Connect with us

Tocantins

Iniciativas de inclusão da BRK Ambiental ampliam acesso a serviços e a conteúdos para os clientes com deficiência

Publicado

em

Entre as ações, empresa apresenta série de vídeos com orientações voltadas aos deficientes auditivos e faturas em braile. Apenas em agosto, ferramenta do site para tradução para a língua de libras atingiu 55.677 palavras.

A BRK Ambiental, maior empresa privada do setor de saneamento básico do Brasil, vem promovendo uma série de ações para ampliar a inclusão e a acessibilidade. A empresa conta com um programa interno para promover ações relacionadas à diversidade, o Diversifik, que neste período de pandemia ajudou a estruturar inciativas de acesso para clientes com deficiência auditiva ou visual.

Com a Covid-19, o foco do atendimento ao cliente e da prestação de serviços voltou-se para os meios digitais. Com isso, as ações de inclusão realizadas pela BRK Ambiental buscaram garantir que mais clientes tivessem acesso aos serviços, assim como que as pessoas com deficiência tivessem autonomia para navegar nos canais da companhia com facilidade, compreendendo as informações disponibilizadas.

Nas redes sociais da BRK, as imagens são descritas por meio da funcionalidade de texto alternativo. Esta tecnologia permite que aplicativos de audiodescrição – utilizados por deficientes visuais para navegação na internet – possam ter acesso ao conteúdo de imagens presentes nas postagens.

Outro ambiente que conta com iniciativas inclusivas é o site da empresa. No Brasil, apenas 2% dos sites são acessíveis para a comunidade surda. Para tornar o ambiente digital da BRK acessível, foi implementado o Hugo, um avatar que traduz de forma automática todo o conteúdo para Libras. Além disso, o site também conta com o recurso de alto contraste para pessoas com baixa visão.  Em agosto de 2020, a empresa registrou 55.677 palavras traduzidas pelo Hugo, proporcionando acessibilidade e inclusão para mais de mil pessoas. Desde o início do projeto, em agosto de 2019, foram 660.400 palavras traduzidas.  

“Trabalhamos para promover a inclusão e a disponibilidade de informações de maneira igualitária, possibilitando que todos os clientes usufruam dos serviços que oferecemos com praticidade e eficiência. Investir em recursos capazes de aproximar ainda mais os diversos públicos faz parte da nossa responsabilidade social e do compromisso que temos com nossos clientes e com a população de um modo geral”, explica Carlos Almiro, responsável pela área de sustentabilidade da BRK Ambiental.

Minissérie em Libras

No início da pandemia, a empresa desenvolveu o projeto ‘Saneamento que une’, uma minissérie com cinco vídeos com orientações sobre prevenção à Covid-19 voltadas a comunidade surda de todo o Brasil.  Os vídeos contam com o conteúdo todo em Libras, a Língua Brasileira de Sinais, além de narração e legendas em português, e estão disponíveis no perfil de Youtube da companhia.

Nesta produção colaborativa, a apresentadora da minissérie, Maria Inês Maia, surda e professora do curso de Letras Libras na Universidade Federal do Tocantins, não só apresentou o conteúdo, como participou de toda a construção do material. A professora Alini Alves, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) – que acompanha a parceria do Instituto com a BRK Ambiental desde o início – também participou da produção.  Os temas abordados nos vídeos são: o que é o coronavírus; como se prevenir; o uso correto de máscaras; como lavar as mãos; cuidados ao sair de casa; canais de atendimento digital da BRK Ambiental e recomendações gerais das autoridades sanitárias. A ação foi desenvolvida pela equipe da unidade no Tocantins da BRK Ambiental.

“Diante do nosso histórico, o olhar para a acessibilidade nesse momento de pandemia foi algo espontâneo e natural. Com o olhar sensível da equipe para a questão, nossas iniciativas de inclusão de pessoas com deficiência ganharam esse novo componente”, afirma Carlos Almiro.
Além desta ação, a unidade do Tocantins conta com cadastro, impressão e entrega de faturas em braile para pessoas cegas que pode ser solicitado através dos canais da empresa, além de contar com atendimento em Libras em nossas lojas.

Inclusão no Tocantins

Em todo o Tocantins, mais de 52 mil pessoas têm alguma deficiência auditiva ou visual que impedem a assimilação de informações que não contam com recurso de acessibilidade, de acordo com levantamento da companhia.

Diante deste cenário, a equipe do polo de Palmas, na busca pela inclusão, desenvolveu duas ações locais: a criação do serviço de cadastro, impressão e entrega de faturas em braile e a capacitação dos atendentes das lojas nas cidades de Palmas, Araguaína e Porto Nacional para atendimento em Língua Brasileira de Sinais.

Estas ações foram realizadas com o suporte do IFTO. Além desta parceria, a BRK Ambiental também estreitou o relacionamento com a Associação dos Deficientes Visuais do Tocantins (Adveto) e com a Associação dos Surdos de Palmas (ASP) para entender a necessidade dessas comunidades em relação ao atendimento da empresa.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Avião cai e mata 6 no Tocantins

Publicado

em

Um avião com parte da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D, caiu na manhã deste domingo (24), pouco após decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional (TO). Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, e o piloto da aeronave morreram.

Os atletas que morreram são Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. O piloto foi identificado como Comandante Wagner.

A equipe enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde em Goiânia. A partida estava programada para esta segunda-feira (25). O Vila Nova emitiu nota lamentando o acidente e informando que vai colaborar para o adiamento da partida.

Imagens feitas no local mostram que a aeronave ficou completamente destruída com o choque. Além do IML e dos Bombeiros, equipes da Polícia Militar estão no local prestando apoio.

O presidente do time, Lucas Meira, chegou a ser candidato a vice-prefeito de Palmas na chapa da vencedora das eleições Cinthia Ribeiro (PSDB). Ele acabou deixando a coligação alegando motivos pessoais. (G1)

Continue lendo

Tocantins

Inscrições para o concurso da PM do Tocantins encerram neste sábado, 23

Publicado

em

O certame para ingresso na Polícia Militar do Tocantins encerra suas inscrições neste sábado, 23, às 18 horas, horário oficial de Brasília/DF. Conforme o edital divulgado em dezembro do ano passado, os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 09 de fevereiro deste ano. São ofertadas 1.000 vagas para praças, sendo 950 vagas para o quadro operacional QPPM, 25 vagas para o quadro de músicos (QPE-Músicos); e 25 vagas para o quadro da saúde (QPS) distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e cinco para técnico em Saúde Bucal.

As inscrições estão abertas desde o dia 4 de janeiro e o valor da inscrição é de R$ 80,00. O concurso público visa atender à demanda de reposição de efetivo da Polícia Militar após a anulação do concurso realizado em 2018, além de suprir às novas demandas surgidas devido à pandemia da Covid-19.

Para realizar a inscrição, o candidato pode acessar o banner do concurso no site da Polícia Militar (https://www.pm.to.gov.br/) e, clicando no link da vaga de interesse, ser redirecionado para a página da Cebraspe. O edital do concurso, com todas as informações sobre o certame, pode ser acessado no endereço: https://www.cebraspe.org.br/concursos/PM_TO_20_QPPM

O chefe do Estado-Maior da Polícia Militar e presidente da Comissão de Organização do Concurso, coronel Márcio Antônio Barbosa, reforçou que o atual concurso está sendo realizado com toda segurança e seguindo conforme o planejamento. “É uma oportunidade única para àqueles que sonham em ingressar na gloriosa e iniciar uma carreira de sucesso na Polícia Militar do Tocantins”, afirmou o coronel Barbosa.

Para o comandante-geral da corporação, coronel Jaizon Veras Barbosa, o concurso atende aos anseios de toda tropa e da sociedade. “Temos um efetivo que naturalmente tem sido reduzido no decorrer dos anos, devido à conclusão do tempo de serviço dos policiais que ingressaram no início dos anos 90. O esforço empreendido pelo Governo do Tocantins, em prover a Polícia Militar com os recursos necessários para a realização desse certame, é uma prova de responsabilidade com toda sociedade e do cuidado que a Polícia Militar tem recebido em todo esse tempo”, destacou o coronel Jaizon Veras Barbosa.

Inscrição

A inscrição no concurso para soldado tem como pré-requisito o ensino médio completo, idade mínima de 18 anos no ato da inclusão na corporação e idade máxima de 32 anos no ato da inscrição no concurso.

Para concorrer às vagas destinadas ao quadro da saúde, os candidatos devem, além dos requisitos gerais, possuir os cursos de Técnico em Enfermagem ou Técnico em Saúde Bucal. Já para o quadro de músicos, não há necessidade de ser portador de certificado de cursos na área, porém o candidato será submetido a uma prova prática instrumental como etapa do certame.

A carreira

Os candidatos aprovados no concurso ingressarão na Polícia Militar para realização dos cursos de formação de praças na graduação de Aluno-Soldado. Ao término do curso, receberão a graduação de Soldado 2ª Classe, nova graduação criada recentemente pela Lei n° 3.731, de 16 de dezembro de 2020. Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação. 

Continue lendo

Tocantins

Avião com pacientes Covid de Manaus faz pouso técnico em Palmas

Publicado

em

Um grupo de pessoas, que estava internado na rede estadual daquele Estado, foi removido na tarde desta quinta-feira, 21, para continuar o tratamento na capital do Espírito Santo, Vitória

O Governo do Amazonas informou, na sexta-feira, 15, que devido ao colapso do sistema de saúde pública, pacientes com Covid-19, seriam transferidos da rede pública hospitalar do Estado para outros sete entes federativos, como também, para o Distrito Federal durante os dias conseguintes. Um grupo de pessoas, que estava internado na rede estadual daquele Estado, foi removido na tarde desta quinta-feira, 21, para continuar o tratamento na capital do Espírito Santo, Vitória.

Neste grupo de pacientes, cujo voo teve um pouso técnico previsto em Palmas, embarcaram 18 pacientes, dois médicos e quatro enfermeiros. O Governo do Tocantins, em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), mobilizou uma equipe especializada com UTI terrestre, que foi encaminhada para o aeroporto, visando oferecer suporte técnico e apoio médico, caso houvesse intercorrências.

A Operação Vida faz parte de uma força-tarefa realizada pelo Governo do Amazonas, por meio do Ministério da Saúde, para melhorar o fluxo de atendimento na rede pública de saúde. (George Gomes / Foto: André Araújo)

Continue lendo
publicidade Bronze