Connect with us

Pará

Hospital de Tailândia inaugura Unidade de Cuidados Intermediários em novembro

Publicado

em

No dia 1º de novembro, os usuários do Hospital Geral de Tailândia (HGT), no nordeste do Estado, ganharão um novo serviço: a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). O espaço contará com 10 leitos, sendo sete destinados a pacientes adultos e três para crianças. A unidade funcionará em regime semi-intensivo para receber pacientes em estado grave.

Desde julho deste ano, quando o hospital passou a ser administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), um dos avanços apontados pelo diretor técnico, Antônio Venturieri, é a oferta de atendimento de pronto-socorro 24 horas, com 42 leitos distribuídos entre a clínica médica, pediatria, cirurgia geral e obstetrícia de média complexidade.

“O HGT é um hospital de assistência básica e atendimento de média complexidade. Isso significa dizer que é um hospital de portas abertas. Por isso, devemos buscar a implantação ou implementação de novos serviços sempre”, observou o médico, destacando que o HGT já realiza mensalmente uma média de 13.800 exames complementares, 6.200 atendimentos de Pronto Socorro, 90 partos, 170 cirurgias, 780 consultas ambulatoriais e 360 internações para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) do município e demais localidades da região.

O hospital disponibiliza, ainda, as especialidades de ortopedia, traumatologia, cardiologia, oftalmologia, radiologia, anestesiologia e endocrinologia. Já os usuários do serviço de Urgência/Emergência têm atendimento agilizado com a distribuição para atendimento em três quartos com três leitos de observação cada. O Centro Cirúrgico e Obstétrico atualmente é composto por três salas cirúrgicas, uma com três leitos para pré-parto e duas de recuperação pós-anestésica.

A paciente Marilda Teles do Nascimento, 72 anos, aprovou o atendimento médico recebido. Ela vai operar uma catara em Belém, mas precisou fazer uma bateria de exames pré-operatórios no HGT. “Vou fazer cirurgia de catarata em Belém e vim para o Hospital de Tailândia para fazer todos os meus exames. Aqui o atendimento é muito bom. Os enfermeiros, os técnicos nos trataram com muito carinho. Todo mundo muito educado. Ainda bem que tem esse hospital para atender os moradores do município”, ressaltou a idosa, que estava em companhia de sua filha, Elda Nascimento Moraes, 26 anos. Elas residem no Km 50, na Vila Boa Esperança.

Da mesma forma, o paciente Cláudio Roberto Soares da Silva, 33 anos, agricultor residente na localidade Turí, Km 65, agradeceu e parabenizou pelo atendimento médico recebido. Ele deu entrada no hospital vítima de ferimento de arma branca próximo da virilha. “Fui muito bem tratado por todos que me atenderam. Não me falta nada: médicos, enfermeiros, medicamentos. Toda hora tem gente aqui. Se não fosse esse hospital acho até que estaria morto. Como eu ia chegar até Belém para atendimento? A distância é muito grande. Fui operado e graças a Deus e aos médicos estou bem de saúde agora”.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Homem e dois adolescentes foram encontrados baleados dentro de ônibus no interior do Pará

Publicado

em

Um homem e dois adolescentes foram baleados com vários tiros e amordaçados dentro de um ônibus no residencial Goiânia em Capitão Poço, nordeste do Pará.

Um dos adolescentes morreu no local com tiro na cabeça e os outros dois ficaram gravemente feridos.

As vítimas foram encontradas por moradores no ônibus abandonado em área de mata, por volta das 10h30. As pessoas chegaram a entrar no veículo e fizeram imagens.

A Polícia Militar chegou às 15h30 no local, nas proximidades de um ginásio de esportes. Segundo a PM, ninguém no local soube dar informações sobre o caso, “imperando a lei do silêncio”.

As vítimas foram identificadas como Reinaldo Brito da Silva, de 23 anos, e os adolescentes A. C. V. C. e E.S.V. Dois deles foram transferidos para Belém.

Em nota, a Polícia Civil informou que, durante as buscas no ônibus, foram encontradas cápsulas de armas de fogo e que o caso está sendo investigado pela polícia local, com apoio da Coordenadoria de Operações Especiais, Diretoria de Polícia Especializada, Diretoria de Polícia do Interior e da Superintendência da 6º Região Integrada de Segurança Pública (RISP) Caeté.

Até então, a motivação e a autoria do crime ainda não foram confirmadas.

Continue lendo

Pará

SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA: Colisão entre caminhão e carreta deixa homem carbonizado na Transamazônica

Publicado

em

Um grave acidente entre caminhão baú e uma carreta foi registrada nesta segunda-feira (18), na rodovia Transamazônica (BR-230), em São Domingos do Araguaia, sudeste do Pará. Uma pessoa ficou presa nas ferragens e outra morreu carbonizada.

A carreta ultrapassou o corrimão de proteção e o condutor ficou preso nas ferragens. Ele foi retirado com vida e encaminhado para o Hospital Regional de Marabá.

O caminhão baú entrou em combustão e um dos passageiros teve o corpo carbonizado e morreu no local. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves e foi conduzido pelo SAMU a uma unidade de saúde da região.

Continue lendo

Pará

Vacinação contra Covid-19 começa no Pará

Publicado

em

A enfermeira Shirley Cuimar Cruz Maia de 39 anos foi a primeira paraense vacinada contra a Covid-19 em Belém. Em seguida, a técnica de enfermagem Marielza da Silva Monteiro, 57 anos, também recebeu a primeira dose da CoronaVac. As duas imunizadas atuam na linha de frente no combate a pandemia, no Hospital de Campanha de Belém.

A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu na manhã desta terça-feira (19), no Hangar, Centro de Convenções, mesmo lugar onde funciona o hospital de campanha da capital. O ato foi acompanhado pelo governador do Pará, Helder Barbalho e pelos prefeitos de Belém, Edmilson Rodrigues, e de Ananindeua, Dr. Daniel.

Durante a cerimônia também foi realizada a primeira imunização do município de Ananindeua, região metropolitana de Belém. O enfermeiro João Bernardo, 37 anos, que trabalha no combate a pandemia foi o terceiro a receber a vacina.

As 173 mil doses de vacina devem imunizar cerca de 86 mil pessoas no Pará. De acordo com Helder, o carregamento que já está no estado precisam garantir as duas doses que cada pessoa imunizada.

Continue lendo
publicidade Bronze