Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Cai número de acidentes no Centro

Publicado

em

O relatório de atendimento divulgado pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) – 192 regional de Imperatriz -, demonstra queda nas ocorrências de acidentes de trânsito em quase 3% na área central da cidade, resultado de investimentos realizados em sinalização, educação e fiscalização de trânsito.

A expectativa é que os índices diminuam ainda mais depois da implantação dos dispositivos de videomonitoramento, área azul, lombadas eletrônicas, educação para o trânsito e aumento do efetivo de agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran.

De acordo com o SAMU, foram realizados 15.349 atendimentos, sendo que, 2.506 relacionados a acidentes de trânsito, ou seja, representou 16,32% do percentual de ocorrências atendidas em 2019.

Dos acidentes, 89% envolveram condutores e passageiros de motocicletas na faixa etária de 13 a 29 anos e 63% do sexo masculino. A maioria das ocorrências ocorreu durante o período vespertino: 36%. Durante os finais de semana o índice de acidentes chega a 34%.

Os locais que mais ocorreram acidentes foram o Centro (399 acidentes) ; BR-010 (238 acidentes); Nova Imperatriz (213 acidentes); Bacuri (208 acidentes); Santa Rita ( 120 acidentes) e Avenida Pedro Neiva de Santana (85 acidentes).

No geral, foram registrados 3.136 acidentes com vítimas e 22 óbitos. Em comparação com o ano passado, o índice de acidentes caiu 2,44% no Centro e 13,45% no perímetro da BR-010; redução de 3,25% na região do Bacuri e de 8,39% no grande Santa Rita. A redução do número de acidentes de trânsito no âmbito geral foi de 1%. (Gil Carvalho)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Decretos que tratam de medidas de prevenção ao novo coronavírus são prorrogados

Publicado

em

Prefeitura de Imperatriz publicou nesta segunda-feira, 01, documento que prorroga até dia 06 de abril os termos estabelecidos nos decretos municipais nº 19/2020; 21/2020; 23/2020 e 24/2020, que tratam das iniciativas emergenciais de enfrentamento ao novo coronavírus, Covid-19. As medidas tratam de ações restritivas e procedimentos temporários que visam a prevenção do contágio da doença no município. 

Também fica estabelecido que as secretarias e órgãos municipais podem emitir portarias de acordo com suas demandas e necessidades. Os departamentos poderão especificar as medidas administrativas que sejam necessárias para implantar e identificar a execução de suas atividades, para o cumprimento do decreto.

De acordo com o prefeito Assis Ramos, a prorrogação foi decidida no sentido de minimizar o quadro de possíveis contaminações na população. “Estamos tentando conter um cenário de contaminação em massa. É um momento de crise, então as tomadas de decisões sobre flexibilizar ou endurecer as medidas são avaliadas constantemente, juntamente com os profissionais da saúde, associações comerciais e da indústria”, explicou. 

Ainda segundo o gestor, setores de serviços essenciais vão continuar atuando, seguindo as precauções sanitárias estabelecidas, como farmácias, supermercados, oficinas mecânicas, lojas de materiais de construção e entre outros indispensáveis. Para conferir o decreto, acesse: AQUI

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Cresce o número de denúncias de violência contra a mulher

Publicado

em

O Brasil já deu importantes passos para combater a violência contra a mulher. Infelizmente, mesmo com a Lei Maria da Penha e o aumento da rede de enfrentamento, o número de notificações de violência contra a mulher em Imperatriz cresceu mais de 50 % comparado ao mesmo mês do ano passado, 2019. 

Os dados são do Centro de Referência de Atendimento à Mulher – CRAM, serviço da Secretaria Municipal de Políticas para Mulher – SMPM, por meio de oficio recebido dos serviços da Rede de Atendimento, Delegacia Especializada da Mulher, Vara da Mulher, Ministério Público, Defensoria Pública e Central de Inquéritos e Custódia.

De janeiro até março deste ano, foram 190 denúncias e 61 só nos últimos 30 dias. “Tivemos um crescimento maior se comparado ao mesmo mês do ano passado, porém ficamos mais encorajadas por saber que mais mulheres estão buscando por ajuda, o que já é um grande passo para a mudança, mesmo é uma situação tão triste”, explica a secretária Edna Ventura. 

O crescimento do número de denúncias é resultado da ampliação da divulgação dos canais de denúncias. Essa é a avaliação que faz a coordenadora do CRAM Sueli Barbosa, que destaca também, o trabalho da rede de enfrentamento que diariamente se mobiliza para informar e orientar mulheres e sociedade em geral. 

“É uma luta diária, e agora devido à pandemia do novo coronavírus e o confinamento, infelizmente, a violência contra a mulher pode aumentar em nossa cidade, por isso toda nossa equipe está intensificando os canais de denúncias e apoio, como também prestando informações e orientações às mulheres que buscam por socorro”, afirma Sueli.

Ainda segundo a coordenadora, todos os atendimentos e serviços de apoio às mulheres em situação de violência, estão funcionando normalmente, porém atendendo as recomendações sanitárias para a não proliferação do Covid-19. Este serviço está sendo realizado por meio tele atendimento. 

“O isolamento social não justifica violência contra mulher. É preciso denunciar e nós estamos de plantão para atender qualquer ocorrência. Vale ressaltar também que a Casa Abrigo está recebendo essas mulheres”, informa Edna.  

Segundo dados da Sociedade Mundial de Vitimologia 23% das mulheres brasileiras sofre algum tipo de violência. Cerca de 70% destas acontecem dentro de casa, sendo que o agressor é o próprio marido ou companheiro, tornando o Brasil um dos países que mais pratica violência doméstica contra mulher.  

Denúncias podem ser feitas pelos seguintes números: (99) 99193-1717 / 99123-4638 / 99204-7925. É disponibilizado também em todo território nacional o 180 em casos de violência doméstica contra mulheres e o 190 da Polícia Militar.

Continue lendo

Maranhão

Sobe para 62 casos confirmados de coronavírus no MA

Publicado

em

Subiu para 62 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Maranhão, segundo informações divulgadas pelo governador Flávio Dino, nesta quarta-feira (1º), por meio de uma rede social. O último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) apontava um total de 754 casos monitorados e 1.247 casos descartados. Seis maranhenses diagnosticados com a doença conseguiram se recuperar.

Nas redes sociais, Flávio Dino chamou atenção para as medidas preventivas tomadas no estado. “Estamos enfrentando um inimigo grave e real: o coronavírus. Próximo boletim da Secretaria de Saúde vai registrar crescimento de casos. Reforço o apelo por medidas preventivas. Dependemos da consciência e engajamento de todos para evitar mortes e sofrimentos”, publicou.

Segundo o boletim mais recente da SES, 31 pacientes com Covid-19 continuam sendo monitorados por equipes do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS). Dos casos, três estão internados em um hospital particular da capital e dois em um da rede estadual de saúde.

Continue lendo
publicidade