Connect with us

Maranhão

Imperatriz-MA é pioneira no enfrentamento à violência doméstica

Publicado

em

“Este foi um ano repleto de trabalho, conhecimento e superação” – afirmou a secretária Municipal da Mulher, Edna Ventura. Ações realizadas colocaram Imperatriz como pioneira na região, no enfrentamento à violência doméstica. Em 2017, contabilizam aproximadamente 200 atendimentos psicológicos e 174 sociais; 87 acompanhamentos pedagógicos a crianças filhas de mulheres vítimas de violência; 190 encaminhamentos; 06 oficinas e rodas de conversa; 37 visitas domiciliar; 19 visitas a escolas infantis; 18 palestras em escolas; 06 reuniões com grupos de mulheres; 26 abrigamentos; 05 participações em eventos e capacitações em rede, e 21 audiências públicas em bairros para elaboração do II Plano Municipal de Políticas para as Mulheres.

“Realizamos a primeira edição do Bloco Impera Mulher durante o carnaval, para distribuição de material informativo e de prevenção. Além disso, em março, aconteceu a IX Semana Imperatrizense da Mulher com a realização do Pit Stop no Dia Internacional da Mulher e da primeira edição da Corrida. E, no final de outubro e início de dezembro, ocorreu a campanha Imperatriz pelo fim da violência contra as mulheres”, explicou Edna Ventura.
Durante a edição do Salão do Livro de Imperatriz, Salimp – 2017, a secretaria disponibilizou um espaço no stand da Academia Imperatrizense de Letras, com uma urna, para que as mulheres que passavam por ali deixassem sua opinião e assim foi possível identificar necessidades e definir prioridades.

Em 2017, o Centro de Referência em Atendimento à Mulher , Cram, completou sete anos em Imperatriz, com grande número de serviços oferecidos. “Durante todo o ano de 2016, o Cram atendeu 94 mulheres. Em 2017, já superamos este número com 160 atendimentos. Além das ações em rede, desenvolvemos o Projeto Escola pelo fim da violência com palestras e encontros para prevenção e combate. Para isso, contamos com o apoio do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas da Secretaria de Educação” – informou Sueli Brito, assistente social e coordenadora do Cram.

A SMPM mantém, ainda, a Casa Abrigo Dra. Ruth Noleto. Construída em 2003 e inaugurada em 26 de junho de 2008, o espaço conta com equipe de 12 funcionários em regime de plantão, entre vigias, cuidadoras, assistente social, pedagoga, auxiliar administrativo e coordenação. Profissionais buscam ajudar mulheres sem julgamentos, trabalhando a autoestima para que elas rompam o ciclo de violência que passam. “Em 2017 abrigamos 24 mulheres em situação de violência e oferecemos atendimento psicológico, social e acompanhamento em todos os serviços oferecidos pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar” – esclarece a coordenadora Carleane Santos.

De acordo com o regimento interno, a mulher pode ficar abrigada até 90 dias e, se for de outra cidade ou estado, a SMPM oferece todo o suporte para que ela retorne, através de apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes, com as passagens. Durante a campanha dos 16 dias de ativismo, promovida pela Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, a equipe da secretaria também participou da Corrida Pró-mulher e do lançamento do projeto “Conversando com elas”, realizado pela 8º Promotoria de Justiça Especializada de Imperatriz, no Ministério Público. (Luana Barros)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

EPIs de proteção do Covid-19 começam a ser distribuídos aos mesários do Maranhão para uso durante eleições

Publicado

em

Os mesários que vão trabalhar nas eleições municipais do Maranhão começaram a receber Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que serão utilizados durante o primeiro e segundo turno do pleito. Os produtos foram adquirido por meio de doações. Quase três mil caixas de álcool em gel já foram entregues. 

Ao todo, até o dia da eleição, o Tribunal Regional do Maranhão (TRE-MA) deve receber mais de 65 mil  protetores faciais, 241 mil máscaras e cerca de 14 mil frascos de álcool sanitizante. 

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 20.496 pessoas se candidataram nas eleições deste ano no Maranhão. Segundo a corte, a maior parte dos registros de  candidaturas (18.915) foi de postulantes ao cargo de vereador. (Brasil 61)

Continue lendo

Maranhão

Homem suspeito de ameaçar divulgar fotos íntimas de adolescente no Maranhão é preso

Publicado

em

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta terça-feira (29), um homem suspeito de ameaçar divulgar fotos íntimas de um adolescente em São Luís. A identidade de ambos não foi divulgada pela polícia.

A tentativa de extorsão aconteceu na segunda-feira (28). De acordo com a polícia, o suspeito estava tentando extorquir a vítima e ameaçando divulgar as imagens. A quantia que foi pedida não foi divulgada pela polícia.

O caso foi denunciado pelos responsáveis do adolescente à Delegacia Especial da Cidade Operária. A polícia então montou um cerco e o menor marcou um lugar para entregar a quantia ao suspeito. No local, após a entrega do dinheiro, policiais prenderam o homem.

O suspeito prestou depoimento à polícia e em seguida, foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde deve permanecer à disposição da justiça.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Conheça os serviços ofertados pela Vigilância em Zoonoses

Publicado

em

A Unidade de Vigilância em Zoonoses de Imperatriz, vinculada à Secretaria de Saúde, Semus, oferece diversos serviços à população do município. Vacinação antirrábica canina e felina acontece durante campanhas pontuais e durante todo ano. Basta os tutores comparecerem ao centro, na rua Coletora Um, bairro Vila Conjunto Vitória, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h.

Prevista para a segunda quinzena de outubro deste ano, a campanha de vacinação contra raiva tem objetivo de atingir todos os bairros da cidade e zona rural. “Apesar da imunização dos animais ser uma rotina no nosso trabalho na Zoonoses, é no dia D da campanha que intensificamos as ações, para atingir a meta de vacinar 23 mil cachorros e 14 mil gatos”, explica o médico veterinário Paulo Henrique, coordenador da Unidade.

O local também faz a apreensão de cavalos encontrados soltos em vias públicas. Uma média de 25 a 30 cavalos são resgatados por mês pela Zoonoses de Imperatriz. “O animal é resgatado, fica aqui na Unidade e se dentro de oito dias o responsável não comparecer para pagar a multa e liberar o cavalo, ele é doado. Qualquer pessoa pode receber o animal, basta criá-lo fora do perímetro urbano e ser responsável”, declara.

Outro serviço oferecido gratuitamente é o teste rápido para diagnóstico da leishmaniose visceral, popularmente conhecida como calazar. O resultado fica pronto em 20 minutos e mediante um positivo, é feita a contraprova. São ofertadas consultas de rotinas para cães e gatos. A unidade é responsável pelo desenvolvimento de ações para garantir o bem-estar dos animais, assim como de combate e prevenção a maus tratos. Para denúncias, disque 99133-0673.

A Zoonoses abastece as Unidades Básicas de Saúde, UBS, com vacina antirrábica humana, para os casos de mordidas em pessoas, o que representa um risco pós-exposição ao vírus da raiva. Também abastece o Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, com soro antiofídico, que é utilizado como antídoto quando uma pessoa é picada por uma serpente.

Já nos casos de eutanásia, a unidade só realiza quando o animal já se encontra na fase final da doença calazar ou qualquer outra que implique em grande sofrimento e impossibilite uma boa vida para o cão e gato. O procedimento é feito apenas com autorização do responsável pelo pet.

Continue lendo
publicidade Bronze