Connect with us

Maranhão

Grupo criminoso especializado em fraudes a processos licitatórios é desarticulado no MA

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 24, a segunda fase da Operação Arauto, para desarticular associação criminosa especializada em fraudes de processos licitatórios e de fiscalização de obras, em São Luís, na capital do Maranhão. A ação é resultado de um trabalho em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU-AP).

Policiais federais dão cumprimento a quatro mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão, nas cidades de Curitiba-PR, Porto Velho-RO e São Luís, além do sequestro de bens e valores de aproximadamente R$ 112 milhões.

De acordo com a análise dos materiais apreendidos na primeira fase da operação, que ocorreu em setembro de 2018, descobriu-se que os integrantes da associação criminosa, por meio de duas empresas de consultoria previamente ajustadas, firmaram um consórcio para participar do certame licitatório em São Luís, como também atuaram diretamente na elaboração do edital desta licitação.

Verificou-se ainda a atuação de lobista junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cuja função principal era obter recursos para o estado do Maranhão. Ele atuava em conluio com empresários e agentes públicos na contratação fraudulenta do consórcio das empresas de consultoria, com a finalidade de desviar parte dos recursos.

Além disso, as investigações indicam fraudes nas fiscalizações das obras do programa Viva Maranhão em São Luís, cujo o valor inicial do contrato é de aproximadamente R$ 49 milhões, com aporte de recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste) e do BNDES, sendo que no período de 2013 a 2018, já haviam sido pagos a quantia de R$112 milhões ao consórcio de empresas beneficiadas.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de associação criminosa, fraude em licitação e peculato. Se condenados, poderão cumprir pena de até 31 anos reclusão. (Ascom PF)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Covid-19 tem letalidade de 4,6%. Cerca de 2.406 pacientes já tiveram a doença

Publicado

em

Com 152 novas notificações registradas neste quinta-feira, 04 de junho de 2020, Imperatriz atualiza para 2.406 casos confirmados em laboratório. O número representa 5.5% do total de casos registrados no estado (43.313). Desses 26.589 casos que continuam ativos, 459 estão em Imperatriz, o que representa 1.7% dos casos ativos em todo o Maranhão.

Desde o início da pandemia, a cidade registrou um total de 113 óbitos. Sendo 13 foram registrados nos sistemas de informação oficiais da Secretaria de Estado da Saúde nas últimas 48h. 

Ocupação de leitos
Até às 18h de hoje, a ocupação de leitos no Macro Regional era:

  • Leitos Clínicos: 8ocupados – 92,12% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 14 ocupados –  75,93% de ocupação;

No Hospital Regional Materno Infantil:

  • Não disponibilizou boletim no dia 04/06/2020.

No Hospital Municipal de Campanha Covid-19:

  • Leitos Clínicos: 25 ocupados – 51% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 8 ocupados – 80% de ocupação. 

Na esfera privada, a ocupação de leitos no ​​​​​​Hospital Unimed é:

  • Leitos Clínicos: 23 ocupados – 58.9% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 14 ocupados – 100% de ocupação. 

No Hospital Santa Mônica:

  • Leitos Clínicos: 18 ocupados – 78.2% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 10 ocupados – 83% de ocupação. 
Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Porta de comércio é cravejada de balas durante madrugada

Publicado

em

No início da madrugada desta sexta, 5, populares ouviram uma série de disparos de arma de fogo em uma via no bairro Mercadinho, na cidade de Imperatriz, no sul no Maranhão.

A Polícia foi acionada e esteve no local, constatando que os disparos foram efetuados contra as portas de um comércio. Foram pelo menos 17 tiros.

Nenhum suspeito foi preso até o momento. (Imagem ITZ em Foco)

Continue lendo

Maranhão

Youtube tira Live do “Caneta Azul” do ar e cantor faz apelo

Publicado

em

Depois do sucesso estrondoso, em sua live, com 2,5 milhões de visualizações, o cantor e compositor maranhense, Manoel Gomes, dono do hit viral ‘Caneta Azul’, teve sua apresentação retirada do ar pela plataforma do Youtube.

O cantor ainda alega, que sua live que aconteceu no domingo, 31, não foi monetizada. Ele gravou um vídeo explicando a situação e pedindo ajuda.

O número de reproduções da performance virtual superou a de grandes nomes da música brasileira, como Claudia Leitte, Paula Fernandes, Anavitória, Capital Inicial e Alcione.

Continue lendo
publicidade