Connect with us

Maranhão

Lideranças comunitárias discutem segurança pública durante seminário

Publicado

em

A primeira edição do Seminário dos Conselhos de Segurança Comunitária do Maranhão (Consec/MA) foi encerrada sábado (9). Com o tema “Conselheiro Preparado, Comunidade Assistida”, reuniu lideranças comunitárias de diversos bairros da Região Metropolitana de São Luis.

Em dois dias foram discutidas e traçadas as novas diretrizes para a implantação de políticas públicas de Segurança que aproxime mais a Polícia da comunidade, com a participação dos gestores da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), entre os quais o secretário Aluísio Mendes.

O encontro ocorreu no Hotel Luzeiros (Ponta do Farol) em São Luis, e foi promovido pela (SSP), por meio da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento e Articulação Institucional (Sadai).  A cerimônia de encerramento teve a presença do deputado estadual Zé Carlos, além de conselheiros e representantes das forças estaduais e municipais de Segurança.

Ao final, os participantes produziram um documento com todas as demandas apontadas por cada grupo temático de trabalho, que deverá ser entregue aos gestores do Sistema de Segurança. Todas as propostas devem ser analisadas e encaminhadas para ser executadas dentro de um planejamento de ações e metas.

Programação

Na programação, o primeiro dia foi voltado para palestras com temáticas relacionadas à estruturação dos Conselhos Comunitários de Segurança, violência doméstica; uso de drogas ilícitas e aplicabilidade de Polícia Comunitária, ministradas por profissionais de renome na área, como Márcio Júlio da Silva, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), capitão da Polícia Militar e coordenador nacional de Polícia Comunitária; Robson Robin, diretor do Departamento de Políticas, Programas e Projetos da Secretaria Nacional de Segurança Pública SENASP/MJ; a primeira delegada mulher do estado do Piauí, Maria Vilma Alves da Silva; e o coronel da Polícia Militar do Distrito Federal, Erisson Lemos Pita.

“Estamos inaugurando uma nova parceria entre o Sistema de Segurança e a comunidade. Todas as decisões a partir de agora serão tomadas em conjunto com a representatividade dos Consegs. Dessa interlocução e dos investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado na área da segurança, é que as ações poderão ser implementadas. A partir daí teremos resultados certamente mais exitosos para a nossa população”, destacou o secretário de segurança, Aluisio Mendes, durante a solenidade de encerramento.

Atualmente, São Luis conta 26 conselhos comunitários de Segurança (Consegs) instalados, com aproximadamente 300 membros representando suas comunidades. Cada Conseg tem como função primordial ser um fórum democrático de debate, no qual são discutidos entre vários temas, questões relacionadas à segurança, sob a forma de organização não governamental. Os Consegs são fruto de um convênio celebrado entre a SSP e com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça.

Importância

Ao final do evento, os representantes comunitários foram unânimes em reconhecer a importância do seminário para a efetivação das práticas voltadas ao bem e a paz social.

De acordo com o presidente do Conseg do pólo do Bom Jesus-Coroadinho, Raimundo Nonato Pinheiro, as palestras serviram para fortalecer o papel de cada conselheiro. “É a primeira vez aqui em São Luis que vejo um seminário voltado para as questões especificas dos conselhos comunitários. A presença dos palestrantes da Senasp com suas explicações nos deu uma visão muito mais clara de nosso papel e nos encorajou a lutarmos por uma sociedade melhor”, comentou o líder que atua no Conseg há um ano.

Já para o conselheiro da aérea do São Raimundo, Francisco Abreu, o I Consec/MA foi “um olhar dos poderes públicos para as comunidades e uma prova de que o Maranhão não está fora dos projetos sociais desenvolvidos pelo Governo Federal”. A liderança ressaltou ainda que a presença dos comandantes de Unidade, assim como do Corpo de Bombeiros, de representantes da Polícia Civil e da Guarda Municipal possibilitará um planejamento em conjunto de ações que resultarão na diminuição dos índices de violência em toda a capital.

O secretário adjunto de Desenvolvimento e Articulação Institucional, coronel Antonio Roberto Silva avaliou o seminário como produtivo. “Estamos completamente satisfeito com os resultados. O passo agora é cada conselheiro retornar ao seu bairro e disseminar os ensinamentos aqui colhidos. A Secretaria de Segurança estará presente neste processo. Acreditamos que com o empenho de todos em busca de fortalecermos essa cultura da paz social dentro das comunidades, como forma de prevenir e diminuir a violência em nossa capital”, frisou.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze