Connect with us

Bico do Papagaio

LUZINÓPOLIS: As irregularidades que afastaram a prefeita Carla Cristina

Publicado

em

Não repasse dos cheque-moradia aos beneficiados no município, superfaturamento de aluguel de extração de areia, fraudes em licitações de poços semiartesianos e a construção de uma creche em terreno particular. Estas são algumas das irregularidades apontadas pela Câmara de Vereadores de Luzinópolis na Prefeitura da cidade.

Na terça-feira, por sete votos a favor e dois contra, a prefeita, Carla Cristina da Silva (PSDB) foi afastada por 90 dias a pedido da Comissão Provisória de Inquérito (CPI) instaurada em agosto pelos vereadores para investigar essas denúncias.

Os vereadores pediram o afastamento da prefeita porque os funcionários da prefeitura não estariam repassando as cópias de documentos que eram solicitados pela CPI. Segundo o presidente da CPI, Altino Ribeiro da Silva (PSDB), o afastamento será publicado por edital no Diário Oficial do Estado. Carla Cristina (PSDB) responde processo no Ministério Público Estadual por improbidade devido a irregularidades na prestação de contas. Quem assume a prefeitura de Luzinópolis é o vice José de Arimateia Coelho (PT) que ainda não teria sido notificado, mas segundo os vereadores tomaria posse até sexta-feira.

Prefeitura

Carla Cristina não estava ma cidade. O novo secretário de administração e finanças do município, José Verismar Lima dos Santos, que tomou posse há uma semana no cargo, não quis comentar o assunto. “Ainda estou me inteirando das denúncias e só a prefeita poderá responder esses questionamentos.”
Nem os vereadores sabiam da mudança do secretariado na prefeitura.

Irregularidades

Cheque-moradia-Em 2010, foram beneficiadas 28 pessoas pelo programa Cheque-Moradia, no valor de R$ 3 mil, para que elas pudessem implementar a construção de suas casas. Da verba destinada à essas famílias somam-se R$ 84 mil que, segundo documentos apresentados pelos vereadores, já foram utilizados, porém os moradores sequer ficaram com os cheques em mãos, que deveriam ser trocados por materiais de construção.

Creche-Uma creche está em construção com verbas do Governo Federal orçada no valor de R$ 1.280.594,51 e a previsão para o término seria em março deste ano. A obra está em um terreno particular que teria sido adquirido sem consultar os parlamentares do município. Relator da CPI, vereador Paulo César Queiroz Borges (PMDB) disse que não houve nenhuma notificação autorizando a compra ou doação do terreno não teve o aval dos vereadores. (Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Bico do Papagaio

Governo dará início a revitalização de avenidas em Araguatins, Augustinópolis, Axixá e Ananás

Publicado

em

O governador Mauro Carlesse (PSL), assinará a Autorização de Serviço para início imediato das obras de reconstrução de pavimentação em perímetros urbanos de quatro municípios: Araguatins, Augustinópolis, Axixá e Ananás. A assinatura será na segunda-feira, às 11h10, em Augustinópolis.

As obras serão executadas pela Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto). As rodovias que terão seus perímetros urbanos reconstruídos e revitalizados são TO-010 em Araguatins (Avenida Araguaia), TO-201 em Augustinópolis (Avenida Goiás), TO-201 em Axixá (Avenida Elza Leal) e ainda na TO-210 o trecho que passa por Ananás (Avenida Betel e Brasil).

O Governador também dará ordem de serviço para a realização do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e elaboração do projeto básico e executivo para a implantação da pavimentação asfáltica da Rodovia TO-134, trecho entre Axixá e Jatobal. A assinatura está prevista para acontecer na terça-feira, 22, às 17 horas, no assentamento Santa Luzia, em Axixá. O trecho tem 27 km e irá tirar do isolamento a população da localidade. Além disso, as obras irão facilitar o escoamento da produção local. A previsão é de que sejam investidos aproximadamente R$ 32 milhões.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Carlesse cumpre agenda em municípios do Bico nesta segunda e terça

Publicado

em

Assinatura de ordem de serviço para obras de reconstrução de pavimentos urbanos e para retomada das obras do Hospital Regional de Augustinópolis, além de entrega de 1.750 cestas básicas a famílias em vulnerabilidade social e de 7.797 kits de alimentação para alunos da rede pública estadual. Essas são algumas das ações que compõem a agenda do governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, durante visita aos municípios da região do Bico do Papagaio, nestas segunda e terça-feira, 21 e 22.

