda-feira (16), a Petrobras divulgou nota sobre o bombardeio de refinarias na Arábia Saudita, responsável pela produção de 5% do petróleo mundial, o que gerou uma imediata elevação dos preços dos combustíveis no mundo. A estatal informou, na ocasião, que continuaria monitorando os preços do petróleo e não faria um ajuste de forma imediata.

O último reajuste da gasolina no Brasil havia sido em 5 de setembro e o do diesel, em 13 de setembro. Em sua página na internet, a Petrobras explica como funcionam o mecanismo e as decisões de formação de preços dos combustíveis por ela vendidos.

“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica, em nota, a estatal.

Segundo a companhia, a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A: gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel sem adição de biodiesel. “Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis.”

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Bico tem confirmados 1.319 casos de Covid-19

Publicado

em

Os dados são do Boletim Epidemiológico deste sábado, 6, da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e das Secretarias Municipais, da noite de sexta, 6. Os números devem aumentar, com a divulgação de novos Boletins das Secretarias Municipais, na noite deste sábado, 6.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Quarta morte por Covid-19 é confirmada

Publicado

em

O 83º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 no Tocantins, trouxe neste sábado, 6, a confirmação da quarta morte por Covid-19, no município de São Miguel, no Bico do Papagaio.

Trata-se de uma mulher de 51 anos, hipertensa e diabética, faleceu na madrugada deste sábado, 6, no Hospital Geral de Palmas.

Além das 4 mortes, São Miguel já registrou 89 casos de Covid-19 e 61 estão recuperados da doença.

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Criança com ferimento exposto e sem cuidados da mãe é resgata por policiais

Publicado

em

Nesta sexta-feira, 05, por volta das 18 horas, quando a viatura da Polícia Militar de Tocantinópolis realizava doações de cestas básicas na cidade, ao chegar ao Povoado Ribeirão Grande Pedro Isaías, encontraram numa residência, uma criança de 2 anos de idade, com uma grande ferida exposta em um dos pés.

A criança demonstrava sentir muitas dores em razão da gravidade da lesão.  Diante daquela situação chocante, o comandante da 5ª CIPM, major Dernivaldo Tirelo, imediatamente ligou para o Secretário de Saúde de Tocantinópolis, que por sua vez acionou os profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento – UPA da cidade. Os militares conduziram a criança na viatura da Polícia Militar até a Unidade de Saúde onde a equipe médica aguardava a criança. O estado clínico da criança era grave sendo necessário interná-la.

A Polícia Militar acionou o Conselho Tutelar da cidade que compareceu ao local e acompanhará o caso, uma vez que a mãe da criança apresenta ter problemas psicológicos ou ignorava a situação que seu filho se encontrava. A mãe também foi encaminhada para o serviço de Assistência Social da UPA.

Segundo informações de parentes, a criança havia se lesionado a cerca de 10 dias, quando teve o pé preso entre os raios de uma bicicleta e desde então vinha sofrendo muita dores, apresentando dificuldade de dormir.  

Continue lendo
publicidade