Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Estudo arqueológico na área do aterro sanitário deve começar nas próximas semanas

Publicado

em

Para cumprir os procedimentos legais de implantação do Aterro Sanitário de Resíduos Sólidos de Imperatriz, a Prefeitura inicia nas próximas semanas um estudo arqueológico da área onde será construído o empreendimento. Em reunião no Complexo Administrativo Doutor Carlos Gomes de Amorim, Rua Rafael de Almeida Ribeiro, 600 São Salvador, o projeto do estudo arqueológico foi apresentado à equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semmarh. 

O estudo de arqueologia é uma exigência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Iphan, autarquia federal vinculada ao Ministério do Turismo que responde pela preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro.

“Este é mais um item exigido na licença de instalação do aterro sanitário que o município está concluindo. A empresa já foi contratada e está dando inicio aos trabalhos com a apresentação do projeto, posteriormente as pesquisas do local pra que possa se dá prosseguimento à obra. É importante frisar que o município tem a preocupação desde o inicio de fazer tudo conforme a legislação pra que não tenhamos nenhum imprevisto futuro”, informou a secretária Rosa Arruda.

A titular da Semmarh reforçou ainda que “além dos estudos arqueológicos, temos vinte e quatro planos que estão sendo elaborados e tão logo sejam concluídos todos os itens dos planos e do Iphan estaremos aptos a entrar com o pedido de licença de instalação do aterro sanitário. Acreditamos que nos próximos sessenta dias já tenhamos todo esse material em mãos pra dá prosseguimento na solicitação da licença”.

O estudo ficará sob responsabilidade da empresa Alto Uruguai Engenharia e Planejamento. O projeto consta de avaliação pra identificação de áreas que sejam possíveis de sitio arqueológico, que venha evidenciar ocupações do passado que ocorreram, tanto na pré-história quanto na história.

“Através do trabalho de arqueologia vamos obter uma larga quantidade de informações da existência ou não acerca de práticas, valores e estruturas das sociedades antigas na área em que será construído o aterro sanitário. Vale ressaltar também que os estudos arqueológicos, além de umas das etapas pra licença de instalação da obra, são fundamentais para averiguar a cultura regional”, disse a arqueóloga Samara Raquel Santos, coordenadora de campo dos estudos.

Uma equipe com cerca de 10 profissionais irão atuar nas pesquisas, iniciando com um projeto avaliativo de prospecção, onde será identificada a linha de encaminhamento na área do empreendimento e o trabalho em subsuperfície, perfuração de poços testes para verificação do material da superfície e da camada que fica abaixo da superfície.

Para construção do Aterro Sanitário de Resíduos Sólidos de Imperatriz, já foram realizados Estudos de Impactos Ambientais e Relatório de Impacto Ambiental, EIA/RIMA, processo de Licenciamento Ambiental do Aterro Sanitário, junto à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Sema, com aprovação em audiência pública com representantes de diversos seguimentos da sociedade e moradores das comunidades próximas da área, e emissão da Licença Ambiental Prévia, LP.

O município também está atuando na Elaboração dos Estudos Ambientais requeridos pelo órgão competente do estado para o atendimento das condicionantes da Licença Prévia, LP, dentre elas, a elaboração do Plano Básico Ambiental, PBA, que contempla 24 programas ambientais e estudo arqueológico para implantação do aterro sanitário. O próximo passo será a obtenção da Licença Ambiental de Instalação, LI, e em seguida Licença de Operação, LO.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Mais de 1.000 idosos já foram vacinados contra a Covid-19 em suas casas

Publicado

em

A Prefeitura de Imperatriz vacina contra a Covid-19, nesta segunda-feira (08/03), idosos a partir de 80 anos, acamados ou com dificuldades de locomoção, em suas casas, e pelo sistema drive-thru montado na Universidade Ceuma desde 18 do mês passado. 

Já foram ministradas 1.547 doses em domicílio para idosos acamados, nas instituições de longa permanência na cidade ou no ponto do vacinação.

Na última quinta-feira, por ter atingindo a meta de vacinação imposta pelo Governo do Estado, Imperatriz recebeu mais 1.150 doses, D1. Deste total, 173 são destinadas aos trabalhadores de saúde, e 977 aos idosos de 80 a 84 anos que começam a ser aplicadas a partir de segunda-feira, 8. Idosos já devem aproveitar e fazer seu cadastro em imperatriz.ma.gov.br/vacina. Selecionando o meio drive-thru ou acamado.

Os idosos podem ir até o local de carro, para receber a dose pelo sistema drive-thru, ou a pé. Caso use o carro, a recomendação é que o idoso vá como passageiro, para ajudar a agilizar o processo de vacinação. 

Conforme a coordenadora da Vigilância em Saúde, para receber a dose, os moradores devem apresentar um documento pessoal com foto, o CPF ou Cartão SUS e o comprovante de residência. “A Secretaria Municipal de Saúde também tem visitados os idosos que moram na área rural, esses são imunizados em casa ou na Unidade Básica de Saúde da região mais próxima, como foi feito na sexta-feira em Coquelândia”, confirmou Gisely Vieira.

O município do Imperatriz atingiu na noite desta sexta-feira (05/03) a marca de 9.459 pessoas imunizadas, das 11.960 primeiras doses que a cidade recebeu, isso representa cerca de 79.08% de cobertura vacinal. Outras 2.993 pessoas que foram vacinados com 2ª dose. No total são 12.452 (72.06%) doses aplicadas, das 17.280 recebidas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Tapa-buracos realiza manutenção de ruas do Centro neste domingo

Publicado

em

Equipes destinadas a operação tapa-buracos atuaram neste domingo, 07, na revitalização da malha asfáltica de ruas e avenidas da região central de Imperatriz. Ação integra o programa de melhoria de vias urbanas executado pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra.

De acordo com o cronograma de obras, trabalho começou pelas ruas Coronel Manoel Bandeira; João Lisboa, Bahia e Aquiles Lisboa, no Centro. “Objetivo desse trabalho é recuperar essas vias que foram castigadas pelas chuvas das últimas semanas”, pontua o secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho.

Ele disse ainda que foram incluídas no roteiro neste domingo, 07, a recuperação da Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, do Centro ao Entroncamento; Rua Sousa Lima; Avenida Getúlio Vargas e Rua Benedito Leite, do setor Mercadinho, Centro e Entroncamento.

“Prefeito Assis Ramos determinou que intensificássemos esse trabalho levando ações de tapa-buracos a todos os principais corredores de transporte de massa”, observou o secretário da Sinfra, Zigomar Filho, que acompanha passo a passo o andamento das frentes de recuperação de vias urbanas em Imperatriz.

DESCENTRALIZAÇÃO

A Sinfra executa nesta segunda-feira, 08, a revitalização de massa asfáltica na Rua Cel. Manoel Bandeira, entre as ruas São Paulo e Urbano Santos, Centro; Rio Grande do Norte, na Nova Imperatriz; Rua Minas Gerais com Benedito Leite, no Entroncamento, e na marginal da BR-010, próximo a rodoviária, no Jardim Tropical.

Também avança com a recuperação da Avenida Tapajós e Rua Boa Esperança, no Parque das Mangueiras; Rua Euclides da Cunha, entre Padre Anchieta e Teotônio Vilela, na Vila Nova; Avenida Itaipu, na Vila Fiquene; Rua João Pessoa, entre a marginal da BR-010 e Leôncio Pires Dourado, no Bacuri, e Rua Bom Princípio entre Avenida Estocolmo e Rua Sousa Lima, na Vilinha.

“Temos nesta segunda-feira, equipes atuando na revitalização da malha asfáltica das ruas Colinas, na Vilinha/Parque Alvorada I, bem como da Avenida Atlântico Sul”, reforça o secretário Zigomar Filho, ao citar ainda a inclusão da Avenida Silvino Santos, no Ouro Verde; Rua 9 e Avenida Industrial, no Santa Rita, e Avenida Liberdade, na Vila Ipiranga/Cafeteira.

Continue lendo

Maranhão

PORTO FRANCO: Famílias de baixa renda poderão receber descontos nas contas de energia

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Porto Franco, município na região Tocantina, no estado do Maranhão e a concessionária de energia Equatorial Maranhão, vão instar o sistema SOMOS, que é uma ferramenta onde as pessoas serão cadastradas diretamente na plataforma da empresa e terão acesso ao benefício durante a pandemia com mais facilidade.

Uma reunião para acertar os detalhes, foi realizada na última sexta, dia 5.

Os digitadores do Cadastro Único do Polo de Porto Franco, já cadastrados pela Equatorial, incluirão o Número de Identificação Social (NIS) das famílias no SOMOS que, automaticamente, receberão descontos nas contas de energia elétrica.

Participaram também da reunião, a gestora do Cadastro Único/Bolsa Família, Vegna, e o diretor do SAAE, Nouredin Rocha, que se colocou à disposição para firmar parceria para o cadastro das famílias, por meio do sistema SOMOS.

Continue lendo
publicidade Bronze