Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Audiência Pública discute impactos da privatização do Sistema Eletrobrás

Publicado

em

Aconteceu nesta quinta-feira, 27, audiência pública solicitada e presidida pelo vereador Aurélio Gomes (PT), sobre os impactos da privatização da Eletrobrás, com a participação presencial e por vídeo conferência de representantes de movimentos sociais, deputados estaduais, federais e entidades relacionadas.   

O governo federal pretende vender a Eletrobrás, considerada a maior companhia do setor elétrico da América Latina. Com a venda abaixo do valor, especialistas avaliam que a conta de energia terá aumentos na ordem de 20%, o que poderá acarretar a subida de todos os produtos e serviços ao cidadão. Energia é um direito público e não deve ser tratada como mercadoria. Manter a Eletrobrás nas mãos do país é uma garantia de soberania. Entregar a empresas é deixar que elas decidam quem tem ou não direito à energia. 


A Eletrobrás (Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A), estatal conhecida popularmente como Eletronorte, foi criada em 1962, tem papel relevante na geração e transmissão de energia elétrica no Brasil. As 227 usinas da empresa correspondem a 1/3 da capacidade de geração instalada no país, gerando e transmitindo energia às populações do Amazonas, Amapá, Acre, Mato Grosso, Maranhão, Pará e Tocantins, atendendo a 15 milhões de pessoas. 

“Quem vai pagar a conta mais cara, é quem mais precisa. É o povo mais pobre! Hoje está claro que o propósito do governo federal é entregar o nosso patrimônio para o capital estrangeiro e retirar os direitos dos trabalhadores”, disse o Deputado Federal Zé Carlos (PT). 

O Deputado Federal Bira do Pindaré (PSB) afirmou que: “A energia vai ficar mais cara e quem disse isso não foi nenhum parlamentar, nenhum representante da oposição, foi a própria Aneel, que regulamenta este campo. Até o setor empresarial está preocupado com a privatização, pois vai impactar o funcionamento dos empreendimentos. Todos saem perdendo”. 

“É importante que a gente diga que tudo isso está acontecendo por conta desse governo entreguista e esta Casa tem a obrigação de atuar, porque quem vai sofrer é a população mais carente. Além da luta contra a privatização, temos o grande desafio de também lutar pela manutenção da Caema pública!”, declarou Aline Marques, do Sindicato dos Urbanitários do Maranhão (STIU-MA) durante fala na Tribuna. 

Os participantes irão buscar também apoio da bancada do Maranhão em Brasília e garantem que a luta de todos não irá parar. Imperatriz é considerada Capital Brasileira da Energia e a Câmara Municipal vai enviar requerimento para os deputados e senadores, pedindo que votem contrários a privatização e a cidade se mantenha nesta posição. 

O vereador Aurélio fez as considerações finais, agradecendo a todos que participaram de forma presencial e virtual dos movimentos sociais populares. Garantiu que irá caminhar e levar essa bandeira, que é primordial para toda a nossa região e para o Brasil, se posicionando sempre contra qualquer desmonte que prejudique o povo brasileiro.  

Participaram também da sessão, os vereadores Carlos Hermes, Flamarion Amaral, Terezinha Soares, Berson do Posto, Manchinha e Rogério Avelino. (Sidney Rodrigues / Foto: Fábio Barbosa)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: 4 de Julho vence Cavalo de Aço

Publicado

em

O 4 de Julho venceu a primeira partida na Série D graças à estrela de dois jogadores que saíram do banco de reservas na Arena Ytacoatiara, em Piripiri, neste sábado, 12. O Colorado bateu o Imperatriz por 2 a 0, neste sábado, com os gols de Etinho e Cinelton. A equipe piauiense esquentou a briga por vaga no G-4 da tabela do Grupo 2 e assumiu a vice-liderança. O Cavalo de Aço caiu para quarto. (Foto: Renato Andrade)

Continue lendo

Maranhão

Docentes da UEMASUL participam do III Encontro de Formação e Planejamento

Publicado

em

A solenidade de abertura do III Encontro de Formação e Planejamento Docente da UEMASUL aconteceu quarta-feira (9), de forma remota. Contou com a participação da reitora da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), Elizabeth Nunes Fernandes, pró-reitoras, diretores e diretoras dos centros de ensino e diretoras e diretores de cursos dos campi de Açailândia, Estreito e Imperatriz.

