Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Avança serviço de limpeza e aprofundamento de calha do riacho Bacuri na Vila Redenção II

Publicado

em

Depois de realizar serviços de limpeza, desobstrução e aprofundamento da calha do riacho Cacau, no Parque Alvorada II, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra, iniciou nesta terça-feira, 23, trabalho de aprofundamento do canal do riacho Bacuri, na Vila Redenção II.

A iniciativa tem o objetivo de aumentar a vazão d’água; facilitar o escoamento de águas pluviais e diminuir pontos de alagamentos provocados pela cheia do riacho Bacuri, que passa pelos bairros Vila Cafeteira, Vila Brasil, Vila Redenção II, Vila Nova e Jardim São Luís.

“Esse trabalho tem surtido efeitos positivos com o aumento da vazão d’água dos riachos, evitando o alagamento de ruas dos bairros cortados pelos córregos”, observa o secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho, que acompanha o andamento das frentes de serviços na Vila Redenção II.

Segundo ele, o serviço está sendo agilizado com a utilização de máquina retroescavadeira hidráulica, caçambas e homens das secretarias de Infraestrutura e da Limpeza Urbana, ‘força-tarefa’ que conta ainda com apoio da Defesa Civil.

Zigomar Filho assinala ainda que várias intervenções estão sendo realizadas desde o segundo semestre do ano passado para diminuir os impactos das chuvas, como o foi o caso da limpeza, desobstrução e limpeza do riacho Capivara, na Vila Ipiranga. Além disso, o município construiu drenagens profundas; duas pontes de concreto armado [Avenida Liberdade e na Rua 5]; meios-fios, sarjetas e limpezas de bocas de lobo utilizando caminhões hidrojato.

“É uma grande frente de serviços para reduzir esses transtornos das chuvas, evitando alagamentos e aumentando a vazão para escoamento de águas pluviais, incluindo a manutenção preventiva e corretivas de redes de drenagens profundas por toda Imperatriz”, concluiu. (Gil Carvalho)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Ex-prefeito Juscelino têm bens bloqueados por direcionamento e superfaturamento em obra

Publicado

em

Atendendo a pedido formulado pelo Ministério Público, em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Maranhão, em 30 de julho de 2019, a Justiça determinou a indisponibilidade dos bens do prefeito Juscelino Oliveira e Silva e de outras quatro pessoas. A indisponibilidade de bens deve se dar até o montante suficiente para garantir o ressarcimento dos danos ao erário e o pagamento de multa, com valor mínimo de R$ 302.098, 31.

Também tiveram os bens bloqueados o secretário de Infraestrutura e Urbanismo de Açailândia, Divaldo Farias da Costa; o engenheiro Rogério Rosa Lopes, da equipe da Secretaria de Infraestrutura; o então secretário de Infraestrutura de Imperatriz, Francisco de Assis Amaro Pinheiro; a Terramata Ltda e o sócio-administrador da empresa, Ricardo Barroso del Castilho.

ENTENDA O CASO

De acordo com a promotora de justiça Glauce Mara Lima Malheiros, titular da 2ª Promotoria de Justiça Especializada de Açailândia, a contratação da empresa ocorreu por meio da adesão à Ata de Registro de Preços da Concorrência Pública 006/2017, presidida pela Comissão Permanente de Licitação (CPL) de Imperatriz.

Entre as irregularidades constatadas no inquérito, estão: direcionamento do procedimento licitatório em favor da Terramata, superfaturamento das obras, favorecimento a empresas ligadas ao prefeito para execução de alguns serviços. “São diversos fatos que, analisados em conjunto, evidenciam o cometimento de atos ímprobos por agentes públicos municipais e particulares envolvidos na execução das obras”, relatou, na Ação, a promotora de justiça.

O Ministério Público constatou que as irregularidades aconteceram desde o pedido de adesão pelo Município de Açailândia à Secretaria de Infraestrutura de Imperatriz. Conforme o edital do certame, órgãos ou entidades que desejassem fazer uso da ata de registro de preços deveriam encaminhar solicitação para a Superintendência da CPL de Imperatriz, que teria a competência para permitir ou não o ingresso do solicitante.

“A Administração Municipal de Açailândia, atropelando as regras do processo de adesão e objetivando direcionar o procedimento licitatório, resolveu buscar a autorização diretamente junto ao secretário municipal de Infraestrutura, Transportes e Serviços Públicos de Imperatriz”, observou a promotora Glauce Malheiros.

Outras irregularidades na execução dos serviços foram identificadas por meio de vistorias do Núcleo de Assessoria Técnica do Ministério Público, Instituto de Criminalística de Imperatriz e Delegacia de Polícia Civil de Açailândia.

