Mutirão do Opera Tocantins beneficia 26 pacientes que aguardavam por procedimentos eletivos – Nielcem Fernandes

Os hospitais Geral de Palmas (HGP) e de Referência de Miracema (HRM) realizaram nesse sábado, 26, mutirões cirúrgicos com 26 pacientes que aguardavam na lista de espera por procedimentos eletivos. Os pacientes foram atendidos com cirurgias de colecistectomias (retirada cirúrgica da vesícula biliar), videolaparoscópicas (feitas por meio de pequenas incisões no corpo), hérnias inguinais, hérnias umbilicais e laqueadura tubária.

A iniciativa faz parte do Programa Opera Tocantins, criado pela Lei Nº 3.369/18, que consiste numa estratégia para dar agilidade na realização das cirurgias eletivas em todo o Estado. A ação contempla também os trabalhadores que atuam na realização do procedimento cirúrgico eletivo em horários que não coincidam com o cumprimento de sua jornada ordinária ou extraordinária, podendo o profissional atuar aos sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e durante a semana, inclusive em período noturno e madrugada.

“É a segunda vez que realizamos o mutirão “Corujão CAD” neste mês de outubro, e é uma satisfação poder beneficiar mais de 20 pacientes que aguardavam na fila de espera por este tipo de procedimento, além de ofertar uma assistência de qualidade aos usuários do SUS,” destacou o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo.

De acordo com o cirurgião, coordenador do Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do HGP, Itágores Hoffman, para que a ação ocorra, uma equipe especializada é mobilizada,  em busca de diminuir a demanda de pacientes que aguardam por este tipo de cirurgia e são usados equipamentos de laparoscopia, que causam menos incômodo no pós-operatório e garantem uma recuperação mais rápida ao paciente.

Segundo a diretora geral do HRM, Penha Bandeira, neste segundo mutirão de cirurgias eletivas do mês, foram contempladas seis mulheres que aguardavam pela cirurgia de laqueadura tubária. O terceiro mutirão ocorrerá nesta terça-feira, 29, com nove procedimentos cirúrgicos da urologia.  “Estamos trabalhando para transformar este hospital em um centro de referência para cirurgias eletivas de média complexidade”, frisou.

O paciente Wanderson Gabriel Pereira da Silva estava aguardando a cirurgia de hérnia umbilical há quatro anos. “Estou ansioso, mas ao mesmo tempo tranqüilo com a cirurgia; achei uma boa iniciativa esses mutirões, pois temos que valorizar as boas ações do Governo”.

Ouvidoria

O Hospital Regional de Alvorada recebeu reconhecimento, por meio da ouvidoria da Secretaria de Estado da Saúde, pelos serviços realizados. Artemiza Vieira Soares elogiou o atendimento, dedicação e carinho que os profissionais do hospital prestaram a sua mãe Angêla Maria, que passou por um procedimento cirúrgico de vesícula, na última quarta-feira, 23. “Nunca tinha visto um atendimento tão maravilhoso pelo SUS, desde a recepção até a equipe médica que realizou o procedimento cirúrgico na minha mãe”, relatou Artemiza. (Ellayne Czury)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.