- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 01 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

IMPERATRIZ: Por falta de atendimento, homem morre em hospital público

Mais Lidas

Um caso de omissão de socorro revoltou os familiares do idoso Agostinho José Pereira, 64 anos, que morreu de parada cardíaca respiratória, no último sábado (7), após o Hospital Macroregional Ruth Noleto ter negado atendimento médico ao paciente. Agostinho, que mora próximo ao hospital, passou mal por volta do meio dia e foi levado de táxi ao hospital, segundo informações de familiares.

Toda a cena do momento em que o paciente chega ao hospital foi filmada por enteado da vítima. O atendimento teria sido negado, sob alegação de que o hospital não presta serviço de urgência e emergência. As imagens mostram o enteado chorando, porque o padrasto teria morrido, ainda dentro do táxi.

Ainda segundo a família de Agostinho José, quando uma equipe do hospital resolveu receber o paciente, ele já estava morto. O caso revoltou os familiares, que agora clama por Justiça.

Em nota, o Governo do Estado diz que foi realizado o procedimento de reanimação do paciente, embora sem sucesso, e a família recebeu orientação e acompanhamento da equipe multidisciplinar do hospital. (iMirante)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias