Connect with us

Bico do Papagaio

Lelis cobra do Governo obras na TO-126 que liga Itaguatins à Maurilândia. Promessa era para agosto

Publicado

em

A paralisação das obras da TO-126, que liga os municípios de Maurilândia e Itaguatins gerou debates na sessão da Assembleia Legislativa durante a sessão desta terça-feira, 29. O debate foi provocado pelo deputado Marcelo Lelis (PV), que usou a Tribuna da Casa para cobrar do Governo do Estado a execução das obras, iniciadas em 2005 e não concluídas até o momento.

Lelis informou que durante a primeira edição do projeto “PV na Estrada” ocorrida na região do Bico do Papagaio, ele detectou as dificuldades dos moradores devido a paralisação das obras. “Após a visita, apresentamos um Requerimento solicitando informações sobre as obras e na primeira edição do Parlamento Popular realizado em Araguatins, o presidente a Agetrans prometeu que as obras seriam iniciadas no mês de agosto, como a promessa não foi cumprida, apresentamos um novo requerimento pedindo o cumprimento do prazo, mas até o momento, não tivemos resposta”, declarou.

Novo prazo

Na manhã desta terça-feira, Lelis apresentou outro requerimento solicitando a Agetrans que estabeleça um novo prazo para o reinício das obras. “Conversamos com líderes da região e a informação que temos é que as obras não foram retomadas, por isso estou apresentando outro requerimento solicitando um novo prazo para o início das obras que a população desses municípios tanto precisam”, disse.

Subscrição

Subscreveram o requerimento de Lelis, os deutados Manoel Queiroz (PPS), Josi Nunes (PMDB) e Sargento Aragão (PORS). (T1Notícias)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
4 Comments

Bico do Papagaio

Veja quantas doses da CoronaVac cada município do Bico vai receber nesta quarta, 20

Publicado

em

Após o pedido do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Tocantins (COSEMS-TO), a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) encaminhou nesta terça-feira, 19, a relação de doses da vacina CoronaVac, contra a Covid-19 que serão distribuídas aos municípios.

As doses chegam a Central de Distribuição em Araguaína no final da tarde desta terça, 19, e serão entregues aos municípios biquenses, a partir das 14h, desta quarta, 20.

Confira quantas doses cada município deve receber:

Continue lendo

Bico do Papagaio

Municípios do Bico poderão retirar vacinas CoronaVac nesta quarta, 20

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou no inicio da tarde desta terça, 19, o transporte de 16.288 doses da vacina CoronaVac, para a Central de Distribuição em Araguaína. É lá, que as Secretarias Municipais de Saúde do Bico e do norte do estado, deverão retirar suas cotas.

Ao todo, a Central de Araguaína, vai atender 58 municípios do Bico e Norte.

As Secretaria de Saúde do Bico, já poderão fazer a retirada do imunizante, a partir das 14h, desta quarta, dia 20.

Nesta primeira fase, serão imunizados trabalhadores da Saúde, população indígena vivendo em terras indígenas e idosos com 60 anos ou mais, que estejam em instituições de longa permanência.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Municípios do Bico ainda não sabem cota e quando iniciam imunização contra Covid-19

Publicado

em

Com a chegada do primeiro lote de vacinas CoronaVac, contra Covid-19, nesta segunda, 18, ao Tocantins, os municípios do Bico do Papagaio ainda não tem definida a data de inicio da vacinação e nem a quantidade de doses que serão recebidas.

É aguarda para esta terça, 19, que a Secretaria de Estado da Saúde (SES), informe as Secretaria Municipais de Saúde, cada cota.

A princípio, a SES recebeu o comunicado do Ministério da Saúde, que neste primeiro lote, seriam enviadas 29.840 doses da CoronaVac, depois, esse número cresceu para 44 mil.

As vacinas para os municípios do Bico, serão transportadas ainda nesta terça, para a Central de Distribuição, em Araguaína. De lá, os municípios farão a retirada e ficam responsáveis pela aplicação do imunizante e pela escolha das pessoas dos grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, e está sendo produzida, no Brasil, pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último domingo, 17. A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford.

Continue lendo
publicidade Bronze