Connect with us

Bico do Papagaio

Kátia Abreu quer parceria com Sebrae para desenvolvimento do Bico

Publicado

em

unnamed

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) solicitou ao Sebrae Nacional parceria para impulsionar o desenvolvimento agropecuário do Bico do Papagaio, região formada por 26 municípios no extremo norte do Tocantins.

“Queremos aproveitar a expertise do Sebrae para elaborar estudos que sinalizem os rumos certos a seguir para gerar renda e emprego para a região, que ainda tem indicadores de pobreza preocupantes”, afirmou Kátia Abreu durante reunião com o Diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Vinícius Lages, no último dia 20.

Atualmente as principais cadeias produtivas do Bico do Papagaio são derivadas da agricultura familiar, como mel, babaçu, mandioca, frutas nativas, ovos, pesca artesanal e leite. Segundo Kátia Abreu, a região se tornou um desafio ao desenvolvimento regional dada sua ampla dimensão territorial e seu grande potencial de expansão de cadeias produtivas.

A parceria com o Sebrae, disse a senadora, servirá inicialmente para identificar a vocação dos produtores locais e das terras. O passo seguinte, será elaborar planos de negócios e oferecer assistência técnica e capacitação profissional.

“Precisamos adequar melhor as aptidões locais com o objetivo de desenvolver cadeias produtivas adaptadas à região, com a perspectiva de instalação de agroindústrias. A região precisa de empregos. Os pequenos produtores e os familiares não podem ficar de fora”, observou Kátia Abreu.

Bico do Papagaio

A região tem população total de 196.389 habitantes , com 33% vivendo na área rural. Abrange área de 15.852,60 Km² e é composto por 25 municípios: Axixá do Tocantins, Nazaré, Riachinho, Sampaio, Sítio Novo do Tocantins, Aguiarnópolis, Ananás, Angico, Araguatins, Augustinópolis, Buriti do Tocantins, Cachoeirinha, Carrasco Bonito, Darcinópolis, Esperantina, Itaguatins, Luzinópolis, Maurilândia do Tocantins, Palmeiras do Tocantins, Praia Norte, Santa Terezinha do Tocantins, São Bento do Tocantins, São Miguel do Tocantins, São Sebastião do Tocantins, Tocantinópolis e Xambioá.

A maior parte dos estabelecimentos rurais do Bico do Papagaio ainda são muito pobres. 71% das propriedades vivem com renda mensal bruta de 0 a 2 salários mínimos. 21% são considerados pobres (2 a 10 salários mínimos) e apenas 7% estão na classe média (10 a 200 salários mínimos). A classe rica representa 0,2% (acima de 200 salários mínimos).

Dos 26 municípios, 18 possuem Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) médio e as demais 7 cidades têm IDH baixo.

A região tem turismo intenso, com destaque para Araguatins, cujas praias no Rio Araguaia lotam durante a temporada seca, chegando a receber 10 mil turistas. Augustinópolis oferece boa rede hoteleira, cadeia de bares e restaurantes e opções de lazer, por isso costuma sediar grandes eventos. Já em Esperantina se encontram as águas dos rios Tocantins e Araguaia, com belas praias desertas de areia fina e branca. Em Angico está a cachoeira do Trevo, há vaquejadas e artesanato.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

BURITI: Saúde oficializa 5ª morte por Covid

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que neste domingo, 11 de abril, foi oficializada mais uma morte por Covid-19, no município de Buriti, no Bico do Papagaio. A morte ocorreu no dia 29 de março e sobe para cinco o número de vítimas pela doença.

O óbito é de um homem de 78 anos, sem comorbidades relatadas. Ele estava internado no Hospital Regional de Augustinópolis.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ANGICO: Acidente na TO-134 perto do povoado Mato Redondo deixa dois mortos

Publicado

em

Um acidente na TO-134, no Bico do Papagaio, deixou duas pessoas mortas na noite deste sábado (10). A colisão foi perto do povoado Mato Redondo, em Angico. A motocicleta em que Almecides Alves Wanderley e Cláudia Bezerra Damasceno estavam bateu de frente com um carro. O motorista do carro disse para a Polícia Militar que a moto teria invadido a contramão.

Almecides e Cláudia caíram na pista após o impado. Aegundo o motorista do carro informou no depoimento, após a queda Almecides foi atropelado por um caminhão que passava pelo local. O motorista do carro disse que o caminhoneiro não parou para ajudar e que não foi possível identificar o veículo.

A perícia científica foi chamada para avaliar o local e averiguar as informações prestadas pelo motorista do carro. Como a documentação dele estava em dia, o veículo foi liberado após o trabalho. A motocicleta estava com a documentação irregular e por isso foi apreendida e levada ao pelotão da PM em Ananás. (G1)

Continue lendo

Bico do Papagaio

BURITI: Marginal furta dinheiro, joias e pistola na casa de militar, usa a arma contra PM’s e termina aventura morto

Publicado

em

A Polícia Militar (PM) apreendeu no sábado, 10, joias, cerca de R$ 600,00 em espécie e uma pistola .380, furtadas da residência de um policial militar, na cidade de Buriti, no Bico do Papagaio. O indivíduo, 29 anos, suspeito de praticar o crime, acabou trocando tiros com a guarnição de policiais militares do 9° Batalhão da PM (9° BPM). 

Durante diligência na tentativa de prender o acusado, o homem acabou efetuando três disparos contra a guarnição da PM, usando a própria arma de fogo furtada da residência do policial. Os militares revidaram e mataram o individuo.

A PM informou que o homem já é conhecido pela prática de crimes de furto e roubo em cidades da região, havia sido visto rondando a residência do policial.

O policial militar, vítima do furto, juntamente com a guarnição do Pelotão da PM em Buriti foi até o endereço onde o autor estava escondido. Ao perceber a chegada da PM, o autor ainda tentou fugir rumo aos fundos do imóvel, sendo acompanhado pelos militares que faziam o cerco. O indivíduo, sabendo que seria preso após tentar e não conseguir pular uma cerca de arames, atirou contra os policiais.

O local foi isolado e preservado até a chegada da equipe da perícia e do Instituto Médico Legal (IML). Através do sistema, a guarnição da PM constatou que o autor possuía um mandado de prisão expedido pela justiça do Estado do Maranhão. Os objetos recuperados pela PM foram recolhidos pela perícia para os procedimentos legais.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze