Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Audiência Pública discute impactos da privatização do Sistema Eletrobrás

Publicado

em

Aconteceu nesta quinta-feira, 27, audiência pública solicitada e presidida pelo vereador Aurélio Gomes (PT), sobre os impactos da privatização da Eletrobrás, com a participação presencial e por vídeo conferência de representantes de movimentos sociais, deputados estaduais, federais e entidades relacionadas.   

O governo federal pretende vender a Eletrobrás, considerada a maior companhia do setor elétrico da América Latina. Com a venda abaixo do valor, especialistas avaliam que a conta de energia terá aumentos na ordem de 20%, o que poderá acarretar a subida de todos os produtos e serviços ao cidadão. Energia é um direito público e não deve ser tratada como mercadoria. Manter a Eletrobrás nas mãos do país é uma garantia de soberania. Entregar a empresas é deixar que elas decidam quem tem ou não direito à energia. 


A Eletrobrás (Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A), estatal conhecida popularmente como Eletronorte, foi criada em 1962, tem papel relevante na geração e transmissão de energia elétrica no Brasil. As 227 usinas da empresa correspondem a 1/3 da capacidade de geração instalada no país, gerando e transmitindo energia às populações do Amazonas, Amapá, Acre, Mato Grosso, Maranhão, Pará e Tocantins, atendendo a 15 milhões de pessoas. 

“Quem vai pagar a conta mais cara, é quem mais precisa. É o povo mais pobre! Hoje está claro que o propósito do governo federal é entregar o nosso patrimônio para o capital estrangeiro e retirar os direitos dos trabalhadores”, disse o Deputado Federal Zé Carlos (PT). 

O Deputado Federal Bira do Pindaré (PSB) afirmou que: “A energia vai ficar mais cara e quem disse isso não foi nenhum parlamentar, nenhum representante da oposição, foi a própria Aneel, que regulamenta este campo. Até o setor empresarial está preocupado com a privatização, pois vai impactar o funcionamento dos empreendimentos. Todos saem perdendo”. 

“É importante que a gente diga que tudo isso está acontecendo por conta desse governo entreguista e esta Casa tem a obrigação de atuar, porque quem vai sofrer é a população mais carente. Além da luta contra a privatização, temos o grande desafio de também lutar pela manutenção da Caema pública!”, declarou Aline Marques, do Sindicato dos Urbanitários do Maranhão (STIU-MA) durante fala na Tribuna. 

Os participantes irão buscar também apoio da bancada do Maranhão em Brasília e garantem que a luta de todos não irá parar. Imperatriz é considerada Capital Brasileira da Energia e a Câmara Municipal vai enviar requerimento para os deputados e senadores, pedindo que votem contrários a privatização e a cidade se mantenha nesta posição. 

O vereador Aurélio fez as considerações finais, agradecendo a todos que participaram de forma presencial e virtual dos movimentos sociais populares. Garantiu que irá caminhar e levar essa bandeira, que é primordial para toda a nossa região e para o Brasil, se posicionando sempre contra qualquer desmonte que prejudique o povo brasileiro.  

Participaram também da sessão, os vereadores Carlos Hermes, Flamarion Amaral, Terezinha Soares, Berson do Posto, Manchinha e Rogério Avelino. (Sidney Rodrigues / Foto: Fábio Barbosa)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

BARRA DO CORDA: Falsa médica estava trabalhando em UPA

Publicado

em

Uma mulher de 40 anos de idade foi presa preventivamente pela Polícia Civil do Maranhão na manhã desta sexta-feira (24) , pelos crimes de falsidade ideológica, falsa identidade e exercício ilegal da medicina, fatos ocorridos na cidade de Barra do Corda. O mandado de prisão foi executada por equipes da Polícia Civil de Dom Pedro e Presidente Dutra.

Segundo as investigações, a conduzida atuava como falsa médica utilizando-se de CRM pertencente a terceiro, em continuidade delitiva, além dos crimes de falsidade ideológica e falsa identidade, todos cometidos no âmbito da Unidade de Pronto Atendimento da cidade de Barra do Corda, nos meses de março e abril deste ano .

As investigações se deram no âmbito da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, unidade responsável pelo pedido de prisão da investigada. A conduzida foi encaminhada para a SEAP de Presidente Dutra onde ficará à disposição da justiça.

Continue lendo

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Educação promove confraternização entre servidores destacando a importância da empatia e amor à vida

Publicado

em

No mês de conscientização sobre saúde mental, a Secretaria Municipal de Educação preparou um café da manhã alusivo à campanha Setembro Amarelo para os servidores da pasta.

A atividade ocorreu na sede da Secretaria Municipal de Educação e abordou temas relacionados ao luto, perdas, adaptações e medos, dentre outros assuntos ligados ao contexto pandêmico atual. No acolhimento os servidores receberam uma mensagem reflexiva, com informações dos locais de ajuda, e uma “muda de planta que significa gratidão, agradecimento pela vida”.

A secretaria de Educação, Karla Janys, também participou da ação, que considerou como uma iniciativa louvável e de extrema importância nos dias atuais. Já que setembro é o mês mundial de luta pela prevenção ao suicídio e o número de adolescentes que tiram a própria vida está aumentando e silenciar esse drama pode ser fatal.

Continue lendo

Maranhão

PORTO FRANCO: Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência terá programação nesta terça, 21

Publicado

em

O Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, 21 de setembro, será  comemorado em Porto Franco, na região Tocantina, estado do Maranhão, a partir das 18h, no Espaço Cultural Waldemar Gomes Pereira, no Centro da cidade.

O momento será importante  para a reflexão sobre as políticas e ferramentas para a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

A programação especial é organizada pela Secretaria Municipal de Educação e do Centro de Apoio Pedagógico em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Palmas (APAE) e com a Associação Pestalozzi.

O evento conta com o apoio da Câmara Municipal e das Secretarias de Assistência Social e de Saúde.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze