Os 10 tipos de infrações de trânsito mais cometidas por motoristas em Imperatriz, no primeiro semestre de ano, foram divulgados nesta quinta-feira, 05 de setembro, pelo setor de estatística do Grupo Tático de Trânsito – GTT -, da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran. Os dados revelam que, embora tenha sido realizado trabalho eficaz de educação e de fiscalização, condutores lideram o ranking de autuações por estacionar em fila dupla.

De acordo com o agente de trânsito Josennildo Rêgo, somente no período de janeiro a junho foram emitidas 2.569 multas, o que representa 17% do percentual de ocorrências em Imperatriz. O motorista que estaciona em fila dupla desrespeita o artigo 181, do Código de Trânsito Brasileiro, CTB. A multa é de R$ 195,23.

O condutor que deixa de usar o cinto de segurança é o segundo tipo de infração de trânsito com aplicação de 1.982 autuações, totalizando 13% das notificações; estacionar em vaga de carga e descarga é o terceiro tipo de ocorrência com 1.662 multas aplicadas.

“Outra infração muito cometida é estacionar em local e horário proibido, liderando a quarta posição no levantamento realizado pela Setran, com 1.323 multas, 9% das ocorrências”, conta o agente Josennildo Rêgo ao ressaltar que, em quinto lugar, ficou dirigir veículo segurando ou manuseando telefone celular. Foram 1.206 multas (gravíssimas) aplicadas. A penalidade é de R$ 293,47, de acordo com o Artigo 252, do CTB.

Na lista, consta ainda, em sexto lugar, dirigir veículo utilizando-se de calçados que não se firmem nos pés. Foram cometidas 1.003 infrações; em sétima posição avançar sinal vermelho do semáforo com 851 infrações; oitava posição estacionar em vagas de idosos e deficientes com 472 infrações; transitar pela contramão 379 autuações e estacionar no passeio (calçada) 356 notificações.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.