“O sentimento que move esta gestão é melhorar a vida povo, gerando emprego e renda em todos os municípios. Vamos começar pelo Bico do Papagaio, retomando obras e iniciando outras nesses municípios, e ainda assinar contratos de empréstimos para darmos início à retomada da economia. Além disso, vamos levar alimento a quem tanto precisa nesse momento difícil que estamos passando. É importante que o povo saiba que o Estado não parou um minuto nessa pandemia e não tem medido esforços para realizar as ações que o Tocantins tanto precisa”, ressalta o Governador.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Comissão Avaliadora do Conselho Estadual da Educação faz vistoria na UNITINS

Publicado

em

O Câmpus Augustinópolis da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) recebeu nesta segunda e terça-feira, 14 e 15 de junho, a visita da Comissão Avaliadora do Conselho Estadual de Educação (CEE). A visita in loco atendeu a três aspectos protocolares, conforme instrumentos de avaliação do CEE: vistoria da estrutura física, análise documental e reuniões com integrantes da comunidade acadêmica. O trabalho de vistoria in loco acontece no contexto do recredenciamento institucional da Unitins, cuja visita é a última etapa do processo.  

O presidente da Comissão de Avaliação, professor Evandro Borges Arantes, avalia que a visita foi muito proveitosa. Ele comenta que “já estive no Câmpus Augustinópolis em outras ocasiões,  desde o início do seu funcionamento, até por conta disso pude acompanhar a notória evolução, tanto no aspecto da estrutura física, que melhorou sensivelmente, quanto a própria organização administrativa e didático-pedagógica, que também está bem diferente e bem melhor do que das outras ocasiões em que lá estive”, destaca o conselheiro, ao apresentar algumas considerações sobre a visita.

De forma preliminar, ele pontua que “o novo prédio onde o Câmpus está instalado tem todas as condições, atende tudo que preconizam os atos regulatórios e os instrumentos de avaliação do CEE”, acrescenta.

Evandro Borges comenta, ainda, que o fato da Unitins ter organizado e disponibilizado todas as pastas, dossiês, relatórios e evidências foi importante e facilitou o trabalho dos avaliadores. Ele explica que os dados dos relatórios foram confrontados e correlacionados ao que se via na prática, in loco. “Nós vimos não apenas o que constava nos relatórios, mas evidências práticas da realização das atividades. Em suma, ficamos bastante satisfeitos”, declara o presidente da Comissão Avaliadora ponderando que, apesar das melhorias verificadas, serão feitas algumas observações, “mas isso não é demérito para a instituição, ao contrário, isso é só um indicativo do que a instituição ainda pode melhorar”.

O reitor Augusto Rezende também pontua a mudança de estrutura física como uma melhoria importante par ao Câmpus. “Foi apresentada a evolução predial que tivemos, saindo do Colégio La Salle, que a Unitins ocupava até o ano de 2019, indo a partir de 2020 para o Centro Santa Rita, que é um local bem mais adequado para a estrutura da universidade, um local que tem muito espaço, e os avaliadores também verificaram toda a estrutura tecnológica e o câmpus devidamente pronto para o projeto de expansão da Unitins”, relata.

Para o reitor, as visitas in loco dos avaliadores do CEE consolidam as autorizações de recredenciamento de toda a Universidade. “A gente acredita que é um passo importante para a regulamentação desses atos. A Unitins recebe com muito carinho e com muita atenção as visitas e as ponderações do CEE para que a gente possa avançar sempre no processo de melhoria do ensino e aprendizagem, evoluindo tanto no Ensino, quanto na Pesquisa e na Extensão”, finaliza. 

A diretora do Câmpus Augustinópolis, Gisele Padilha, relata que a visita aconteceu de maneira tranquila e segundo ela, foi bastante produtiva. Ela conta que a Comissão visitou e avaliou toda a estrutura física da unidade, analisou dossiês dos docentes, documentos institucionais e realizou reuniões com as equipes do Câmpus. Conversou ainda com estudantes, com integrantes da Comissão Própria de Avaliação (CPA), com a Reitoria e os pró-reitores. Gisele explica que, ao final da visita, o feedback imediato veio acompanhado de sugestões de melhorias. “A avaliação nos motiva e demonstra que estamos no caminho certo. Nosso sentimento é de gratidão a todos que contribuíram e nos apoiaram durante esse processo”, destaca a diretora, satisfeita com o diálogo com os conselheiros. (Ruy Bucar)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze