Connect with us

Pará

Hospitais Públicos de Marabá, Belém e Barcarena ofertam vagas de emprego

Publicado

em

Hospitais Púbicos Estaduais gerenciados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, no Pará, estão com vagas de emprego abertas em Belém, Barcarena e Marabá, para diversas áreas de atuação. Os interessados devem cadastrar o currículo no site clicando AQUI

No Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, as vagas são para Jovem Aprendiz e Auxiliar Administrativo de Arquivos Médicos e Estatísticos (SAME). Para participar da seleção de Jovem Aprendiz os interessados devem estar cursando o ensino médio, para o cargo de Auxiliar Administrativo de Arquivos Médicos e Estatísticos (SAME), deve possuir ensino médio completo, conhecimento básico do pacote Office e desejável experiência anterior.

No Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, a vaga é para Técnico de Enfermagem. Para se candidatar, é necessário registro no Conselho de Classe Ativo, conhecimento básico a intermediário do Pacote Office, Ensino Médio completo e experiência de seis meses na área.

Em Barcarena, no Materno-Infantil Dra. Anna Turan, há cinco vagas abertas para cargos nas áreas assistenciais e administrativas. As vagas são para Enfermeiro, Farmacêutico Bioquímico, Técnico de Enfermagem, Técnico em Laboratório e Copeiro. Para todas as vagas é recomendável ter conhecimentos em Pacote Office, além de habilidades, como administração do tempo, boa comunicação, planejamento e organização no trabalho, proatividade e relacionamento interpessoal.

Para vaga de Enfermeiro, é necessário Ensino Superior Completo em Enfermagem, registro no Conselho Regional de Classe e experiência de dois anos na área. Para vaga de Farmacêutico Bioquímico, o candidato precisa ter Superior Completo em Farmácia, registro no Conselho de Classe, com experiência de um ano na área, além de conhecimentos específicos, como treinamentos institucionais e Hemovigilância (Hemopa).

A vaga de Técnico de Enfermagem exige Ensino Médio completo, um curso Técnico de Enfermagem com o registro no Conselho de Classe ativo, e Experiência de seis meses na área. Para atuar como Técnico de Laboratório no HMIB, o candidato precisa ter Ensino Médio completo, e um curso Técnico em Análise Clínica (Laboratório), e é desejável experiência de um ano na área laboratorial. Já a vaga de Copeiro, é destinado a candidatos com ensino Fundamental completo, com seis meses de experiência na área, e conhecimento técnico sobre o manuseio dos alimentos.

Mais informações sobre as vagas estão disponíveis no site da Pró-Saúde.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensora gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição. (Ederson Oliveira)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Um dia após comemorar aniversário, marido mata esposa e se suicida

Publicado

em

Gledson Marcelo Pereira Alves, de 36 anos, monitor no Centro de Internação de Adolescente Masculino (Ciam), matou a esposa, Charlene da Silva Oliveira, de 32 anos e logo em seguida se matou. O fato aconteceu na própria residência do casal, na Rua Marabá, bairro Santa Rosa, em Marabá, na região de Carajás, por volta de 19 horas, desta quinta, 28.

Para efetuar a ação, Gledson usou um revólver 38.

Segundo informações da Polícia a vizinhança não soube informar que o casal era violento. Gledson havia comemorado aniversário no dia anterior.

A motivação do bárbaro homicídio, seguido de suicídio, ainda será esclarecido pelo Departamento de Homicídios da 21ª Seccional Urbana.

Continue lendo

Pará

Pará vai receber R$1,345 bilhão de auxílio financeiro

Publicado

em

O presidente da República sancionou, nesta quinta-feira (28), lei que garante auxílio financeiro da União a estados e municípios como forma de reduzir os impactos causados pela pandemia do coronavírus. A União vai transferir R$ 60 bilhões aos estados e municípios, divididos em quatro parcelas. Deste total, R$ 50 bilhões representam compensação pela queda de arrecadação e R$ 10 bilhões são destinados às ações de saúde e assistência social.

O Pará vai receber R$ 1,345 bilhão, sendo R$ 249 milhões destinados especificamente as ações de saúde. De acordo com o secretário da Fazenda do Pará, René de Sousa Júnior, o Estado deve ter, nos próximos seis meses, despesas emergenciais em torno de R$1,5 bilhão. A maior parte destes investimentos serão nas áreas da saúde e da educação, para enfrentar os efeitos da pandemia. 

Investimentos – Os recursos serão utilizados para manter os quatro hospitais de campanha em funcionamento, abrir quatro novos e manter o funcionamento das oito unidades, garantindo a montagem da estrutura, compra de equipamentos, medicamentos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); além da contratação de Organização Social para administrar os hospitais; e o reaparelhamento das unidades públicas já existentes, para que possam ampliar a capacidade de atendimento e, por fim, garantir o vale alimentação para os estudantes das escolas públicas.

O projeto sancionado pelo presidente da República também suspende o pagamento das dívidas de estados e municípios com a União, inclusive os débitos previdenciários parcelados pelas prefeituras que venceriam este ano. Com isso, um valor de R$ 337 milhões, que seria pago de março a dezembro, referentes a dívidas com a União e com bancos, terá o pagamento postergado. (Ana Márcia Pantoja)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Obras no viaduto seguem no cruzamento PA-160 e PA-275

Publicado

em

As obras na área do viaduto que passa pelas rodovias PA-160 e PA-275 seguem rapidamente para construção do projeto que irá deixar a cidade com visual mais bonito e o trânsito de veículos e pedestres bem mais organizado.

Depois de tirar as vigas de aço, as equipes trabalham na retirada do concreto e parte do aterro.

O trânsito no local está interditado, e os motoristas estão usando rotas alternativas.

Além de organizar o trânsito, a área vai receber nova pavimentação asfáltica, cruzamento com semáforo, arborização, ciclovias, canteiros, novo sistema de drenagem, calçadas em ladrilho hidráulico e blocos intertravados.

O projeto ainda abrange um conjunto de serviços, como a construção de uma ponte na PA-160, ao lado do posto próximo ao viaduto, a construção de ciclovia e canteiro central também na PA-160, no trecho compreendido entre a entrada do bairro Amazônia até a avenida dos Ipês.

Continue lendo
publicidade