Connect with us

Bico do Papagaio

Lobão monta esquema para controlar Serra Pelada

Publicado

em

Uma operação articulada pelo senador e ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão está por trás do projeto de retomada da exploração de ouro no lendário garimpo de Serra Pelada, no sul do Pará. A operação envolve pagamentos suspeitos a cabos eleitorais de Lobão e um emaranhado de empresas – algumas de fachada – abertas no Brasil e no Canadá.

O projeto de retomada da exploração do garimpo ganhou força quando Lobão esteve no comando do ministério, de janeiro de 2008 a março deste ano. Com aval do governo, a exploração será feita pela Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral, empresa criada a partir de um contrato entre a desconhecida Colossus Minerals Inc., com sede em Toronto, no Canadá, e a Cooperativa dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), que reúne 40 mil garimpeiros e detém os direitos sobre a mina.

Este ano, por duas vezes o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a programar visita a Serra Pelada para anunciar a reabertura do garimpo. Mas as duas viagens foram canceladas de última hora. Nas palavras de um auxiliar do presidente, a desistência se deu porque o Planalto avaliou que o acordo com a Colossus é prejudicial aos garimpeiros. “Os leões querem ficar com todo o ouro”, disse o assessor.

Por ordem da Presidência, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e o ministério tiveram de firmar um termo de compromisso com a Colossus em que a empresa canadense se compromete a ajustar cláusulas do contrato com potencial de prejuízo aos garimpeiros.

Como senador e depois como ministro, Lobão atuou pessoalmente em várias frentes, dentro e fora do governo, para possibilitar o negócio. Primeiro, operou para formalizar a Coomigasp como proprietária do garimpo.

Nos bastidores, ainda em 2007, como senador, Lobão atuou para conseguir que o governo federal convencesse a Vale, até então detentora da mina, a transferir à cooperativa seus direitos de exploração de ouro e outros metais nobres em Serra Pelada.

A Vale submeteu a proposta a seu conselho de administração, que concordou em atender ao pedido de Brasília e, em fevereiro de 2007 assinou um “termo de anuência” repassando à cooperativa dos garimpeiros o direito de explorar a mina principal.

No ano passado, já com Lobão ministro, o governo fez nova gestão em favor do negócio e obteve da Vale os direitos sobre mais 700 hectares de Serra Pelada.

Ao jornal O Estado de São Paulo, o secretário de Geologia e Mineração, Claudio Scliar, que elogia o desempenho de Lobão na condução da reabertura de Serra Pelada, admitiu ser amigo de geólogos brasileiros que integram o comando da Colossus, como Pérsio Mandetta, Darci Lindenmeyer e Augusto Kishida. “O Darci chegou a ser meu chefe no passado”, diz.

Garantido formalmente o direito da Coomigasp de operar no garimpo, Lobão lançou outra ofensiva. Desta vez, para tomar o controle da cooperativa. Num processo conturbado, marcado por ações judiciais e violência, garimpeiros do Maranhão ligados ao ex-ministro conseguiram assumir a Coomigasp.

É justamente nessa época que surge a Colossus. A proposta de contrato com a empresa foi aprovada a toque de caixa pelos associados da cooperativa. Pelo acerto, a Colossus entra com capital e tecnologia e a cooperativa cede seus direitos sobre a mina. Pesquisas autorizadas pelo DNPM indicam haver pelo menos 20 toneladas de ouro no subsolo de Serra Pelada. Geólogos com acesso às sondagens mais recentes afirmam, porém, que a quantidade pode passar de 50 toneladas.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Confusão, briga e facada durante madrugada de pandemônio na Bela Vista

Publicado

em

A Polícia Militar realizou a prisão de um homem de 45 anos acusado de tentativa de homicídio durante a madrugada desta segunda-feira, 27, contra um homem de 41 anos, no povoado de Bela Vista, cidade de São Miguel do Tocantins, Norte do Estado. 

O acionamento da Polícia Militar se deu através da própria vítima. Ela declarou que estava bebendo na porta de casa, quando o indivíduo chegou de imediato armado com uma arma branca, tipo peixeira, afirmando que iria matar a vítima, a qual ainda conseguiu correr para se livrar do autor. Os motivos da primeira tentativa de agressão por parte do autor contra a vítima não foram revelados.

De imediato, a guarnição da PM empreendeu diligências no sentido de prender o suspeito. Durante o deslocamento da equipe, os policiais militares ouviram gritos de uma pessoa. Os policiais deparam com a vítima sangrando a altura do pescoço e o autor descartando a faca no matagal próximo, a qual acabou sendo apreendida e o autor preso.


A PM constatou que o indivíduo também estava ferido com um corte atrás da orelha e uma escoriação na parte de trás da cabeça. O autor relatou a PM que havia sido agredido a pauladas momento antes pela vítima e que agiu em legítima defesa.

Os dois homens foram socorridos pela PM até ao hospital Regional de Augustinópolis e logo após apresentados juntamente com a faca na Central de Flagrantes de Araguatins para as providências cabíveis.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Município chega a 69 óbitos pela Covid

Publicado

em

A 69ª morte provocada pela Covid-19, no município de Araguatins, no Bico do papagaio, foi confirmada neste domingo, 26, no Boletim Epidemiológico, da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A vítima é um homem, de 77 anos, com fator de risco alzheimer. Ele morreu no dia 17 de setembro, no Hospital Regional de Augustinópolis.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Passeio ciclístico reúne famílias e atletas

Publicado

em

Este final de semana, o município de Axixá, no Bico do Papagaio, foi palco de um passeio ciclístico que reuniu diversos apreciadores do esporte na região. O evento aconteceu no domingo, 26, teve início no Bairro Consórcio e encerrou na Serra do Estrondo.

Famílias inteiras chegaram a participar, além de pessoas de todas as idades, reunidas e um clima de animação e descontração. Cerca de 150 participantes, entre inscritos e colaboradores.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze