Connect with us

Pará

MARABÁ: Nível do Rio Tocantins chegou a 11,05 metros e mais de 500 famílias são atingidas pela cheia

Publicado

em

Equipes de diversos órgãos municipais atuam para auxiliar as famílias afetadas pelo rio Tocantins, que nesta quinta (25), atingiu o nível de 11,05 metros. Ao todo, 504 famílias ficaram sem suas casas por causa da cheia do rio. Destas, 262 famílias foram enviadas para abrigos públicos como Obra Kolping, Bom Planalto, Acrob, Praça da Feirinha, Santa Rosa, Folha 31, Galpão da avenida Antônio Maia.  Duas famílias estão na Associação dos Moradores de Santa Rosa que não é um abrigo oficial.

Outras 242 famílias estão desalojadas. São famílias que tiveram outros destinos como aluguel, imóveis cedidos ou casas de familiares. Além disso, 31 famílias também foram atingidas pela cheia permanecendo isoladas.

Com a continuidade das chuvas e o consequente aumento dos rios, novas famílias foram atingidas na Folha 14 e no São Félix Pioneiro nos últimos dias.

“Nós estamos montando abrigos nessas novas áreas atingidas. 15 abrigos em São Félix Pioneiro e 15 abrigos na Folha 14 e o galpão da Borges Informática foi reativado e já está lotado com seis famílias”, informa Jairo Milhomem, coordenador da Defesa Civil.

Hoje, equipes da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) com auxílio de um caminhão do exército, caminhão dos bombeiros civis e assistente social atuam no processo de mudança das novas famílias atingidas.

A Prefeitura também tem realizado a entrega de cestas básicas para os desabrigados, serão 474 cestas básicas entregues somente em março. Outras atividades sociais tem acontecido no abrigo, a Secretaria de Assistência Social Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil do Ministério Público (PETI) realizou uma atividade com crianças e pais dos abrigos.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também tem atuado nos abrigos com a realização de atendimento médico, enfermagem e atualização de vacinas. Neste mês de março, mês da mulher, foi realizada também a coleta de PCCU. São realizadas em médias de 300 atendimentos por fim de semana.

Ainda de acordo com Jairo Milhomem, com a estabilização do nível do rio Tocantins será possível atender todas as demandas. Segundo a COMPDEC, na terça-feira foram realizadas dezesseis mudanças de famílias afetadas pela cheia em Santa Rosa. Na quarta (24) foram realizadas mais treze mudanças.

Entre as equipes que auxiliaram na ação de amparo às famílias, estavam sete servidores da Defesa Civil, dois agentes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (SEASPAC), além de 20 bombeiros civis e três policiais militares. Também foram utilizados na ação um micro-ônibus da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e quatro viaturas de cinco toneladas do Exército Brasileiro. (Ronaldo Palheta / Fotos: Paulo Sérgio)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo

Pará

Em Belém, Remo vence CSA por 1 a 0

Publicado

em

O Remo bateu o CSA por 1 a 0 e ganhou justamente a posição do adversário na classificação da Série B. Assumiu neste domingo o 12° posto. No Baenão, em Belém, o único gol da partida saiu aos oito minutos do primeiro tempo, com o atacante Renan Gorne. O time alagoano perdeu a segunda consecutiva e volta para Maceió sob pressão.

O Remo abriu o placar logo na primeira chance. Erick Flores deu um drible desconcertante em Fabrício na área do CSA e serviu a Renan Gorne, que só teve o trabalho de empurrar para a rede, aos oito minutos. Aos 14, Gabriel lançou para Aylon, que finalizou com perigo, mas estava impedido. Não valeu o ataque do CSA. O jogo ficou morno e só esquentou aos 31, num chute colocado de Gabriel. Assustou o goleiro do Remo. Depois, o time alagoano rondou a área paraense, mas não foi efetivo.


O Remo teve a primeira oportunidade do segundo tempo. Lucas Tocantins, que havia acabado de entrar, passou fácil por Yuri e bateu por baixo. Thiago Rodrigues defendeu com dificuldades, com as pernas, e a zaga do CSA aliviou. Depois, o Remo passou a controlar mais o jogo. O técnico do CSA mexeu no ataque, mas o time continuou com enorme dificuldade para finalizar. Aos 29, Lucas Tocantins bateu cruzado, pela esquerda, e levou perigo ao gol do CSA. Aos 36, Dudu Beberibe acertou uma cabeçada na área do Remo e obrigou Vinícius a fazer uma boa defesa. Aos 38, Fabrício, do CSA, bateu falta com veneno e deu trabalho ao goleiro do Remo.

O Remo chegou a 19 pontos e fechou a 15ª rodada da Série B na 12ª colocação. Com 18, o CSA perdeu uma posição e caiu para o 13º lugar, com cinco pontos de vantagem para a zona do rebaixamento.

O CSA volta a jogar em Maceió no próximo sábado. Às 19h, recebe o Avaí no Estádio Rei Pelé. Antes, na sexta, o Remo faz outro jogo no Estádio Baenão, em Belém, desta vez contra o Operário-PR, às 16h. (Foto: Samara Miranda)

Continue lendo

Pará

Assista o Conexão Rural deste final de semana – Dias 31 e 1ª

Publicado

em

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze