Connect with us

Tocantins

Mãe questiona bullying e filhos perdem bolsa no Colégio Ulbra de Palmas-TO

Publicado

em

Um colégio particular de Palmas é acusado de cortar a bolsa de estudos concedida a duas alunas devido à mãe questionar bullying sofrido por uma delas. O caso teria acontecido no Colégio Ulbra, localizado na quadra 10 Norte, no centro da capital.

Segundo a mãe da criança, que preferiu não se identificar, uma de suas filhas de 11 anos, que estuda no Colégio há três anos, passou a reclamar de brincadeiras desagradáveis por partes do colegas, que a chamavam de ‘gordinha’, ‘mais feia da sala’, entre outros. A mãe disse que notou mudança no comportamento da filha e tristeza, especialmente quando ocorriam os fatos.

De acordo com a mãe, em uma das situações mais graves, foi registrado Boletim de Ocorrência na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Palmas. Ela disse também que buscou por várias vezes auxílio à coordenação pedagógica da escola, mas não obteve resposta.

Conforme o relato, no dia 15 de setembro, ao buscar a filha no colégio, a menina estava visivelmente abalada por conta do bullying. Ela conta que ligou para a mãe da criança que praticou o ato, mas foi destratada, inclusive com xingamentos. Mas, como já era horário do almoço, o fato foi comunicado à Coordenação Pedagógica do Colégio por meio de WhatsApp, porém, nenhuma providência foi tomada quanto ao bullying, a não ser chamá-la para prestar informações sobre o telefonema feito à mãe do aluno.

“Estou decepcionada com o Colégio por conta da atitude covarde do Diretor de punir minhas filhas cortando as bolsas que são oferecidas pelo Governo Federal“, desabafou.

Segundo a denunciante, a surpresa ainda mais desagradável veio quando ela procurou a escola para fazer a rematrícula das crianças e soube que a bolsa de estudos foi negada, por conta do episódio.

No documento que negou a renovação da bolsa das crianças, o diretor da escola, Joel Muller, apontou suposta falha na participação da mãe com o quadro de professores e direção da escola. Contudo, ela garante que essa justificativa é “totalmente infundada e não condiz com os fatos reais”. “Sempre atendi a todos os chamamentos da instituição, participando assiduamente das reuniões e acompanhado diariamente a rotina escolar das minhas filhas”, afirma.

Ainda segundo a mãe, a renovação das bolsas para 2018 já tinha sido aprovada pela Comissão do Colégio. “Fui informada pessoalmente pela Tesouraria, no dia 17 de outubro, sobre a renovação da bolsa, mas quando fui renovar a matrícula, no dia 06 de novembro, me negaram a bolsa. Eu já havia comprado os uniformes das crianças e feito planos para o novo ano escolar”, lamenta.

Indignada, a mãe conta que entrou com recurso contra o indeferimento da bolsa social e também acionou a justiça e os órgãos de fiscalização para denunciar o caso.

O OUTRO LADO

A reportagem solicitou nota de esclarecimentos do Colégio Ulbra, nesta segunda-feira (20), mas não obteve retorno. (AF Notícias)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Carlesse participa de reunião com ministro da Saúde para anunciar Plano Nacional de Imunização contra o Coronavírus

Publicado

em

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, participou, na tarde desta terça-feira, 20, de uma reunião por videoconferência com governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar da vacinação contra o novo Coronavírus. Também participaram da reunião representantes do Instituto Butantan, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e técnicos do Ministério da Saúde.

Na ocasião, o ministro Eduardo Pazuello anunciou a aquisição de 46 milhões de doses de vacina CoronaVac, para imunização contra o novo Coronavírus. A vacina está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a indústria farmacêutica chinesa, Sinovac Live Science.

De acordo com Eduardo Pazuello, a vacina será incluída no Plano Nacional de Imunizações (PNI) e garantiu que o medicamento vai chegar em todas as unidades da federação. As 46 milhões de doses devem ser entregues até dezembro de 2020, segundo o cronograma do Ministério da Saúde, sendo que 6 milhões serão produzidas na China e entregues em frascos unidos e, as 40 milhões restantes, estas em frascos multidoses, ficarão a cargo do Instituto Butantan. “Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de Plano Nacional de Imunizações. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, garantiu o ministro.

O governador Mauro Carlesse afirmou que recebeu com muita satisfação o anúncio da aquisição e da inclusão da vacina no Plano Nacional de imunizações, que vai garantir a vacinação da população no Estado. “Foi uma reunião muito importante, porque recebemos a garantia do ministro Pazuello que, além da compra das doses de vacina, ela vai chegar ao nosso Estado, por meio do Plano Nacional de Imunizações. Isso é muito importante para o nosso povo tocantinense”, comemorou o Governador.

Como a Butantan-Sinovac e a AstraZeneca-Oxford estão em etapas avançadas de produção — ambas em fase 3, a última do processo, quando são testadas em milhares de pessoas —, a previsão é de que a vacinação comece em janeiro de 2021. Mas elas ainda devem ser liberadas pela Anvisa e ter eficácia e segurança garantidas, como determina o Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, profissionais de saúde e grupos de risco deverão ser os primeiros a receber a vacina.

Astra

Os representantes da Fiocruz informaram que a fundação deve começar, a partir de abril, a produção própria da vacina da AstraZeneca, desenvolvida junto à Universidade de Oxford (Reino Unido), e disponibilizar ao país até 165 milhões de doses ao longo do segundo semestre de 2021.

Os técnicos do Ministério da Saúde afirmaram ainda que acompanha mais de 200 estudos referentes às vacinas contra a Covid-19 e não descarta novas compras, caso haja necessidade.

Também acompanhou a reunião o secretário de Estado da Saúde do Tocantins, doutor Edgar Tollini. (Jarbas Coutinho / Foto: Esequias Araújo)

Continue lendo

Tocantins

Tocantins tem 7 novas mortes por Covid-19 oficializadas nesta terça

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 20 de outubro, foram contabilizados 365 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 118 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 224.311 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.065 casos confirmados da doença. Destes 59.719 pacientes estão recuperados e 12.291 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.055 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Servidor do Detran no Tocantins é preso por cobrar para agilizar processos

Publicado

em

A 1ª Central de Flagrantes da Polícia Civil do Tocantins lavrou na segunda-feira, 19, um Auto de Prisão em Flagrante (APF) de um servidor contratado do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) pela prática de corrupção passiva. O servidor em questão foi conduzido pela equipe do Núcleo de Inteligência do Detran-TO até à Central, onde foi lavrado o APF depois de cobrar vantagens indevidas para iniciar processos no setor de veículos do Detran.

Conforme apurado, a corrupção por parte do servidor foi descoberta porque um agente do Núcleo de Inteligência presenciou o momento em que um homem, ao sair de perto de outros, um que estava em pé e o outro sentado, disse que não pagaria nada a nenhum “malandro” para ter suas questões no Detran-TO resolvidas. Ao ouvir isso, o agente se aproximou dos outros dois homens e percebeu que o que estava em pé pegou uma pasta das mãos do que estava sentado. Ao perceber do que se tratava e que o homem em pé era servidor do órgão, o agente deu voz de prisão a ele.

No desenrolar dos fatos, o subornado relatou que estava na fila quando o homem, que ele não sabia ser servidor do órgão, se aproximou e disse que poderia agilizar a transferência que ele precisava desde que ele pagasse a quantia de R$ 50,00. Assegurou ainda que seria mais em conta dos que os despachantes cobram e que seria bem mais rápido também.

Alerta

O Detran-TO alerta aos usuários que ato suspeito ou criminoso deve ser reportado para que as devidas providências sejam tomadas. A atual gestão reafirma não compactuar com tais práticas criminosas e tem o compromisso de seguir as normas e leis estabelecidas.

Continue lendo
publicidade Bronze