Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Contadores dizem que Prefeitura dificulta e entrava abertura de novas empresas

Publicado

em

Foi realizada pelo Sindicato dos Contabilistas de Imperatriz na manhã desta terça, 29, tribuna popular que tratou sobre a qualidade no atendimento aos contadores na Secretaria Municipal de Fazenda de Imperatriz (SEFAZ).

Odaias Lima, representante do sindicato dos contabilistas tratou sobre o assunto e deixou claro que quem comanda a SEFAZ não conhece a realidade e as dificuldades que os profissionais passam ou as necessidades que a categoria tem. De acordo com ele o papel dos profissionais é o de prestar o serviço de auxilio na arrecadação dos tributos e não se arrecada sem contabilidade, mas o que parece é que a secretaria não entende isso. Não dá o valor a quem fomenta os recursos que mantém a máquina pública, falta respeito, consideração, prestam serviço publico sem sequer ouvirem quem gera receita através dos empreendedores que compram, vendem, geram serviço, geram riqueza e os recursos que pagam os salários inclusive dos entes, servidores e toda a prefeitura.

Ele informou que pela primeira vez buscam ajuda da Câmara, pois mais de 80% das empresas da cidade não tem alvará de funcionamento, e isso acontece por que o município não interessa em arrecadar e entrava os processos, está desgovernada e para cada secretaria existe um dossiê para se abrir uma empresa. O que o sindicato pede é que seja criada uma documentação única, para que todas recebam uma documentação ao mesmo tempo e agilize todos os processos.

“Não é possível que uma secretaria não se comunique com a outra, nós vivemos na era da tecnologia, mas é necessário um calhamaço de papel para o meio ambiente, outro para a defesa civil, outro para a vigilância sanitária, outro para a Sefaz, outro para planejamento e o empresário fica enforcado. Os funcionários não tem compromisso e ninguém agiliza nada, sempre há uma falta de vontade de atendimento. Ou não sabem o que é ser servidor publico ou não gostam do trabalho. Nunca existe uma resposta positiva, sempre é não, como se estivéssemos pedindo favor ao município, entravando assim a arrecadação. Se preciso tirar uma regularização de ITBI são necessários 10 dias para se fazer a vistoria para levar arrecadação para a cidade e não é só com o contador, mas com todas as pessoas de todos os seguimentos. O empresário que tem juízo não vem para o Maranhão, pois pra se conseguir uma licença, quando uma papelada está pronta, a outra já venceu… isso não é admissível, pedimos que nos ajudem!”

Odaias disse também que recentemente foi comprado um programa milionário para a Sefaz, mas esse não se comunica com o sistema anterior, pois ele não migra o banco de dados e é necessário cada contador levar todos os documentos novamente. Mesmo com cartão de CNPJ chancelado, requerimento com firma reconhecida e histórico anterior, não conseguem trabalhar, pois o programa que lá existe só serve para tirar nota e isso emperra tudo.

O governo federal esta implantando o programa SIM em todo o Brasil e a lei da Liberdade Econômica foi sancionada, mas a Sefaz não tem interesse de fazer funcionar aqui. “Não podemos contar com ninguém ou procurar quem responda. Ou não estão ou não podem atender. São servidores públicos e não atendem ninguém da forma correta. Gente que recebe recurso público agindo de acordo como lhes convém. Por isso as empresas funcionam sem licença.        Quatro, cinco secretarias analisando a mesmo empresa, precisamos urgentemente de ajuda”.

O representante dos contadores encerrou dizendo que as mazelas são muitas, mas o que eles pedem é ajuda, para que o município siga o exemplo do Governo Federal que faz isso para agilizar os processos e gere emprego e renda. Para ele é inadmissível que a segunda maior cidade do estado tenha secretários importados de outros estados ou municípios, “É um absurdo, gente que não conhece a cidade nem suas dificuldades, precisamos de gente é daqui. É por isso que chegamos lá e o secretário não nos atende. Na gestão passada mesmo andando devagar existia respeito conosco e tinha quem nos recebesse e resolvesse as coisas”, finalizou.

O presidente José Carlos Soares (Patriota) encerrou a Tribuna dizendo que essa situação atrapalha todo o sistema econômico da cidade, certidões não saem e criam dificuldades para vender facilidades. “Querem matar os contribuintes, pessoas direitas sofrem com a corrupção e as coisas erradas. A cidade não é do prefeito e não iremos aceitar isso. Devem ser nomeadas pessoas competentes e compromissadas com o progresso e desenvolvimento da cidade. Iremos fazer nossa parte para que isso mude imediatamente”, disse. (Sidney Rodrigues)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Sine Municipal já realizou mais de 60 mil atendimentos em 2020

Publicado

em

No primeiro semestre, o Sine Municipal de Imperatriz registrou a marca de 67 mil atendimentos realizados na cidade. Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, Covid – 19, os trabalhos do órgão foram mantidos para garantir o atendimento de toda população.

Esses atendimentos dizem respeito ao encaminhamento para vagas no mercado de trabalho, convocações e seleções, entre outros serviços. Só de trabalhadores cadastros no sistema do Sine, são 49.457. Vale ressaltar que o Sine Municipal também atende pessoas de outros municípios.

O horário de funcionamento é das 8h até às 12h, de segunda-feira à sexta-feira. Para a solicitação do Seguro Desemprego, o trabalhador deve ter em mãos RG, CPF, Carteira de Trabalho e Requerimento do Seguro Desemprego (quem não possui, pode solicitar ao seu empregador).

O Sine Municipal está localizado na rua Coriolano Milhomem, sala anexa ao Estádio Frei Epifânio, no Centro.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Iluminação da nova Rua Cauamé no Parque Santa Lúcia recebe modernização

Publicado

em

Após receber obras de pavimentação em bloquetes, meios-fios e sarjetas, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra, inicia trabalho de modernização do sistema de iluminação pública da Rua Cauamé, no Parque Santa Lúcia.

Objetivo é substituir antigas luminárias de vapor de sódio pelas econômicas e eficientes lâmpadas de LED que oferecem mais luminosidade e segurança aos moradores da Rua Cauamé. “Esse trabalho é essencial à população, pois gradualmente o município tem feito à modernização do sistema de iluminação pública de ruas e avenidas de Imperatriz”, garante o secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho.

Ele informou também que o município modernizou para LED a iluminação da movimentada Avenida das Constelações, via de acesso a faculdades, órgãos da justiça e a diversos outros bairros.

“Essa avenida foi recentemente ampliada e recapeada pela Prefeitura de Imperatriz. Além disso, recebeu nova sinalização viária com divisão de fluxo, instalação de tachões refletivos e placas de regulamentação realizada pelas equipes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran”, destacou.

A Prefeitura expandiu ainda a iluminação de LED para a Avenida Tapajós, interligando a Avenida Itaipu, no Parque Santa Lúcia. Obra beneficiada centenas de moradores com a substituição das antigas lâmpadas de vapor de sódio. 

Vila Independência

A Prefeitura de Imperatriz entregou ainda a obra de modernização do sistema de iluminação pública das ruas do Parque Independência, substituindo as antigas luminárias, passando a oferecer mais luminosidade e segurança à população. As ruas do bairro também receberam reforço da sinalização viária.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Agentes de trânsito reforçam ações de fluidez de veículos na Beira Rio

Publicado

em

Em virtude do intenso movimento de veículos durante os finais de semana no circuito da Avenida Beira Rio, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran, deslocou agentes para reforçar ações de orientações e fluidez de veículos para reduzir congestionamentos na Avenida João de Deus Fiquene.

De acordo com o coordenador de Trânsito, Raimundo Santos, o R. Santos, trabalho consiste na travessia segura de pedestres, passagens de veículos, desobstrução de via e evitar estacionamento irregular de fila dupla no circuito da Beira Rio. “Essa medida visa orientar os motoristas para evitar congestionamentos por causa do grande fluxo de pessoas que se desloca durante os fins de semana para cá”, ressaltou.

Segundo ele, a fiscalização de trânsito também é realizada com o reforço no patrulhamento em todo o entorno de ruas e avenidas do circuito da Beira Rio, como por exemplo, na Rua XV de Novembro. Objetivo é evitar o excesso de velocidade de veículos e motoristas dirigindo sob efeitos de bebida alcoólica ou drogas.

Em apoio ao cortejo religioso realizado neste domingo, 18 de outubro, na igreja Nossa Senhora Aparecida, no setor Entroncamento, agentes de trânsito deram apoio ao evento com deslocamento de viaturas para reforço da segurança viária dos fiéis durante o trajeto da procissão no bairro.

Devido à pandemia, a procissão teve que ser totalmente modificada para evitar os riscos de contaminação pela Covid-19. Porém, em ato de fé e devoção, fiéis acompanharam a procissão que saiu da igreja Nossa Senhora Aparecida, no Entroncamento.

História da padroeira do Brasil

A aparição da imagem de Nossa Senhora de Aparecida ocorreu em 1717, época das Capitanias Hereditárias. O governante das capitanias de São Paulo e Minas de Ouro estava de passagem pelo Vale do Paraíba, mais precisamente por Guaratinguetá. Animados com a visita, o povo daquela localidade resolveu fazer uma festa de boas-vindas e para isso chamaram três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso para lançar as redes no rio e pescar bons peixes.

O fato era que, naquela época, meados de Outubro, não era tempo de peixes. Porém, como não podiam contradizer o pedido, rezaram pela proteção e benção da Virgem Maria e de Deus para que pudessem voltar à terra firme com fartura. Depois de inúmeras tentativas sem sucesso, eis que surpreendentemente eles pescaram o corpo de uma imagem. Curiosos, lançaram novamente as redes e “pescaram” uma cabeça que se encaixou perfeitamente ao corpo. Depois deste encontro, que nos dias de hoje é representado em todo o Brasil no dia 12 de outubro emocionando os fieis, o barco se encheu tanto de peixes que ele quase virou!

Continue lendo
publicidade Bronze