- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 23 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

IMPERATRIZ: Secretários de Educação e Administração supervisionam trabalho de levantamento para pagamento do precatório do FUNDEF

Mais Lidas

Para acompanhar os trabalhos desenvolvidos pela equipe de levantamento de dados funcionais e financeiros dos servidores habilitados para receberem os recursos do Precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), os secretários de Educação, José Antonio Pereira, e de Administração e Modernização, Valdir Torres, estiveram nesta sexta-feira (01), no setor de documentos da Prefeitura de Imperatriz.

A iniciativa também contou com a participação dos representes da Controladoria, do RH da Secretaria de Educação e do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino (Steei). Estes órgãos formam a comissão responsável por todo o acompanhamento do processo.

O precatório do Fundef é destinado a rateio entre servidores que estiveram em atividade laboral, vinculados à Secretaria de Educação, no período de 01 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2006. “O trabalho dos servidores com os documentos antigos é bem minucioso, de muita atenção e que requer cuidado na digitalização dessas informações. A equipe estenderá o tempo de serviço com horário extra aos sábados para agilizar ainda mais esse processo”, revelou o secretário de Educação, José Antônio Pereira. 

O secretário de administração, Valdir Torres, destacou que o objetivo do município é cuidar dos interesses da categoria, sem nenhum prejuízo aos educadores. “É importante esse acompanhamento, com a presença do representante da categoria, que é o presidente do sindicato, e por isso, entendemos que estamos no caminho certo, que apesar das dificuldades, de coisas muito antigas, difíceis de serem achadas, mas a gente entende que a velocidade do trabalho está dentro daquilo que a gente planejava e esperava”.

O presidente do Steei, Francisco Messias, reforça que, como representante da classe, tem informado aos servidores que em breve todo o trabalhador da educação de 1997 a 2006 será contemplado com o seu pagamento dos precatórios. “Nossa preocupação hoje é que os repasses sejam devidamente feitos aos profissionais que tem direito, ou seus herdeiros, e que a morosidade do processo faz parte, mas o sindicato tem acompanhado e o Município se colocou à disposição para que seja feito o pagamento dos precatórios o mais rápido possível”. 

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias