Connect with us

Bico do Papagaio

Manifestantes ameaçam fechar escritórios da Usina de Estreito

Publicado

em

Mais de 270 pessoas estiveram, durante a tarde de segunda-feira, 5, em frente ao Centro de Informações da Usina Hidrelétrica do Estreito (UHE Estreito) e outras 100 estão acampadas ao lado do escritório do Consórcio Estreito Energia (Ceste) – responsável pela obra – em Filadélfia. Os manifestantes ameaçam fechar escritórios do consórcio nas cidades atingidas pela barragem (o de Babaçulândia, foi fechado há nove dias) e pedem que as profissões ligadas ao rio, como pescadores, barqueiros e barraqueiros, além de extrativistas e mototaxistas, sejam considerados como impactados.

Na colônia de pescadores da vizinha Carolina (MA), a reclamação é que o peixe já está em falta. “Desde o estouro das dinamites, os peixes deixaram de subir. O peixe vai desaparecer e nós seremos impactados. Como nós vamos sobreviver se só sabemos pescar?” questiona um pescador que faz parte da colônia há sete anos e que preferiu não identificar-se. Os manifestantes reivindicam uma reunião com o Ceste, com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Ministério Público Estadual (MPE-TO) para deixarem o local. Em nota, o Ceste afirmou que “subsidiou emissão da licença ambiental prévia, diagnosticou e avaliou as interferências sociais e ambientais geradas pela implantação da usina”. Lembra que “94% das indenizações de proprietários de imóveis que optaram pela venda para o consórcio já foram efetivamente pagas”. (Jornal do Tocantins – Weberson Dias)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Cacique faz denúncias graves contra gestão Paulo Gomes e descaso com saúde de indígena

Publicado

em

Cacique Orlando Apinajé fez um desabafo grave, alertando quando a suposto descaso da Prefeitura de Tocantinópolis, quando a saúde de indígenas no município. O cacique quede socorro das autoridades.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Aquiles manda recado para assentados, “Não sou governado pelo rabo”

Publicado

em

O prefeito de Araguatins, no Bico do Papagaio, Aquiles da Areia (PP), ficou irritado por estar sendo cobrado por moradores de diversas regiões de assentamentos e distritos, por conta das más condições das estradas vicinais, que tem dificultado a vida dessa parte da população que necessita se locomover até a cidade.

O gestor gravou um vídeo e divulgou nas redes sociais, respondendo os críticos. Assista:

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Estelionatário especialista em falsificação de diplomas de medicina é preso após desligar padrões de energia

Publicado

em

Por força de mandado judicial pelo crime de estelionato, a Polícia Militar realizou a prisão de um homem de 33 anos, na noite de segunda-feira, 24, na cidade de Augustinópolis, no Bico do Papagaio. 

A prisão foi feita pela equipe de policiais militares do 9º Batalhão da PM (9º BPM) e contou com o apoio de um militar que se encontrava de folga e agentes da Polícia Civil, que auxiliaram com informações que levaram a prisão do indivíduo.

As primeiras informações que chegaram para a Polícia Militar davam conta de que moradores da área central da cidade de Augustinópolis estariam amedrontados devido uma pessoa estar desligando o padrão de energia das casas durante a noite.

No local, a PM foi recebida por moradores que disseram para a polícia o nome do possível suspeito da ação e o indivíduo acabou sendo localizado pela equipe de policiais militares e preso. 

Através de consulta ao Banco Nacional de Mandados de Prisão, o sistema apontou que havia um mandado judicial aberto em desfavor do foragido, acusado pelo crime de estelionato. Segundo informações, o indivíduo era especialista em falsificação de certificados escolares e universitários, principalmente de curso de medicina.

O autor foi apresentado na Central de Flagrantes para as providências cabíveis.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze