Connect with us

Bico do Papagaio

LUZINÓPOLIS: Ex-prefeito Ary é suspeito de fraudar licitação

Publicado

em

O direcionamento de licitação destinada à contratação de empresa, no ano de 2014, para fornecimento de materiais de limpeza, utensílios, consumo e alimentação levou o Ministério Público do Tocantins, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tocantinópolis, a ajuizar nesta quinta-feira, 12, Ação Civil Pública (ACP) em desfavor do ex-prefeito de Luzinópolis, José de Arimatéia Coelho e Damasceno; dos servidores municipais José Alves Damasceno Júnior, Antônio Sousa dos Santos, José Cardoso da Costa; e do empresário Nelson da Silva Noleto.

As supostas irregularidades foram noticiadas por meio de denúncia anônima ao Ministério Público que, a partir da instauração de inquérito civil público, apurou que o procedimento licitatório, na modalidade pregão presencial, foi apenas pretexto para que o Município de Luzinópolis pudesse contratar a empresa N. da Silva Noleto Comércio e Serviços-ME, única a comparecer no dia e hora da abertura da sessão e credenciamento dos licitantes. No entanto, o procedimento restou comprometido em virtude de irregularidades que macularam a legalidade do certame.

Segundo o Promotor de Justiça Celsimar Custódio, a referida empresa, vencedora do pregão, estaria impedida de se consagrar vencedora, em razão de possuir restrição na junta comercial, desde o ano de 2012, tendo ainda apresentado a comprovação de regularidade fiscal sem que a mesma fosse autenticada pela Secretaria da Fazenda do Estado do Maranhão, onde a empresa era registrada. “Verifica-se conluio dos servidores públicos responsáveis pelo pregão e do gestor municipal com o titular da empresa, a fim de que esta participasse do certame, com o propósito manifesto de direcionamento de licitação”, expôs Celsimar.

Com base nos apontamentos, a ACP requer à Justiça a concessão de medida liminar determinando a indisponibilidade dos bens dos requeridos, no valor R$ 347.805,10 a fim de recompor o dano efetivamente causado ao erário. (Denise Soares)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Osemar deixa hospital após tratar a Covid-19

Publicado

em

O empresário Osemar Mousinho, que foi pré-candidato a prefeito de Araguatins pelo SD, deixou o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde o começo de setembro. O empresário foi infectado pela Covid-19 e precisou passar por tratamento intensivo.

O diagnóstico da doença foi divulgado pela assessoria ainda no início da intervenção. O tratamento começou em um hospital particular em Palmas, mas com o agravamento do problema, ele foi transferido para São Paulo, onde terminou o processo e chegou a passar pela UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Agora ele está na sua residência em Palmas, onde segue em repouso.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Sr. Quincas morre aos 97 anos

Publicado

em

Faleceu na sexta, 27, um dos pecuaristas mais respeitados de Araguatins, no Bico do Papagaio, Joaquim José de Araújo, mais conhecido como Sr. Quincas. Ele faleceu de causas naturais aos 97 anos.

O velório está acontecendo em sua residência, na Avenida Siqueira Campo, 475, no centro da cidade.

O sepultamento será às 17h, no Cemitério Municipal.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Veja os números da Covid-19 desta sexta, 27

Publicado

em

Continue lendo
publicidade Bronze