Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: CPI da Saúde faz primeira diligência no Hospital Socorrão

Publicado

em

 Os vereadores Aurélio (PT), Adelino (SDD), Carlos Hermes (PCdoB), Bebé Taxista e Ditola (ambos do PEN), estiveram na manhã desta sexta (21), realizando a primeira diligência no Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão), de acordo com requerimento enviado ao executivo da Comissão Especial de Inquérito (CEI) – a chamada CPI da Saúde -, que investiga supostas irregularidades em processo de dispensa de licitação e de contratação de serviços de manutenção de equipamentos pela Secretaria Municipal de Saúde à empresa Catho Gerenciamento Técnico de Obras e Serviços.

Os membros iniciaram um cadastramento com todos os equipamentos e instrumentos cirúrgicos que dentro dos ambientes hospitalares do Socorrão recebem a manutenção da empresa Catho, seja ela preventiva ou corretiva, e as que necessitam de reparo, troca de peças, substituição ou como é a determinação dos contratos. Fizeram a identificação dos maquinários, solicitaram as notas fiscais desses serviços de manutenção e as ordens de pagamento de todas, para que se faça o comparativo de valores e identificar a necessidade ou não desse equipamento receber determinado reparo.

“Como eles sabiam que viríamos hoje, aparentemente deram uma preparada e nós sabemos que isso iria acontecer. Já identificamos os equipamentos que estão carentes de reparos que não foram feitos, mas o principal levantamento é a diferença de valores em um mesmo tipo de serviço, a disparidade entre o primeiro contrato com dispensa de licitação e o segundo com pregão presencial. Valores diferenciados para a mesma coisa”, informou o vereador Carlos Hermes.

Inicialmente será solicitado à tesouraria da secretaria municipal de saúde todas as notas fiscais e ordens de pagamento. Será feito um comparativo do que foi pago e o que foi executado para no final da análise dizer se houve superfaturamento ou desrespeito ao erário publico.

O contrato fala de ambientes hospitalares, mas muitos equipamentos não estão funcionando, como a máquina de ressonância que se encontra quebrada desde março de 2018. A Catho deveria fazer o reparo, não o fez, mas continua recebendo um valor aproximado de quarenta mil reais por mês para dar manutenção em duas impressoras que trabalham com a expedição de película de imagem. A comissão irá buscar juridicamente a responsabilização disso.

Os trabalhos eram realizados de forma ordeira e organizada, com coordenadores e auxiliares prestando os esclarecimentos, mas em determinado momento surgiu um pequeno tumulto com a chegada do procurador Geral do Município, Rodrigo do Carmo, que exigiu documentos protocolados, prazos para resposta do município e que fosse limitada a quantidade de vereadores nas alas cirúrgicas e de UTIs, fato que foi logo contornado, com os parlamentares concordando e dando continuidade nas atividades.

Em relação aos locais com restrição de acesso, os vereadores Ditola e Carlos Hermes verificaram as unidades adultas, infantis e o Centro Cirúrgico, respectivamente. No centro cirúrgico se percebe uma situação mais equilibrada em termos de equipamentos, mas existe necessidade de manutenção e reparo em alguns. “A empresa não soube apresentar o período em que esses equipamentos já haviam recebido manutenção preventiva, ou corretiva. O pagamento continua sendo feito, mas os serviços parecem não estar sendo executados a contento. Iremos saber quando recebermos as notas fiscais, as ordens de pagamento com o objeto de cada serviço e vamos fazer a análise comparativa do setor privado com a tabela SUS”, disse Hermes.

Constatações

A máquina de Raios-X encontra-se em manutenção, pois está sendo trocado o tubo e o comando. O equipamento já fez 50 mil atendimentos e existe essa necessidade. O aparelho é importado e a partir de segunda estará sendo instalado. Fios e cabos expostos chamaram a atenção dos parlamentares, mas de acordo com o Coordenador da Catho, Sr. Arcelino Brito os fios não podem ser embutidos pela necessidade de deslocamento do maquinário. Em relação à impressão de películas, foi substituída por papel, por ser mais rápido e barato.

O bloco adulto tem vinte UTIs, destas, dezenove estão ocupadas e funcionando, uma está em manutenção. De acordo com a coordenadora da UTI Leiane Carreiro, em abril de 2017 haviam somente sete leitos funcionando.

No Socorrinho são dez UTIs, existem oito ocupadas, seis normais e duas para isolamento (contaminações), duas estão sem o respirador, mas funcionando.       

Mesmo todos os membros sendo comunicados e avisados da diligência, só compareceram os que assinaram pela abertura da CPI.

