O prefeito Assis Ramos autorizou nessa quinta-feira, 13, o início dos serviços de abertura do acesso que interligará a Avenida Nossa Senhora, no Jardim das Oliveiras, a Rua Manoel Ribeiro Soares, na Vila Machado. Medida visa à construção do Anel Viário de Imperatriz, ligando a Avenida Pedro Neiva de Santana a BR-010, contribuindo para desafogar o trânsito no setor do Entroncamento.

Assis Ramos, que estava acompanhado do secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho; do Procurador do Município, Rodrigo do Carmo; do superintendente de Defesa Civil, Josiano Galvão, e do coordenador de Obras da Sinfra, Joselito Sultepa, explicou que o município conseguiu superar os problemas de ordem jurídica permitindo a abertura do acesso para o Anel Viário.

“Nós conseguimos resolver esse problema através da Procuradoria Geral do Município e, também, da sensibilidade do empresário Dimas, proprietário do loteamento Jardim das Oliveiras”, pontuou o prefeito que acompanhou o início dos serviços de limpeza da via de acesso a Rua Manoel Ribeiro, na Vila Machado.

O ex-líder comunitário de Imperatriz, Francisco Cavalcante, comentou na postagem do prefeito Assis Ramos publicado nas redes sociais, recordando de uma reunião realizada com os moradores da Vila Machado, em 1996, que dizia que “um dia Imperatriz teria um gestor de visão e olhasse para esse bairro (Vila Machado) e fazendo alguma coisa boa para à comunidade dessa região”.

Também opinou sobre o assunto, Cristiano Barbosa ao avaliar que a recuperação da via do anel viário deve melhorar consideravelmente o acesso de veículos no eixo da Avenida Pedro Neiva de Santana à BR-010.

Satisfeito com o início dos serviços, o empilhador Paulo Soares, da Vila Machado, diz que “essa será uma grande obra que valorizará os imóveis e a qualidade de vida da população. Esse serviço era para ter sido feito há muito tempo, mas graças ao prefeito Assis Ramos finalmente foi iniciada”.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.