Connect with us

Maranhão

Governadora e ministro discutem melhorias para a Educação

Publicado

em

A governadora Roseana Sarney foi recebida em audiência pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na tarde desta sexta-feira (25), em Brasília. Na conversa, um dos assuntos principais foi o pedido de auxílio na questão da escassez de professores com licenciatura plena em diversas áreas no Maranhão.

“Hoje, a rede estadual se ressente da falta de professores para matérias essenciais por falta de docentes especializados nessas áreas”, informou a governadora, que viajou a capital federal depois de visitar o Sul maranhense, onde entregou obras, vistoriou serviços e firmou parcerias em 8 municípios (Carolina, São Félix de Balsas, Balsas, Loreto, São Raimundo das Mangabeiras, Fortaleza dos Nogueiras, Nova Colinas e Riachão).

Em Brasília, Roseana Sarney também comunicou ao ministro que o Governo do Estado vai realizar concurso para preenchimento de 3 mil vagas na área da Educação. A governadora afirmou que Mercadante foi bastante solícito e garantiu o auxílio ao Maranhão.

“O ministro afirmou que vai oferecer total apoio para a formação de professores, inclusive disse que, se for preciso, viabilizará a abertura de mais vagas na universidade federal”, declarou.

A carência se concentra no ensino médio, até pela exigência da formação superior, e compreende disciplinas como Língua Estrangeira (inglês e espanhol), Matemática, Química, Física e Biologia. Além da baixa oferta de cursos, a falta de ações para atração de universitários para essas áreas também é apontada como uma das causas do problema.

Outras ações

A governadora também conversou com o ministro sobre projetos realizados em parceria com o Governo Federal. Caso do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), projeto de cooperação entre o Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Ministério da Educação (MEC). O projeto tem como objetivo a definição de ações estratégicas para a melhoria educacional no Maranhão, a partir do diagnóstico elaborado pelo Pnud e pela equipe técnica da Seduc.

Trataram, ainda, sobre o Mais Educação, programa tem como objetivo ampliar o tempo de permanência do estudante na escola. Para viabilizar o desenvolvimento do Mais Educação, as escolas participantes recebem recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE-Educação Integral), sendo o número de estudantes beneficiados e as atividades escolhidas o que determina o valor do repasse. No Maranhão, 466 unidades escolares do ensino fundamental da rede estadual foram selecionadas para participar do programa em 2012.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze