Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Assis Ramos terá de explicar ao MPE e MPF sobre reabertura de serviços não essenciais

Publicado

em

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) e o Ministério Público Federal (MPF) estão solicitando que o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, explique e comprove os fundamentos médicos que estão servindo como base para a flexibilização das regras de distanciamento e isolamento social, de combate à propagação do novo coronavírus, na segunda maior cidade do Maranhão.

O pedido do MP-MA e do MPF foi feito nessa sexta-feira (15), após o prefeito divulgar que vai flexibilizar o decreto municipal sobre as medidas restritivas. Segundo o gestor municipal, um novo decreto entra em vigor a partir de segunda-feira (18), permitindo o funcionamento de alguns estabelecimentos de serviços não essenciais, como calçadão, shoppings e autoescolas.

O prefeito justificou a medida como sendo uma forma de reduzir os impactos econômicos da pandemia na cidade.

“Temos que dar fôlego para a economia. A verdade é que desde o início da pandemia, todas as restrições que nós temos tomado, não tem resolvido, cada dia que passa, aumenta o número de casos. A gente muda a estratégia, na tentativa de ver se os números diminuem e dá fôlego para a economia que já está bem abatida”, afirmou.

Ainda segundo o gestor, a decisão de flexibilizar as medidas restritivas tem como base o fato de o comércio estar funcionando de forma clandestina.

“O comércio de Imperatriz, mesmo com o decreto, mesmo com a fiscalização, ele nunca parou de funcionar. Os comerciantes continuam funcionando suas lojas a meia porta, colocam as pessoas dentro e depois fecham, de forma que a exposição para o vírus é pior ainda”, alega.

Assis Ramos afirmou que a prefeitura vai exigir que os empresários tomem as medidas necessárias de proteção que a fiscalização não vai recuar, pois não é uma abertura total, ela é gradual.

Já os representantes ministeriais chamam a atenção para os dados científicos divulgados pela comunidade médica internacional, que alertam que, para cada caso confirmado do novo coronavírus (Covid-19), pode haver mais 10 casos. Desta maneira, em Imperatriz pode haver mais 5 mil casos extraoficiais. O último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, publicado na noite dessa sexta (15), Imperatriz já tem o registro de 653 casos de Covid-19 e 36 mortes.

Recomendação Anterior

O MP-MA destaca que foi expedida uma Recomendação no último dia 21 de março, orientando que, antes de se decidir por qualquer flexibilização das medidas de isolamento e distanciamento social, é preciso haver o amplo e minucioso estudo das autoridades sanitárias municipais e também estaduais.

Ainda de acordo com a Recomendação, qualquer decisão deve ser pública e estar fundamentada nas orientações explicitadas no Boletim Epidemiológico nº 8, do Ministério da Saúde, com demonstração de superação da fase de aceleração do contágio, de acordo com os dados de contaminação, internação e óbito.

Também deve haver quantitativo suficiente, estimado para o pico de demanda, de EPIs para os profissionais de saúde, respiradores para pacientes com insuficiência respiratória aguda grave, testes para confirmação de casos suspeitos, leitos de UTI e internação e de recursos humanos capacitados.

O documento estabelece, ainda, que toda a classe comercial e empresarial, bem como a população em geral, seja eficazmente informada acerca de cada situação fática vigente, no que se refere às medidas de restrição econômica instituídas por conta da crise da Covid-19. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Covid-19 tem letalidade de 4,6%. Cerca de 2.406 pacientes já tiveram a doença

Publicado

em

Com 152 novas notificações registradas neste quinta-feira, 04 de junho de 2020, Imperatriz atualiza para 2.406 casos confirmados em laboratório. O número representa 5.5% do total de casos registrados no estado (43.313). Desses 26.589 casos que continuam ativos, 459 estão em Imperatriz, o que representa 1.7% dos casos ativos em todo o Maranhão.

Desde o início da pandemia, a cidade registrou um total de 113 óbitos. Sendo 13 foram registrados nos sistemas de informação oficiais da Secretaria de Estado da Saúde nas últimas 48h. 

Ocupação de leitos
Até às 18h de hoje, a ocupação de leitos no Macro Regional era:

  • Leitos Clínicos: 8ocupados – 92,12% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 14 ocupados –  75,93% de ocupação;

No Hospital Regional Materno Infantil:

  • Não disponibilizou boletim no dia 04/06/2020.

No Hospital Municipal de Campanha Covid-19:

  • Leitos Clínicos: 25 ocupados – 51% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 8 ocupados – 80% de ocupação. 

Na esfera privada, a ocupação de leitos no ​​​​​​Hospital Unimed é:

  • Leitos Clínicos: 23 ocupados – 58.9% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 14 ocupados – 100% de ocupação. 

No Hospital Santa Mônica:

  • Leitos Clínicos: 18 ocupados – 78.2% de ocupação;
  • Leitos de UTI: 10 ocupados – 83% de ocupação. 
Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Live do “Caneta Azul” bate Cláudia Leitte e Paula Fernandes

Publicado

em

Live “Caneta Azul” conquistou o primeiro lugar entre os vídeos em alta no YouTube com mais de 1,5 milhão de views, ultrapassando as visualizações de Claudia Leitte, com 1,2 milhão, e Paula Fernandes,com quase 1 milhão. 

Dono do hit que estourou no Brasil em 2019, Manoel Gomes transmitiu live show, durante mais de quatro horas, no último domingo, 31. Para o ao vivo, o sertanejo contou com participações – virtuais – de convidados, entre eles o humorista Tirullipa.

Após o sucesso da live, o cantor publicou novo vídeo no YouTube agradecendo  a todos que assistiram e também aos novos inscritos.

Natural de Balsas, no interior do Maranhão, Manoel Gomes escreveu a canção “Caneta Azul” para homenagear a sua inseparável caneta. O sucesso ganhou versões de Simone & Simaria, Wesley Safadão e até de Neymar.

O show foi realizado e transmitido direto de Imperatriz, no sul do Maranhão.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Grupo capturado na Vila Lobão, comercializaria drogas no Bico

Publicado

em

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 2ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC) de Araguatins, efetuou nessa segunda-feira, 1º de junho, a prisão em flagrante de três indivíduos suspeitos de tráfico interestadual de drogas na cidade de Imperatriz (MA).

Segundo o titular da 2ª DEIC, delegado Thyago Bustorff, as investigações apontaram que parte da droga seria comercializada no extremo norte do Tocantins e que, após troca de informações com as forças de segurança de Goiás, foi possível identificar um dos suspeitos e modus operandi da associação criminosa.

Conforme apurado pela autoridade policial, a droga era enviada por meio de serviços postais e empresas de transporte, chegando na cidade de Imperatriz, onde posteriormente era comercializada.

Na posse dos suspeitos, foi encontrado aproximadamente dois quilos de maconha, R$ 2.400, quatro munições de calibre 32, além de invólucros que são utilizados para separação do entorpecente.

Os suspeitos presos foram encaminhados para a Penitenciária Regional de Imperatriz, onde ficarão à disposição da Justiça maranhense. (Com informações da SSP-TO/Foto: ImperatrizOnline)

Continue lendo
publicidade