“O presidente Hamilton Miranda e o relator Fábio Hernandez não compareceram, os outros integrantes a cidade toda já sabe quem são e os motivos dá ausência não sei informar, mas estaremos realizando as tarefas da comissão da mesma forma que foi aqui hoje; com coordenadores normalmente nos entendendo e de nossa parte muita cordialidade e respeito com os servidores. Fiscalizaremos o que a CPI tem que investigar que é o contrato da manutenção da Catho em todos os locais onde é de responsabilidade da empresa: Socorrão, Socorrinho, na lavanderia, no Centro de Especialização Odontológica, na UPA do Parque São José, no Complexo de Saúde pública no Parque Anhanguera, no Centro de Zoonose e em onde o contrato de manutenção estiver vigente. Vamos mostrar para cidade o que realmente está sendo feito e o que não está e se está certo ou errado”, finalizou o vereador Ditola. (Sidney Rodrigues)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

SÃO LUÍS: Homem é preso após se masturbar em público enquanto mulher fazia exercícios físicos

Publicado

em

Um homem, de 33 anos, foi preso na manhã deste sábado (23), na praia da Ponta d’Areia, em São Luís, após ser flagrado se masturbando no local.

Uma equipe do grupamento de Guarda-Vidas, da Guarda Municipal de São Luís, ao ser acionada, imediatamente efetuou a captura do suspeito, natural do Piauí, que foi apresentado no Plantão Central de Polícia Civil das Cajazeiras.

De acordo com informações dos guarda-vidas, uma mulher estava fazendo exercícios físico na praia, nas proximidades de um hotel, quando avistou o homem se masturbando. As guarnições, então, depois de tomarem conhecimento do caso, fizeram diligências na área e localizaram o suspeito, que foi reconhecido pela testemunha. Duas equipes de patrulhas participaram da missão, que utilizaram dois quadriciclos para a operação de busca em toda a orla marítima.

Localizado, o homem foi encaminhado por uma guarnição da Guarda Municipal de São Luís, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), até o Plantão Central das Cajazeiras. (iMirante)

Continue lendo

Maranhão

Saiba quantas doses cada município do Maranhão vai receber da AstraZeneca

Publicado

em

O Governo do Maranhão recebeu, no início da tarde deste domingo (24), o primeiro lote da vacina de Oxford/AstraZeneca enviado pelo Ministério da Saúde. São 48.500 doses que serão distribuídas por todo o estado, à medida que os municípios alcançarem 70% de doses aplicadas da CoronaVac.

Clique AQUI e saiba quantas doses cada município do Maranhão vai receber neste primeiro lote.

Continue lendo

Maranhão

Governo do Maranhão recebe primeiro lote da vacina de AstraZeneca com 48.500 doses

Publicado

em

O Governo do Maranhão recebeu, no início da tarde deste domingo (24), o primeiro lote da vacina de Oxford/AstraZeneca enviado pelo Ministério da Saúde. São 48.500 doses que serão distribuídas por todo o estado, à medida que os municípios alcançarem 70% de doses aplicadas da CoronaVac.

Com a chegada do novo lote de vacinas, o governador Flávio Dino anunciou que será acrescentada uma nova diretriz ao Plano Estadual de Vacinação do Maranhão. “Além dos profissionais de saúde, estamos orientando aos municípios que, com a chegada da nova remessa de vacinas, haja disponibilização também para os pacientes que estão em tratamento de radioterapia, quimioterapia e hemodiálise, mediante apresentação de laudo e autorização médica, pois são pacientes que podem ter um caso mais grave da Covid-19 e estão submetidos compulsoriamente a uma rotina hospitalar”, afirmou o governador.

O envio de novos lotes de vacinas aos municípios será condicionado ao lançamento no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, de pelo menos 70% das vacinas aplicadas na etapa anterior, ou de apresentação de justificativa para eventual não cumprimento da meta. Até o momento, 27 municípios maranhenses atingiram a meta de 70% de aplicação da Coronavac.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a medida é uma orientação do Ministério da Saúde. “A ideia é que não haja duas vacinas no mesmo local, ninguém terá opção de escolher a vacina e as pessoas simplesmente serão vacinadas. E diferente da CoronaVac, não iremos fazer a reserva das vacinas da AstraZeneca, como a aplicação dela é só daqui a 120 dias vamos usar todas as doses já nesta primeira etapa, então, as 48.500 doses irão imunizar 48.500 pessoas”, destacou o secretário Carlos Lula.

Mais doses

A Anvisa aprovou, na última sexta-feira (22), a distribuição de 4,8 milhões de doses da CoronaVac, porém, o Butantan dispõe de apenas 900 mil doses prontas. Dessa forma, o Maranhão deve receber aproximadamente mais 10 mil doses nos próximos dias do Ministério da Saúde. A chegada das novas doses trará mais celeridade ao processo de imunização contra a Covid-19 no Maranhão. (Foto: Julyane Galvão)

Continue lendo
publicidade Bronze