As investigações verificaram que os bloquetes utilizados na pavimentação das ruas pela Terramata teriam sido fornecidas por empresas vinculadas ao próprio prefeito de Açailândia. “Um dos imóveis destinados ao armazenamento dos bloquetes está vinculado à empresa Steel Estruturas e Metais, a qual consta como sócio- administrador o prefeito Juscelino Oliveira e Silva e seu filho Giuliano Gregory Santos Oliveira e Silva”, relata o texto da Ação Civil.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Mediações da BR-010 recebem limpeza

Publicado

em

Iniciado no começo dessa semana, o mutirão de serviços do Arrastão da Limpeza segue sendo realizado na BR-010. Nesta terça-feira, 20 de abril, os agentes da Prefeitura de Imperatriz realizam o roço dos canteiros centrais da via, além de paliação de montes. O trabalho que é executado por intermediação da Secretaria de Limpeza Pública, SLP, conta ainda com varrição manual, remoção de entulhos e de pontas de lixo, entre outras ações. O serviço também segue na avenida Pedro Neiva de Santana e no Colégio Militar.

“As frentes de serviços precisam trabalhar com ações continuas, para garantir a limpeza da cidade. Em especial em vias longas, como é o caso da BR-010, onde mais trabalhadores são necessários para concluir as ações. As equipes da SLP também atuam em outros setores, dinamizando e dando mais abrangência às ações de limpeza”, destaca Alan Johnes, secretário de Limpeza Pública.

Equipes realizam a coleta de resíduos sólidos domiciliar, hoje atuam em todos os bairros no sentido da avenida Pedro Neiva de Santana. Já as de manutenção de praças atuam na do Seu Osvaldo, Sagrada Família, Felipe Gregory, Evangelho, Voz, Frei Damião, Calango, Vila Davi, Turismo, Bíblia e Antiga Rodoviária.

Ainda nas ruas Pernambuco, Ceará e Rafael de Almeida, as frentes de serviços de remoção de entulhos e de pontas de lixo seguem trabalhando. Medida é fundamental para evitar o ressurgimento dos lixões à céu aberto que tanto incomodavam a população em gestões anteriores. Por sua vez, as equipes responsáveis pelo trabalho de poda e remoção de gralharias e resíduos verdes, atuam nos bairros Vila Davi, Vila Vitória e Centro.

Outra importante ferramenta do município para garantir a limpeza da cidade é o Cata Treco. A iniciativa atua no recolhimento de móveis velhos e outros bens inutilizáveis, por meio de agendamento prévio. A ferramenta que impede o descarte dos resíduos em locais irregulares, hoje cumpre cronograma nos bairros Vila Nova, Parque Alvorada, Parque do Buriti, Parque Amazonas, Vila Ipiranga, Vila Maderminia, Santa Inês, Vila Vitória e Parque Vitória.

Para solicitar qualquer um dos serviços da SLP, a secretaria disponibiliza o número de telefone (99) 99162-6101, de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. O Cata Treco possui prazo de três dias úteis, contando a partir da data do agendamento, até o recolhimento dos trecos. Já o recolhimento de entulhos e gralharias possuem prazo de até sete dias úteis, pois são atividades realizadas por outras equipes.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Mais de 40 mil doses de vacina contra Covid-19 já foram aplicadas

Publicado

em

A Prefeitura de Imperatriz registra até 20 de abril a aplicação de 40.581 vacinas contra a Covid-19 na cidade, número que representa a imunização de 28.945 pessoas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), considerando que esse número tomou a primeira dose do imunizante e 11.636 destes já compareceram para tomar o reforço.

A população da cidade tem número aproximado de 259.337 pessoas, de acordo com o IBGE, ou seja, cerca 11,16% da população está sendo imunizada contra a doença neste momento. A porcentagem demonstra dobro dos casos confirmados, levando em conta os 14.241 laudos positivos confirmados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, do Governo do Estado, no boletim de hoje.

Os dados do Núcleo de Enfrentamento à Covid-19, da Divisão de Vigilância em Saúde apontam que até o momento foram enviadas 49.430 vacinas contra a Covid-19, sendo 36.920 do tipo Coronavac e 12.510 da Oxford. Diante desse quantitativo, foi preciso estabelecer públicos prioritários para atender a demanda de Imperatriz entre as categorias preconizadas pelo Plano Nacional de Imunização, sendo definido inicialmente profissionais de saúde na linha de frente no hospital Macrorregional, Materno Infantil, de Campanha do Município, UPA’s municipal e estadual e os quatro ambulatórios que atendem pacientes com sintomas iniciais de Covid. Na segunda fase, foram atendidos idosos por faixa etária em ordem decrescente, com agendamentos (hoje estão sendo vacinados os de 65 anos e foram antecipadas as vacinações dos profissionais de segurança e da educação). Na terceira fase será a vez das pessoas com comorbidades.

“Estamos hoje com 06 pontos de vacinação, 04 para idosos (02 drive-thru e 02 fixos) e mais duas equipes que vão nas residências para quem não tem condições de mobilidade. Hoje demos início à imunização dos profissionais da educação, mas só foram recebidas 170 doses de vacinas do estado, sendo que são mais de 1000 doses só para os professores do município. Foi montada uma estratégia para atender a todos, mesmo com pouquíssimas doses e na medida que formos recebendo mais vacinas, iremos aplicando”, explicou Mariana Jales, secretária de Saúde, na Câmara de Vereadores, onde apresentou dados e informações sobre as doses e a vacinação contra a Covid-19.

A vacinação segue com a aplicação de 1ª dose nesta quarta-feira, 21. Porém, pelo quantitativo em estoque, a faixa etária de 64 anos contempla apenas mulheres nesse primeiro dia.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze