Connect with us

Tocantins

Kátia Abreu quer diálogo com Funai para viabilizar Transbananal

Publicado

em

A senadora Kátia Abreu se reuniu nesta quarta-feira (1º) com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro Silveira, para pedir informações sobre o andamento da construção da chamada “Transbananal”, extensão da BR-242 que atravessa a Ilha do Bananal, no Tocantins.

As obras da Transbananal – trecho considerado estratégico para o escoamento da produção agrícola do Tocantins e do centro do Brasil – dependem do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), de responsabilidade do DNIT.

Desde abril deste ano, o DNIT tem autorização da Fundação Nacional do Índio (Funai) para entrar na área e dar início ao estudo, porém não conseguiu efetivamente acessar a ilha devido à resistência dos indígenas locais. Por isso, as pesquisas de viabilidade estão paralisadas e sem perspectiva de retomada.

“Entrarei em contato com a Funai local para tentar um diálogo e me informar sobre o motivo da resistência dos indígenas da Ilha do Bananal. Queremos garantir, claro, a compensação por eventuais impactos ambientais, mas também queremos que essa estrada se torne uma fonte de renda sustentável para aquela comunidade”, afirmou a senadora. “O país não pode ficar com uma divisa entre Estados de 400 km sem ligação asfáltica”, completou.

“Nada poderá ser feito sem diálogo com índios, Funai e CIMI (Conselho Indigenista Missionário). Precisamos esgotar todas as possibilidades, pois essa estrada pode ser também importante para os índios”, enfatizou Kátia Abreu.

BR-242

No Tocantins, o trecho da BR-242 que atravessa a Ilha do Bananal, conhecido como Transbananal, adentra a Terra Indígena Parque do Araguaia. Essa via, de 84 km, é precária, sem pavimentação e fica completamente intransitável durante o período de chuvas.

Quando construída, a Transbananal vai integrar o sistema viário do Tocantins, ligando o município de Dueré (TO) a São Félix do Araguaia (MT). Poderá facilitar a integração dos oceanos Atlântico e Pacífico e servirá de corredor de conexão do Brasil com os países acima da linha do Equador.

A estrada é considerada estratégica para escoar a produção do Mato Grosso, o que viabilizará carga para a Ferrovia Norte Sul. O Tocantins terá facilidade para aquisição de milho e consequente produção de aves e suínos, além de fornecer calcário para os estados vizinhos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Agrotins 2021 100% Digital aponta as tendências econômicas e produtivas do mercado da carne bovina

Publicado

em

A Feira Agrotecnológica do Tocantins – Agrotins 2021 100% Digital promoveu, nesta quinta-feira, 17, live para debater as atuais perspectivas econômicas e produtivas para o mercado da carne bovina. O bate-papo contou com a participação do secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Jaime Café; do secretário Nacional de Política Agrícola, César Hallum, de especialistas e produtores. A feira encerra nesta sexta-feira, 18, e está sendo realizada totalmente on-line com transmissão na plataforma digital: www.agrotins.to.gov.br.

O secretário Jaime Café ressaltou que o Governo do Tocantins tem incentivado o uso das tecnologias de melhoramento genético do rebanho tocantinense. “O Tocantins possui as qualidades para tornar-se um grande produtor e exportador de carne. Para isso, estamos com 100 mil procedimentos de IATF [Inseminação Artificial em Tempo Fixo], sêmen de touros registrados na ABCZ [Associação Brasileira de Criadores de Zebu], propiciando o aumento do rebanho tocantinense de alta qualidade”, destacou.

De acordo com o secretário nacional de Política Agrícola, César Hallum, o consumo de carne bovina está diretamente ligado ao poder aquisitivo da população, mas, nos próximos anos, o Brasil prevê crescimento econômico de 5%, a China em torno de 7 a 10% e o mundo inteiro na casa dos 7%, isso fortalece o poder de consumo mundial. “Um outro fator é que o Tocantins livre da febre aftosa, sem vacinação, deve ocorrer em breve, abrindo mais espaço para exportação da carne tocantinense”, ressaltou.

O sócio-consultor da MB Agro Consultoria, Alexandre Mendonça de Barros, fez uma explanação geral da produção econômica mundial, no consumo interno, importação e exportações dos maiores países, enfocando o Brasil, e principalmente o Tocantins, estrategicamente, porque possui grande potencial de produção da carne vermelha. “Há uma explosão da demanda mundial, principalmente da China, que é o maior importador na carne brasileira, e dos Estados Unidos, que também podem ser grandes importadores. Atualmente, estamos utilizando tecnologias genéticas mais avançadas na criação dos rebanhos, o que possibilita que essa produção avance ainda mais nos próximos anos”, afirmou.

Para o consultor e fundador da Agrojem, José Eduardo Mota, o Tocantins pode crescer muito com relação à produção da carne, sendo que, atualmente, o abate de rebanho do Estado é de 12%, mas pode alcançar a média nacional, de 16 a 20%. “O uso da tecnologia avançada é um dos diferenciais nesse processo, mas acredito que chegaremos lá, pois atualmente os produtores estão investindo na genética apurada do rebanho”, pontuou. (Elmiro de Deus)

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Polícia vai intensificar combate à perturbação do sossego

Publicado

em

A Polícia Militar, representada pelo comandante do 2º Batalhão, tenente-coronel Valdeonne Dias da Silva, reuniu-se na manhã dessa quarta-feira, 16, na sede do 2º BPM, em Araguaína, com a Delegada Regional da Polícia Civil, Ana Maria Barros Varjal, e o Delegado de Polícia Civil Fernando Rizélio Jaime, titular da Delegacia Especializada de Repressão às Infrações de Menor Potencial Ofensivo (DEIMPO), a fim de alinhar operações constantes e parte procedimental, no que tange ao desrespeito ao código de trânsito, contravenções penais relacionados à perturbação do sossego alheio.

Esse alinhamento fará com que as intervenções tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil sejam mais eficientes no combate  à perturbação do sossego alheio, que tem gerado problemas de cunho social na cidade de Araguaína.

Na reunião, as autoridades policiais discutiram sobre o uso inadequado de aparelho sonoro, seja por uso em veículos (de qualquer espécie) ou equipamento que produza som audível do lado externo, independentemente do volume ou frequência, mas que perturbe o sossego público, o que implica em intervenção por parte da polícia no sentido de apreender o aparelho de som e conduzir os suspeitos à Delegacia.

Com relação ao som automotivo, as ações policiais seguirão o mesmo rigor, principalmente na parte de procedimento administrativo que se refere ao Código de Trânsito Brasileiro, bem como à própria perturbação e voltado para a lei de crime ambiental.  “Mesmo em tempos de pandemia, esses problemas referentes à perturbação do sossego alheio ainda perduram, prejudicando toda população, por isso a necessidade de reforçar a fiscalização”, ressaltou o comandante do 2º BPM.

Continue lendo

Tocantins

Sebrae Tocantins se classifica para 12º Prêmio CIEE de Estágio

Publicado

em

Acontece nesta quinta-feira, 17, a entrega do 12º Prêmio de Melhores Programas de Estágio, promovido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). A cerimônia será transmitida pelo CIEE, no Youtube, a partir das 16h. O evento é uma forma de reconhecer organizações quando o assunto é inclusão no mundo do trabalho, e o Sebrae Tocantins está classificado, a partir de pesquisas realizadas com os estagiários.

A premiação também permite o levantamento de pontos importantes para entender a realidade dos estagiários nas empresas e promover a troca de conhecimentos sobre as melhores práticas de gestão, com estudo conduzido por renomados institutos de pesquisa do país.

Para a estagiária da Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae Tocantins, Fabiana Espíndola, este momento é um grande passo para começar uma trajetória no mercado de trabalho. “É importante estagiar em uma instituição que acolhe, escuta, apoia e promove o crescimento e aprendizado constante, para que nos tornemos bons profissionais, e aqui no Sebrae, encontramos isso”, enfatizou.

Segundo a gerente da Gestão de Pessoas do Sebrae TO, Vera Braga, todo estagiário deveria ter a oportunidade de avaliar seu período dentro de uma empresa. “Estamos felizes em saber que eles avaliam bem nosso programa de estágio e podem contar com a nossa disposição e empenho para ofertar o melhor para o crescimento deles”, pontuou. 

O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, afirma que é uma satisfação participar do 12º Prêmio dos Melhores Programas de Estágio do CIEE. “Aqui, desde o início, na elaboração dos planos de estágio, os jovens são acompanhados por profissionais experientes, que auxiliam em cada etapa de desenvolvimento, investindo em treinamento e capacitação. Nossa intenção é formar bons profissionais, não só para o Sebrae, mas para o mundo do trabalho”, destacou.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze