Connect with us

Maranhão

MA foi o estado que mais vacinou contra gripe na Região Nordeste

Publicado

em

O Maranhão foi o estado que mais imunizou contra o vírus influenza na Região Nordeste, ficando em sexto lugar entre os que mais vacinaram no Brasil. Foram imunizados 82,72% da população alvo da campanha, de acordo com números fornecidos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), no fim da tarde de sexta-feira (1º).

Durante os 26 dias de campanha o estado conseguiu imunizar 787.981 pessoas, entre crianças, idosos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde, público-alvo da vacinação. “Estamos contentes com o resultado, pois disponibilizamos todo o nosso apoio para que os municípios pudessem cumprir suas metas de maneira satisfatória”, celebrou o secretário-adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro.

Crianças com faixa etária entre seis meses a dois anos foram as mais imunizadas, contabilizando 89,54%. Os trabalhadores em saúde vêm logo a seguir, com 98,08%. Idosos atingiram 81,47%, enquanto as gestantes, 80,41%. A população indígena foi a que menos vacinou: foram imunizados 50,37% dos índios.

Dos 217 municípios maranhenses, 146 atingiram a meta. No entanto, quatro tiveram baixíssima cobertura, ficando abaixo dos 50%. Entre estes estão Timon, São Pedro da Água Branca, Fernando Falcão e Jenipapo dos Vieiras. São Luís foi um dos municípios que ultrapassou a meta, fechando o dia com mais de 81% do público da campanha imunizado.

Para Alberto Carneiro, um dos fatores que contribuíram para o baixo índice vacinal em alguns municípios pode ser atribuído à pouca mobilidade dos gestores municipais. “Infelizmente, as populações destes municípios ficarão mais suscetíveis aos três tipos de vírus os quais a vacina imuniza”, lamenta Alberto Carneiro. “Neste caso, os gestores municipais serão responsabilizados”, completou.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze