Connect with us

Tocantins

Lançado em Araguaína Centro de Reabilitação e Readaptação do Tocantins

Publicado

em

SONY DSC

A senadora Kátia Abreu anunciou nesta segunda, 2, em Araguaína, a destinação de R$ 100 milhões de suas emendas de bancada para a construção do Centro de Reabilitação e Readaptação do Tocantins. Segundo a parlamentar, o próximo passo é trabalhar pela aprovação da emenda e sua liberação no Orçamento Geral da União de 2014.  O lançamento do projeto foi feito nesta segunda, 2,  no auditório da Federação das Indústrias do Tocantins, naquele município, com a presença do prefeito Ronaldo Dimas e do superintendente do CRER em Goiás, Sérgio Daher,  para um público de cerca de 300 pessoas que se emocionou com a apresentação de um vídeo demonstrativo sobre as atividades do Centro de Reabilitação e Readaptação. O CRER de Araguaína vai atender a população de toda região Norte do Estado e Sul do Maranhão e Pará. Conforme a exposição do projeto, os recursos do OGU serão destinados à construção e aquisição de equipamentos.

Para a senadora Kátia Abreu, Araguaína é um dos maiores polos comerciais do Tocantins onde reside um grande contingente populacional e por isso precisa ter um complexo hospitalar dessa natureza. “Temos uma faculdade de medicina particular e, futuramente, uma pública. Temos hospitais que já atendem uma demanda altíssima, realizando consultas e demais procedimentos, em pessoas daqui mesmo, de cidades vizinhas e do Sul do Pará e Maranhão. Agora teremos um centro de atendimento de referência para pessoas com diversos tipos de comprometimentos motores”, ressaltou a parlamentar.

Na ocasião, o superintendente do CRER de Goiânia fez uma explanação dos serviços que a entidade presta à comunidade e dos resultados positivos obtidos nos tratamentos, apresentando uma análise dos dados tocantinenses de acordo com pesquisa feita pela Associação Goiana de Integração e Reabilitação (AGIR). Segundo Daher, a realidade do Estado não é muito diferente da encontrada em Goiás. “ O projeto inicial é para a construção do centro em uma área de 15 mil metros quadrados. E quando ele estiver em funcionamento, o CRER do Tocantins deve gerar mais de 700 empregos direitos e indiretos”.

A área cedida pela prefeitura, de mais de 50 mil metros quadrados, ainda não foi definida pelo prefeito Ronaldo Dimas. Segundo o gestor municipal, o lugar escolhido para a instalação do CRER também vai abrigar outros prédios do setor de saúde, como o Ambulatório de Especialidade Médicas (AME).  Ronaldo elogiou a iniciativa da senadora  Kátia Abreu e disse que “para nós araguainenses, um centro dessa natureza, é uma benção para nossa cidade”.

Katia Abreu encerrou o evento ressaltando que, além da iniciativa governamental, é necessário otimismo e vontade de todos. “Nós queremos que vocês creiam no CRER, que tudo vai dar certo”.

Local

Depois da solenidade, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, elencou para a senadora Kátia Abreu, o superintendente do CRER de Goiânia, Sergio Daher, algumas áreas da cidade onde o CRER pode ser construído. Juntos eles visitaram os locais indicados e avaliaram as condições do espaço.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Covid-19: mortes chegam a 1.347 e casos somam 99.485 no Tocantins

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que neste domingo, 24 de janeiro, foram contabilizados 200 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 89 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 318.623 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 99.485 casos confirmados da doença. Destes, 88.393 pacientes estão recuperados e 9.745 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além 1.347 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins recebe lote com 11.500 doses da vacinas AstraZeneca contra Covid-19

Publicado

em

O Governo do Tocantins recebeu neste domingo, 24, mais uma remessa com 11.500 doses de vacinas contra a Covid-19, enviada pelo Ministério da Saúde. O imunizante foi desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca e foi recebido no aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues pelo secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, e pelo superintendente do Ministério da Saúde no Tocantins, Relmivam Milhomem.

Com essa nova remessa, o Tocantins passa a contar com dois imunizantes, a CoronaVac, resultado da parceria entre Instituto Butantan e o Laboratório Sinovac e a Oxford/AstraZeneca, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Na última segunda-feira, 18 o Governo do Tocantins já havia recebido um lote de 44 mil doses da vacina CoronaVac. Agora já são 55.500 doses recebidas pelo Estado para imunização dos tocantinenses. O Governo do Tocantins vai proceder a conferência do lote no Laboratório Central do Estado (Lacen) e a partir de terça-feira, 26, os municípios começam a receber o imunizante, que conforme orientação do Ministério da Saúde é destinado aos trabalhadores da saúde.

A prioridade são hospitais, unidades de Pronto Atendimentos (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência, Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e consultórios/laboratórios. Já os hospitais com atendimentos exclusivos e dedicados a pacientes com Covid-19 são prioritários em relação aos demais.

O secretário Edgar Tollini explicou que esse lote de vacinas da AstraZeneca é destinado apenas para a primeira dose, já que a segunda dose tem um período mais longo que a vacina CoronaVac. “O Ministério já acenou que daqui há 12 semanas enviará outra remessa para atender a segunda dose de imunização da população. Então faremos a imunização de 11.500 pessoas, pois não precisaremos fazer a reserva técnica que fizemos no primeiro lote”, explicou o Secretário. As duas vacinas devem ser aplicadas em duas doses, com intervalo de três e dose semanas respectivamente.

Manaus

O secretário destacou ainda que o governador Mauro Carlesse determinou que todos os setores do governo se unam em torno dessa causa, para abreviar a chegada dos imunizantes em todos os municípios. Lembrou ainda que o o governador Mauro Carlesse assumiu o compromisso com os governadores da região Norte de destinar 5% das vacinas que seriam enviadas ao Tocantins a Manaus, para conter o caos que se estabeleceu na capital amazonense.

Esse lote de vacinas chegou ao Brasil na sexta-feira, 22, importado da Índia. Os imunizantes desembarcaram em Guarulhos (SP) e foram transportados para o Rio de Janeiro, onde está localizada a fábrica de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entidade vinculada ao Ministério da Saúde. As vacinas de Oxford farão parte do Programa Nacional de Imunização (PNI), que é coordenado pelo Ministério da Saúde e começou no dia 17 de janeiro com 6 milhões de doses da CoronaVac. Na última sexta-feira, 22, outras 4,8 milhões de doses da CoronaVac foram aprovadas para uso emergencial no Brasil. (Jarbas Coutinho / Foto: Esequias Araújo)

Continue lendo

Tocantins

No Tocantins, irmão utilizava aposentadoria de idosas e deixava sem alimentação e higiene

Publicado

em

Um idoso de 66 anos foi preso nesta sexta-feira, 22, pela prática, em tese, de maus-tratos contra suas duas irmãs, ambas também idosas, de 68 e 72 anos. Conforme o delegado-chefe da 6ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (6ª DEAM-V), José Antônio da Silva, a prisão do suspeito aconteceu em flagrante delito e foi possível após investigações realizadas a partir de uma denúncia anônima encaminhada à unidade. A ação teve o apoio da equipe plantonista da 9ª Central de Atendimento da Polícia Civil.

Segundo o delegado José Antônio, as duas senhoras estariam sendo submetidas a situações desumanas e degradantes em uma residência localizada no centro da cidade de Paraíso. Conforme o Delegado, durante a prisão do suspeito os policiais civis constataram a veracidade dos relatos e das investigações já realizadas. Na residência, os policiais confirmaram que o suposto autor utilizava o dinheiro que as idosas recebiam, a título de benefícios previdenciários, para fins particulares, deixando-as até mesmo sem alimentação e em estado de miserabilidade e total falta de higiene.

Os policiais civis também descobriram que o autor agredia as vítimas quando elas reclamavam de qualquer coisa. As duas idosas confidenciaram aos policiais que em determinados momentos comiam manga com água para matar a fome, uma vez que o suposto autor se negava a fornecer alimentação para elas.

Por meio de buscas efetuadas no imóvel, os agentes localizaram e apreenderam uma motocicleta que o autor teria, supostamente, adquirido com o dinheiro dos benefícios das irmãs que, além de idosas, possuem necessidades especiais. Os policiais civis também apreenderam mais de R$ 300 reais em poder do homem e também os dois cartões bancários das irmãs que estavam com ele.

Segundo o Delegado José Antônio, ao ser ouvido, o autor negou a autoria dos fatos e disse que as irmãs eram cuidadas por outra senhora, a qual adoeceu e que há cerca de um ano ele assumiu a responsabilidade de cuidar delas. Diante dos fatos, o indivíduo foi autuado em flagrante por maus-tratos e, logo após a realização das providências legais cabíveis, encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

O delegado José Antônio comentou o caso, afirmando estar chocado e consternado com a situação deplorável em que as idosas foram encontradas. “Muito triste o que presenciamos. Percebemos que o investigado preso não tem empatia e nem se importa com o sofrimento e as privações das necessidades básicas de suas irmãs e que, além disso, ainda tomava posse da renda mensal que ambas possuem”, ressaltou o Delegado ao conclamar a população a denunciar estes tipos de casos pelo telefones do Disque 100 e 180 do Ministério da Justiça.

Continue lendo
publicidade Bronze