Connect with us

Bico do Papagaio

Manoel Queiroz cobra explicações sobre aquisição de cestas básicas pelo Governo

Publicado

em

O deputado estadual Manoel Queiroz (PPS) foi à tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 4, questionar o governo do Estado quanto a uma suspeita, segundo o parlamentar, de favorecimento de uma empresa na licitação para aquisição de cestas básicas. O parlamentar apresentou um requerimento, em regime de urgência, pedindo informações ao governador Siqueira Campos (PSDB), apontando que seriam mais de 225 mil cestas básicas adquiridas através da ata de registro de preços nº 001/2011 da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas).

A empresa contratada, segundo o requerimento, é a Stalim & Oliveira Ltda. “Senhor presidente, recebemos informações que esta empresa, a Stalim & Oliveira Ltda, estava contratando pessoas nos primeiros dias do mês de maio, para a confecção de mais 40 mil cestas básicas, em um novo processo licitatório, e o que é interessante é que a licitação só ocorreu no dia 15 de maio de 2013, portanto indícios muito forte de favorecimento desta empresa”, afirmou o deputado em seu discurso.

Queiroz também lembra que em 2011, outro parlamentar, Sargento Aragão (PPS), chegou a enviar ofício ao Ministério Público Estadual, pelo qual “comunica a suspeita de superfaturamento de preços, pela empresa Stalim & Oliveira Ltda”. “Por isso que neste requerimento solicito a relação de quantas cestas foram entregues. Quantas foram estocadas? Quem recebeu? E os critérios de seleção das famílias beneficiadas”, diz Queiroz.

Ainda no discurso, o parlamentar critica a licitação e execução de obras “em tempo recorde de um dia” pelo governo. (Portal CT)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
1 Comment

Bico do Papagaio

UTI’s para Covid no Bico estão 100% ocupadas

Publicado

em

A situação da pandemia de Covid-19 em todo o estado do Tocantins e na região do Bico do Papagaio segue se agravando. Seguindo o mesmo caminho dos outros hospitais do estado, o Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug), está com seus leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid, completamente lotadas. Ao todo são 10 leitos de UTI’s e todos estão ocupados.

A ocupação de leitos clínicos no HRAug também está em situação complicada. Nesta sexta-feira, 70% estão ocupados. No Hospital Regional de Xambioá (HRXam), que oferece leitos dessa categoria, a situação é mais tranquila, com 3 dos 12 leitos cheios.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Mais dinheiro nos cofres das Prefeituras do Bico para enfrentamento à Covid

Publicado

em

A Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins (SES) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) pactuaram – em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) – a distribuição de recursos para o enfrentamento das demandas assistenciais, geradas pela emergência de saúde pública de importância internacional, decorrente do novo Coronavírus. Os recursos são oriundos do Ministério da Saúde (MS), destinado por meio da Portaria GM/MS n° 3.896, de dezembro de 2020.

A distribuição da verba, entre a SES-TO e os 27 municípios biquenses, foi definida por consenso entre as instituições, visando fortalecer a rede de atendimentos aos pacientes acometidos pela Covid-19.

Clique AQUI e veja a Portaria.

Os critérios para distribuídos são o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); incidência da Covid-19; leitos Covid-19 e população. Baseado nestes critérios, Araguatins receberá R$ 109.982,26; Tocantinópolis R$ 84.515,64 e Augustinópolis R$ 56.625,75.

Veja todos os municípios:

Continue lendo

Bico do Papagaio

ITAGUATINS: Oficializada novas mortes por Covid-19

Publicado

em

Neste quinta, dia 4, a Secretaria de Estado da Saúde confirmou duas novas mortes por Covid-19, no município de Itaguatins, no Bico do Papagaio. Agora, segundo a SES, são 4 vítimas da doença.

Conforme a SES, só agora foi computada uma vítima ainda do mês de junho de 2020, que era homem de 69 anos, que morreu no Hospital Dom Orione, em Araguatins. A quarta morte aconteceu no dia 22 de fevereiro deste ano, era homem de 75 anos e estava no Hospital Materno Infantil Imperatriz, na região Tocantina Maranhense.

Continue lendo
publicidade Bronze