Connect with us

Bastidores

Luana diz que aplicativo com botão do pânico reforça proteção de mulheres amparadas pela Patrulha Maria da Penha

Publicado

em

A deputada estadual Luana Ribeiro (PSDB) prestigiou nesta terça-feira, 17, a cerimônia de lançamento do aplicativo PMTO Mulher/Botão do Pânico, da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), que vai reforçar o serviço de assistência às mulheres vítimas de violência atendidas pela Patrulha Maria da Penha. O lançamento contempla as ações do Agosto Lilás, mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher.

Autora da Lei que institui a Patrulha Maria da Penha no Tocantins (Lei nº 3560/19), a parlamentar comemorou o avanço das ações de enfrentamento à violência no estado. “O trabalho realizado pela Patrulha já é um diferencial na política de combate à violência doméstica. Hoje é um dia de vitória para as mulheres tocantinenses que poderão contar com o suporte desse aplicativo, que disponibiliza um botão do pânico para acionar o 190 em situações de risco e amplia o serviço de proteção à mulher”, frisou Luana.

O aplicativo

O Ten Cel Moisés Mecena, responsável pela área de Tecnologia Embarcada da PMTO, explicou que o aplicativo atenderá inicialmente as mulheres que já são acompanhadas pela Patrulha Maria da Penha. “O aplicativo não será disponibilizado para a sociedade fazer download. Primeiro, será liberado um cadastro para as mulheres que estão sob medida protetiva e o responsável pela Patrulha Maria da Penha irá realizar esse cadastro e acompanhar todos os casos por meio do aplicativo”, explicou.

Para a capitão Flávia Roberta, coordenadora estadual da Patrulha Maria da Penha, o aplicativo é resultado de um trabalho coletivo que visa preservar a vida de mulheres que sofrem com atos violentos. “Com o aplicativo, a mulher vai poder solicitar ajuda de forma imediata e acompanhar a rota da viatura quando o chamado for atendido, agendar visitas, e ter na palma da mão a legislação com todas as leis que asseguram os seus direitos. É um ganho para o Tocantins, ” disse a capitão.

Viatura e Formação

Na cerimônia, o comandante-geral da PMTO coronel Silva Neto assinou o ato de inclusão, no Curso de Formação de Praças, da disciplina de “Atendimento a Ocorrências de Violência contra as Mulheres” e entregou à coordenação da Patrulha uma nova viatura, com plotagem específica para garantir um atendimento mais eficiente e humanizado às mulheres. “A violência contra a mulher tem preocupado a Polícia e o Governo do Tocantins, por isso fomos em busca de melhorias para o trabalho realizado pela Patrulha Maria da Penha. O aplicativo vai atuar diretamente com a Polícia Militar e irá agilizar os atendimentos às mulheres que hoje são acompanhadas pela patrulha”, reforçou o comandante-geral da PM, coronel Silva Neto.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Justiça Eleitoral e ALETO preparam parceria na TV Assembleia

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), Antonio Andrade (PSL), colocou a TV Assembleia à disposição do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) para divulgação de programação específica da Justiça Eleitoral no Estado. O compromisso foi feito informalmente ao desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, presidente do Tribunal, durante visita ao Legislativo na tarde desta segunda-feira, 20.

“A TV Assembleia é um canal de grande alcance e não poderíamos deixar o Tribunal Regional Eleitoral sem espaço dentro da nossa programação”, disse Antonio Andrade. Ele sugeriu a assinatura de termo, de forma a firmar parceria com esse fim.

Helvécio Maia Neto reconheceu a importância da TV Assembleia e agradeceu a abertura para a parceria. Segundo ele, a oferta de Andrade vai ao encontro da missão do Tribunal de propagar informações e esclarecimentos à população sobre o papel da instituição e de assuntos de interesse dos eleitores.


A reunião contou também com a presença dos deputados Ivory de Lira (PCdoB), Fabion Gomes (PL), Luana Ribeiro (PSDB) e Jair Farias (MDB). As discussões prosseguiram em torno de assuntos relacionados às próximas eleições e a projetos desenvolvidos pelas duas instituições.

“Prezamos pelo bom relacionamento entre os Poderes e Instituições constituídas, e esse encontro justifica esse compromisso”, avaliou Andrade.

Ao final, os presidentes fizeram trocas de lembranças e se comprometeram a dar agilidade ao processo de efetivação da parceria.

