Connect with us

Maranhão

Imperatriz-MA atinge 100% índice de desenvolvimento do Sebrae

Publicado

em

Índice contribui para formação e sustentabilidade dos pequenos negócios no município.

Imperatriz atingiu 100% nos quatro eixos de Políticas Públicas de Desenvolvimento para pequenos negócios, alcançando meta 6 pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O órgão realiza anualmente avaliação em todo o país, através do monitoramento da Implementação da Lei Geral nos municípios brasileiros. O índice contribui para a formação e sustentabilidade dos pequenos negócios na cidade, em que os dados são coletados em parceria com as prefeituras.

As políticas de desenvolvimento implantadas estão divididas no eixos RedeSimples, facilita na abertura, alteração e baixa de empresas; Sala do Empreendedor, atende aos MEIs – Micro Empresário Individual e pessoas interessadas em abrir um negócio, Compras Públicas, visa adequação nos processos licitatórios da Prefeitura de acordo com a Lei Geral; e Atores de Desenvolvimento, atuação dos agentes para articular as ações públicas para promoção local e regional.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Sousa, o destaque fortalece os pequenos e microempreendedores (MEIs). “Os pequenos negócios são mantidos pelos empreendedores, e nosso objetivo é que Imperatriz cresça ainda mais, dando suporte para que se fortaleçam, contribuindo na geração de empregos e nos demais seguimento da economia local”, destacou.

Com o intuito de observar se as expectativas em relação à Lei Geral das MPE estão sendo atendidas, o Sebrae criou uma metodologia de acompanhamento da implementação dessa lei. A instituição elegeu um roteiro sobre os capítulos de maior impacto que contribuem com o desenvolvimento municipal, como o uso do poder de compras; desburocratização; empreendedor individual; e formação de uma rede de agentes de desenvolvimento. (Francisco Lima/Foto: Dávila Henrique)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Paciente com Covid-19 são transferidos para atendimento em São Luís

Publicado

em

Neste domingo, 28, cinco pacientes que estavam internados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da cidade de Açailândia, na região Tocantina, estado do Maranhão, foram levados de UTI área para São Luís.

O sistema público em Açailândia está sobrecarregado, como o novo avanço de casos de Covid. A cidade tinha um hospital de campanha, que atendia a região, mas foi desativado. A população tem cobrado medidas do poder público e da iniciativa privada, para uma ação conjunta para reestabelecer o atendimento.

Continue lendo

Maranhão

AÇAILÂNDIA: Halan Nobre assume direção do SAAE

Publicado

em

O prefeito de Açailândia, Aluísio Sousa, deu posse na sexta, 26, ao novo diretor executivo do Serviço Autonômo de Água e Esgoto (SAAE). Halan Nobre é engenheiro civil, biólogo, técnico em agropecuária e tem pós-graduação em Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. ⠀

Halan Nobre é funcionário concursado da Prefeitura Municipal de Açailândia. Atuou nas secretarias de Agricultura e Infraestrutura. Atualmente estava como diretor do Departamento de Licenciamento e Fiscalização Urbana, cuidando diretamente do Código de Obras e Código de Postura do município.

Continue lendo

Maranhão

STF manda Governo Bolsonaro ajudar a custear leitos de UTI Covid no Maranhão

Publicado

em

A ministra Rosa Weber determinou que o Ministério da Saúde volte a financiar leitos de UTI para pacientes com Covid-19 no estado do Maranhão.

No caso do Maranhão, cerca de 216 leitos haviam sido desabilitados em dezembro. No Twitter, o governador Flávio Dino, do PC do B, comemorou neste domingo a decisão:

“STF deferiu liminar determinando ao Ministério da Saúde repasses financeiros relativos a LEITOS de UTI no Maranhão. Ou seja, fica evidenciado que não se cuida de um “favor”, e sim de um DIREITO dos estados e um DEVER do governo federal, segundo a Constituição e legislação do SUS.”

Continue lendo
publicidade Bronze