Durante a abertura do encontro, a pró-reitora de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, Regina Célia, destacou a dedicação de professoras e professores no contexto atual da Educação. “Nós, professores, com toda a maestria, nos empenhamos em superar todos os obstáculos e buscamos forças no compromisso com a docência. Neste processo que vivemos, tivemos perdas mas, ainda assim, buscamos nos reinventar e continuar com as aulas e outros compromissos que contribuem para o desenvolvimento da nossa região”, afirmou a professora.

A formação visa um momento de reflexão e diálogo sobre os processos de gestão acadêmica que traz em seu bojo as dimensões de ensino, pesquisa e extensão, promovendo o debate entre os docentes sobre os processos de regulação do ensino superior, especialmente nesse momento de pandemia, buscando a garantia da qualidade acadêmica da instituição. A formação visa um momento de reflexão e diálogo sobre os processos de gestão acadêmica que traz em seu bojo as dimensões de ensino, pesquisa e extensão, promovendo o debate entre os docentesA formação visa um momento de reflexão e diálogo sobre os processos de gestão acadêmica que traz em seu bojo as dimensões de ensino, pesquisa e extensão, promovendo o debate entre os docentes sobre os processos de regulação do ensino superior, especialmente nesse momento de pandemia, buscando a garantia da qualidade acadêmica da instituição. 

A realização do evento faz parte das ações desenvolvidas pela Pró-reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica (PROGESA), por meio da Coordenadoria de Projetos Pedagógicos (CPP) e Coordenadoria de Avaliação Institucional (CAI), para promover melhor adaptação do corpo docente durante o semestre letivo.

A diretora do Centro de Ciência Exatas, Naturais e Tecnológicas, Ivaneide de Oliveira, falou que o empenho de educadoras e educadores somado ao esforço da universidade resulta em ensino de qualidade, acessível e empático. “Este encontro é um momento oportuno para todos nós. A pandemia nos forçou a buscarmos novas ferramentas para que houvesse uma efetiva troca de conhecimentos e, assim, atender aos discentes. A universidade, por sua vez, continuou contribuindo na formação e preparado dos docentes”.

O encontro segue até sexta-feira (11) com palestras, minicursos, oficinas, comunicações, discussões, planejamentos e a participação da presidente do Conselho Estadual de Educação-CEE, Profa. Soraia Raquel Alves da Silva.

Continue lendo

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Governo e Prefeitura firmam parceria para construção de parque e fortalecimento da saúde

Publicado

em

O prefeito Aluísio Sousa, de Açailândia, foi recebido nesta quinta-feira (10), no Palácio dos Leões, em São Luís, pelo governador Flávio Dino. O encontro resultou numa parceria que fortalecerá a saúde do município, além da pavimentação de ruas da cidade através do programa Mais Asfalto e na construção de um parque.

Presentes na reunião, os secretários Carlos Lula (Saúde) e Clayton Noleto (Infraestrutura), disseram que em breve estarão na cidade para anunciar “novidades importantes”, como a possibilidade de transformar o hospital municipal em hospital regional.

“A prefeitura e o governo estadual já mantém uma parceria, a UTI Covid, que é de grande importância, e, espero, no futuro, transformar nosso hospital municipal em hospital regional, está dependendo de uma análise dos secretários Carlos Lula e Clayton Noleto. Isso tem tudo para dar certo”, explicou Aluísio Sousa.

Segundo o prefeito, o encontro na sede do governo estadual foi muito proveitoso, gerando benefícios para a população. “Sobre o parque, para nós é motivo de alegria, é um anseio da sociedade. E também vamos ser contemplados com viaturas e aumento do contingente policial, além do Mais Asfalto. Ao lado do secretário Clayton, vamos fazer uma análise criteriosa, primando pela mobilidade, para decidir os bairros que serão pavimentados”, completou.

Também participaram da audiência a secretária-chefe da Assessoria Especial do governador, Joslene Rodrigues, e o procurador-geral de Açailândia, Renan Rodrigues Sorvos.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze