Connect with us

Maranhão

IMPERATRIZ: Mandados de prisão em aberto estão acumulados

Publicado

em

Delegado Ederson Martins.

De acordo com um levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP), há cerca de 10.750 mandados de prisão em aberto no Maranhão. Segundo a Polícia Civil, a falta de efetivo policial dificulta as prisões com a rapidez necessária porque a quantidade de investigadores é pequena diante da grande demanda de inquéritos em aberto.

Grande parte dos mandados em aberto está na cidade de Imperatriz, nas região sudoeste do estado. De janeiro até junho de 2019, cerca de 150 mandados de prisão foram cumpridos na Delegacia Regional, mas ainda há mais de 1000 em aberto.

“A dificuldade é na localização. Geralmente, quando a pessoa tem o mandado de prisão, ela tenta se homiziar [fugir da ação da polícia] para não ter o cumprimento de pena ou só a prisão preventiva. Então a dificuldade em si é nessa localização, e antes, aqui em Imperatriz, não tinha um grupo especificamente para isso. Agora estamos tentando dar vazão a esses mandados, na medida do possível”, declarou o delegado Ederson Martins.

Na delegacia, apenas dois investigadores realizam o trabalho técnico de encontrar as pessoas que deveriam estar presas em decorrência das investigações ou cumprindo pena. Ainda segundo o delegado Ederson, os mandados de prisão são referentes aos mais diversos tipos de crime e a prioridade é cumprir os mandados mais antigos.

“Damos prioridades aos mais antigos tendo em vista a possibilidade de prescrição”, afirmou o delegado. (G1)


publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

SÃO LUÍS: Homem é preso após se masturbar em público enquanto mulher fazia exercícios físicos

Publicado

em

Um homem, de 33 anos, foi preso na manhã deste sábado (23), na praia da Ponta d’Areia, em São Luís, após ser flagrado se masturbando no local.

Uma equipe do grupamento de Guarda-Vidas, da Guarda Municipal de São Luís, ao ser acionada, imediatamente efetuou a captura do suspeito, natural do Piauí, que foi apresentado no Plantão Central de Polícia Civil das Cajazeiras.

De acordo com informações dos guarda-vidas, uma mulher estava fazendo exercícios físico na praia, nas proximidades de um hotel, quando avistou o homem se masturbando. As guarnições, então, depois de tomarem conhecimento do caso, fizeram diligências na área e localizaram o suspeito, que foi reconhecido pela testemunha. Duas equipes de patrulhas participaram da missão, que utilizaram dois quadriciclos para a operação de busca em toda a orla marítima.

Localizado, o homem foi encaminhado por uma guarnição da Guarda Municipal de São Luís, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), até o Plantão Central das Cajazeiras. (iMirante)

Continue lendo

Maranhão

Saiba quantas doses cada município do Maranhão vai receber da AstraZeneca

Publicado

em

O Governo do Maranhão recebeu, no início da tarde deste domingo (24), o primeiro lote da vacina de Oxford/AstraZeneca enviado pelo Ministério da Saúde. São 48.500 doses que serão distribuídas por todo o estado, à medida que os municípios alcançarem 70% de doses aplicadas da CoronaVac.

Clique AQUI e saiba quantas doses cada município do Maranhão vai receber neste primeiro lote.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Vereadores de Açailândia visitam Gabinete da Presidência da Câmara

Publicado

em

Na tarde da última quarta (20), a Câmara Municipal de Imperatriz (CMI), recebeu no gabinete da presidência, os vereadores da Câmara Municipal de Açailândia, Feliberg Melo (PRB) – o mais votado, Demazim (PP) e o advogado Guilherme Rodrigues, para uma conversa relacionada aos últimos acontecimentos no legislativo do município vizinho. 

Os vereadores açailandenses explicaram ao presidente da casa que a Câmara de Imperatriz é uma referência para todas as outras da região e que o desejo é aplicar no Legislativo Municipal de Açailândia a mesmo forma de condução dos trabalhos praticados aqui, mas para isso precisam antes vencer as dificuldades e desentendimentos criados no início desta nova legislatura, de forma democrática, respeitando a vontade do povo. 

Alberto Sousa (PDT), declarou que essas trocas de experiências são importantes, pois diante do que se apresenta, o conhecimento adquirido pela CMI, repassa boas ideias para serem aplicadas na Câmara de Açailândia. Estas podem aprimorar o trabalho feito lá, além de auxiliar nas alternativas para que sejam resolvidos os impasses atuais.  

“A Câmara Municipal de Imperatriz é espelho para toda a região e para o Maranhão, dentro da representatividade que nós conseguimos aqui. Os colegas vieram buscar um apoio e aconselhamento, para ver a melhor maneira possível de resolver esse grande problema. Ouvir a classe política é o melhor caminho, para ver quais passos devem ser tomados em relação ao comportamento de cada um. Estamos ao lado da democracia e acreditamos que, de fato, quem bota e tira é o povo”, disse.  

O vereador-presidente se comprometeu em ajudar a todos, dentro do seu alcance, sempre acreditando nas decisões acertadas da justiça, e espera que no fim, seja executado o ato democrático da posse dos legítimos eleitos. 

Entenda a situação 

Nove vereadores de Açailândia tiveram seus mandatos extintos, depois de não serem empossados dentro do prazo regimental. Feliberg (o mais votado) é aquele que deve abrir a sessão de posse, para somente depois de empossados todos os vereadores, ser eleita a mesa diretora e o novo presidente. Assim foi feito às 00h30min do dia 01 de janeiro de 2021.  

O ex-presidente da Casa não aceitou a decisão e abriu uma outra sessão de posse, realizada às 10h daquele mesmo dia, que a justiça reconheceu como legítima.  

De acordo com o regimento interno da Câmara Municipal de Açailândia, este ato torna a sessão ilegal, nula ou sem validade, pois não foi aberta pelo vereador mais votado. Agora, segue no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), a decisão. (Sidney Rodrigues)

Continue lendo
publicidade Bronze