Helvécio Neto esteve acompanhado do diretor-geral do TRE-TO, José Machado dos Santos, e do assessor da Presidência, Laudyone Arruda. (Suzana Barros / Foto: Clayton Cristus)

Continue lendo

Bastidores

STF valida reeleição de Antônio Andrade à Presidência da Assembleia

Publicado

em

Com o voto do ministro Gilmar Mendes, que divergiu do relator da matéria, ministro Ricardo Lewandowski, e foi acompanhado pela maioria de seus pares, foi garantida a legalidade da reeleição do deputado Antônio Andrade (PSL) como presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins. O julgamento virtual da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) na Corte Suprema aconteceu na noite da última sexta-feira, 17.

O relator acatou a ADI e votou para que seja declarado inconstitucional o trecho do artigo 15 da Constituição do Tocantins, que admite aos integrantes da Mesa Diretora da Assembleia recondução para o mesmo cargo, na mesma legislatura.

A razão alegada pelo relator é a inobservância do artigo 57 da Constituição Federal, que veda a recondução da Mesa, no mesmo mandato, aos integrantes do Congresso Nacional. Ainda conforme o relator, a regra deve aplicar-se também no âmbito estadual. O voto de Lewandowski foi seguido pelos ministros Carmen Lúcia e Edson Fachin.

O ministro Alexandre de Moraes abriu divergência parcial “para julgar procedente a ADI e fixar interpretação a fim de possibilitar uma única reeleição sucessiva aos mesmos cargos da Mesa Diretora da Assembleia”.

Mas o voto mais importante da noite foi a divergência aberta por Gilmar Mendes, que acrescentou uma condição ao voto de Alexandre de Moraes: a impossibilidade de reeleição, desde que realizada após dezembro de 2020. Na ocasião, o STF julgou outra ADI na qual decidiu impossibilitar a reeleição da Mesa, na mesma legislatura, no Congresso Nacional.

Em seu voto, Mendes declarou: “Fixo as seguintes teses de julgamento: (i) a eleição dos membros das mesas das assembleias legislativas estaduais deve observar o limite de uma única reeleição ou recondução, limite cuja observância independe de os mandados consecutivos referirem-se à mesma legislatura; (ii) a vedação à reeleição ou recondução aplica-se somente para o mesmo cargo da mesa diretora, não impedindo que membro da mesa anterior se mantenha no órgão de direção, desde que em cargo distinto; e (iii) o limite de uma única reeleição ou recondução, acima veiculado, deve orientar a formação das Mesas das assembleias legislativas que foram eleitas após a publicação do acórdão da ADI 6.524, mantendo-se inalterados os atos anteriores”.

Os ministros Roberto Barroso, Rosa Weber, Dias Toffoli, Nunes Marques e Luiz Fux acompanham o voto de Gilmar Mendes e, assim, garantiram legalidade à reeleição do deputado Antônio Andrade, pois seu pleito aconteceu em julho de 2020, antes, portanto, de dezembro de 2020.

Continue lendo

Bastidores

Janad quer restaurantes comunitários funcionando à noite

Publicado

em

Os requerimentos da vereadora e presidente da Câmara de Palmas, Janad Valcari (Pode) foram apresentados em regime de urgência e solicitam da Prefeitura de Palmas a abertura dos restaurantes comunitários em horário noturno e ainda a implantação de um sistema integrado de segurança “Olho Vivo”.

De acordo com a parlamentar, a abertura dos restaurantes comunitários é uma forma humanitária de continuar servindo alimentação de qualidade e com preço acessível aos trabalhadores e pessoas em situação de vulnerabilidade que necessitam do serviço dos restaurantes de Palmas. “Essa ampliação é solicitada em um momento que estamos enfrentando uma pandemia, com o aumento das taxas de desemprego e queda da condição econômica das famílias de Palmas”.

Sobre a implantação da Central de Segurança Integrada, Janad Valcari justificou o requerimento apontando a necessidade de ampliação da atuação conjunta entre as corporações. “Com um sistema conjunto, vamos ofertar com apoio de tecnologia de ponta uma força de segurança ainda mais preparada para atender o cidadão. Polícias militar, civil, penal, Instituto Médico Legal e Guarda Metropolitana podem sim trabalhar ainda mais articulados”.

Construção Quartel da Guarda

Ainda na sessão, Janad solicitou a construção do Quartel Geral da Guarda Metropolitana. “O intuito é dar condições adequadas para os nossos guardas. A nova sede será um marco histórico para a Guarda Metropolitana de Palmas e um direito conquistado”.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze