Connect with us

Tocantins

Má gestão de recursos do IGEPREV seguiu após TAC, diz MPS

Publicado

em

Os problemas que o Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (IGEPREV) enfrenta continuam sendo revelados, e explicados, pelos relatórios do Ministério da Previdência Social (MPS), que apontam que mesmo com o desenquadramento de aplicações (quando mais dinheiro do que o permitido legalmente é destinado à fundos de investimento), o instituto continuou contratando as corretoras que promoveram a irregularidade. A informação ainda é agravada pela constatação do próprio MPS de que os investimentos irregulares aconteceram mesmo após a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que alertava o IGEPREV do problema.

Reincidência

Em um dos exemplos descritos pelo ministério, a Leme Investimentos LTDA, que controla dois fundos desenquadrados com recursos do IGEPREV (um com R$ 24 milhões e outro com R$ 21 milhões), recebeu mais R$ 35 milhões do Fundo Previdenciário do Tocantins, em aplicação posterior ao TAC. “Os processos de credenciamento das instituições financeiras deveriam ter inabilitado as gestoras dos fundos de investimento objeto do TAC, uma vez que o credenciamento pressupõe um relacionamento seguro entre as partes”, ressaltam os técnicos do MPS em relatório de dezembro de 2013.

O caso da Leme, entretanto, não é o que mais preocupa o MPS. No relatório, a equipe de técnicos alerta para o caso dos aportes feitos à corretora Asset Management LTDA, controladora de dois fundos desenquadrados com recursos do IGEPREV, que recebeu mais R$ 70 milhões (com subscrição de mais R$ 15 milhões). Ou seja, somadas, as duas empresas receberam em torno de R$ 105 milhões a mais.

O próprio MPS questiona os gestores do IGEPREV sobre “a possibilidade de conflitos de interesses” no caso da Asset. “Pois haverá potenciais diligências ou litígios do Igeprev junto a gestora para promover o enquadramento desses fundos, ao passo que foram realizadas aplicações em novos fundos sob a sua gestão”, argumenta o MPS.

Falhas na Gestão

Em entrevista o secretário de Políticas de Previdência Social do MPS, Leonardo Rolim, confirmou que o último relatório do MPS trazia uma série de novas irregularidades detectadas pelos técnicos do ministério e explicou que as mesmas geraram também ressalvas por parte da equipe do MPS. “Algumas destas ressalvas são as indicações que o IGEPREV não pode aplicar mais recursos em alguns tipos de investimento”, disse, por telefone, Rolim.

O secretário ainda ressaltou que a preocupação do MPS com a política de investimento para o ano de 2014 e pontuou em quais aspectos a gestão do IGEPREV ainda está falha. “Não ter uma equipe especializada na avaliação de risco de investimentos, por exemplo, foi uma das falhas que pode ter levado a essa situação de desenquadramento”, afirmou Rolim.

O representante do MPS também comentou a mais recente troca no comando da presidência do IGEPREV, com a saída de Rodrigo Oliveira e a nomeação de Francisco Sales para o cargo no dia 16 de dezembro de 2013. “Isso com certeza traz atraso. O novo presidente, sem avaliar competência ou credibilidade, vai necessitar de tempo para avaliar a situação e vale ressaltar que não haverá extensão de prazo para a prestação de contas sobre a gestão”, disse Rolim, afirmando que o IGEPREV terá de dar novas explicações em fevereiro.

Procurado, o presidente do IGEPREV se manifestou por nota enviada por sua assessoria de imprensa, onde, em síntese, “o IGEPREV reconhece que existem problemas, porem não há falta de empenho para resolvê-los”, diz Sales na nota, explicando que o IGEPREV” vem adotando providências no intuito de enquadrar os fundos aos limites impostos pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).”
(Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PALMAS: Objetos eletrônicos frutados são recuperados pela Polícia Civil

Publicado

em

Dando continuidade às investigações referentes à prática de furtos ocorridos na região norte da Capital, na manhã desta segunda-feira, 10, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) por meio da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas, recuperou vários bens que haviam sido subtraídos de diferentes estabelecimentos de Palmas, nas últimas semanas. 

As investigações foram iniciadas logo após o furto ocorrido na Controladoria Geral do Estado, no último dia 27 de abril. Após inúmeras diligências, os agentes da unidade policial localizaram na manhã de hoje, um notebook, e um aparelho de TV, que haviam sido levados de uma clínica médica. Na mesma ação, os policiais civis também encontraram e apreenderam três panelas elétricas, além de uma caixa térmica contendo várias latas de refrigerantes. As investigações da PC-TO apontaram que os utensílios domésticos e as bebidas foram furtados de um quiosque também localizado na região norte.

Todos os produtos recuperados foram levados para a sede da 3ª Delegacia de Polícia Civil onde serão periciados e restituídos aos verdadeiros proprietários. Com a recuperação dos bens, a Polícia Civil do Tocantins elucidou os furtos, cometidos através de arrombamento e identificou os autores, que foram indiciados por furto qualificado.

Continue lendo

Tocantins

COLINAS: Confira cronograma das obras da BRK Ambiental para a semana de 10 a 13 de maio

Publicado

em

A BRK Ambiental, responsável pelos serviços de saneamento em 47 municípios do Tocantins, realiza obras em Colinas do Tocantins, município localizado na região norte do estado, entre os dias 10 e 13 de maio.

As equipes estão empenhadas em realizar a recomposição do asfalto e das calçadas das vias que receberam novas tubulações. Recentemente, a concessionária implantou 25 km de redes de esgoto em 10 bairros do município, levando saneamento para mais pessoas.


As interdições para as obras garantem a segurança das equipes e dos pedestres. Recomenda-se que motoristas optem por transitar em vias alternativas. As ruas e avenidas podem ser fechadas entre as 07h e 18h.

Confira o cronograma:

Setor Santo Antônio
Segunda-feira (10)
Rua Luiz Alves Guida

Terça-feira (11)
Rua Dom Orione entre as ruas Luiz Alves Guida e São Paulo

Quarta-feira (12)
Rua Dom Orione entre as ruas Luiz Alves Guida e São Paulo

Quinta-feira (13)
Rua São Paulo

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Governo atende solicitação de Luana Ribeiro que pede recuperação da TO-422 no trecho de acesso ao Daiara

Publicado

em

O Governo do Tocantins intensificou os trabalhos de recuperação da TO-422, no trecho de 8 km que dá acesso ao Distrito Agroindustrial de Araguaína (Daiara). A demanda foi apresentada pela deputada estadual Luana Ribeiro e aprovada pela Assembleia Legislativa do Tocantins.

A parlamentar destacou a importância de recuperar o trecho que abriga várias empresas, como distribuidoras de alimentos, de peças e um frigorífico. “Esta estrada é muito movimentada, especialmente pelo grande fluxo de caminhões, mas pela precariedade tem colocado em risco a segurança de quem trafega pela via. A região também abriga vários assentamentos e as famílias também sofrem com as condições funcionais do trecho”, justificou Luana Ribeiro. 

O desempenho da rodovia, em trafegabilidade e conforto, estava comprometido pelo acúmulo de deformações na superfície asfaltada. O objetivo é restabelecer as condições funcionais da via degradada pelo grande tráfego de veículos pesados, para o qual não foi projetada. As obras iniciaram na semana passada.

Os trabalhos devem restabelecer a trafegabilidade, principal demanda dos usuários da via, que atende empresários, proprietários rurais e moradores locais. (Com informações da Ageto)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze