Connect with us

Pará

MARABÁ: Vídeo-chamadas, áudios e ligações telefônicas tentam aproximar pacientes de familiares no Hospital Municipal

Publicado

em

No Hospital Municipal de Marabá (HMM), os profissionais de saúde dedicam-se cada vez mais para levar além dos cuidados médicos aos pacientes. Eles investem nas atitudes e gestos de afeto, o mesmo que na humanização na linguagem hospitalar, para a recuperação dos pacientes. 

Há dois meses, por exemplo, a equipe, que trabalha na Ala Covid, desenvolve protocolos para minimizar a distância entre pacientes e familiares, embora de forma virtual. As ações  que tem feito a diferença inclusive na vida dos próprios profissionais.


“A gente observou essa necessidade por conta dessa dinâmica territorial. Temos em Marabá uma zona rural extensa. O Hospital Municipal de Marabá é um hospital de portas abertas, então, a gente recebe pacientes de vários municípios. Percebemos que essas ações contribuiriam para que as famílias que estão longe ficassem um pouco mais tranquilas e no processo de recuperação dos pacientes”, esclarece Sheyla Kaline Silva, assistente social da ala covid do HMM.

O trabalho da Sheyla dentro do hospital é desenvolver ações que abrangem desde o auxílio as informações do Tratamento Fora de Domicílio (TFD), mediação dos direitos que os usuários têm com a equipe técnica-clínica, ao acolhimento e escuta, dentre outras. Por isso, os novos protocolos foram aceitos com sucesso pela equipe multidisciplinar composta também por médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, fisioterapeuta, psicóloga e nutricionista. São eles que em conjunto avaliam quais ações devem ser realizadas para cada paciente.

“Dentre essas ações estão as vídeo-chamadas, os áudios, algumas ligações telefônicas. Todos os pacientes são atendidos com exceção daqueles que estão intubados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os extubados também são atendidos. A gente faz a escuta qualificada no leito, aciona a psicologia também, e faz a escuta familiar”, enfatiza a assistente social.

O protocolo é organizado, ou seja, os encontros virtuais, as gravações e as ligações telefônicas têm dia e hora para acontecer. As vídeo-chamadas, por exemplo, só acontecem às terças e quintas-feiras.

“A gente se dirige ao leito, mas antes verificamos se o paciente tem algum problema cardíaco, se não vai alterar a pressão, se tem alguma comorbidade, porque a ideia é que faça bem e não prejudicar. Primeiro eu ligo para o familiar que deixou o contato, faço uma conversa prévia, às vezes faço até uma preparação para não preocupar o paciente. A gente tem percebido que o paciente tem melhorado bastante”, observa a assistente social.

Outra forma de comunicar os familiares sobre a situação dos seus entes queridos é por meio do boletim médico. Esse é feito diariamente, ao fim do dia, pelo médico de plantão.

“A partir das 17 horas é feito um checklist de todos os pacientes. Cada médico faz da sua área. E aí ele liga para passar o quadro clínico deles. Porque o médico? É o profissional que é qualificado para passar as informações clínicas. O serviço social fica no apoio, acompanha”, explica Sheyla.

Para os profissionais o sentimento de ver a emoção dos pacientes em contato com os familiares é gratificante e funciona como uma terapia para todos.

“Cada paciente que se recupera, que saiu de lá é uma vitória da equipe toda. Eu acho que ver a felicidade do paciente, você visualizar alguém falando com sua família é gratificante. Você vê o ânimo, o estímulo. A gente ainda pede para as pessoas que mantenham distanciamento, usem máscaras, evitem aglomeração, porque além de estar cuidando dos pacientes que estão lá, nós também temos famílias, a gente espera que a pandemia passe  e que a gente possa alcançar o maior numeração de recuperação possível”, finaliza a assistente social.     

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Mercado Municipal em Morada Nova é inaugurado

Publicado

em

O Mercado Municipal de Morada Nova Lúcia Mendes foi entregue pela Prefeitura de Marabá, na sexta-feira (30), em meio a uma cerimônia que teve a presença do prefeito Tião Miranda, do vice Luciano Dias, do deputado federal Cristiano Vale, dentre outras autoridades políticas e lideranças comunitárias, inclusive a família da professora Lúcia Mendes, a homenageada. Os feirantes e comerciantes do mais novo equipamento público do distrito já iniciaram as atividades. 

“Aqui é um mercado que vai suprir as necessidades de Morada Nova e dessa região. É um mercado muito bom, com uma boa estrutura, estacionamento, acesso fácil. É mais um ganho pra Marabá, pra Morada Nova”, destaca o prefeito Tião Miranda. 

Luciano Dias, vice-prefeito, também enfatiza a valorização daquela região pela prefeitura que vem investindo em diversas frentes em Morada Nova, a exemplo da reforma do ginásio Erlon, e da pavimentação de ruas como a Piauí. 

“Esse todo faz parte de um plano de melhoramento das condições de Morada Nova que a prefeitura vem fazendo, aliado, a outras obras que vieram pra cá e estão em execução na região. Já reformamos todas as escolas com exceção da Arco Íris que em breve será reformada também, iluminação pública e asfalto”, salienta. 

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Bairros Cidade Nova e Bom Planalto recebem recuperação de vias

Publicado

em

A manhã desta segunda-feira (2) foi de muito trabalho para as equipes de recuperação de vias do SSAM (Serviço de Saneamento Ambiental de Marabá). As máquinas, caçambas, motoniveladora e rolo compressor estavam a todo vapor no trabalho de manutenção de vias públicas.

De acordo com Nilton Amorim, responsável pelas equipes, o objetivo é permanecer durante toda a semana em um trecho entre os bairros Cidade Nova e Bom Planalto. “Estamos com a equipe nossa ideia é fazer a manutenção do máximo de ruas aqui na Cidade Nova e Bom Planalto”, disse.

Somente nesta segunda-feira (02), três ruas receberam os serviços, são elas: Vital Brasil, Manoel Abreu e Marechal Rondon. Em todas elas foram utilizadas aterro, retirada de entulhos e limpeza de meio-fio. As máquinas também realizaram a terraplanagem da pista recuperando alguns trechos danificados.

Os moradores ficaram satisfeitos com a realização dos serviços. De acordo com o morador Jair Sepulcro de Souza, muitos trechos estavam bastante difíceis de passar e alguns pontos os buracos apresentavam um risco para os motoristas e os ciclistas.

“Os serviços chegaram em boa hora porque aqui antes era muito ruim e estava ficando pior aqui tinha trecho que até de moto estava difícil e todos os vizinhos estão satisfeitos com as máquinas nas ruas”, disse Jair Sepulcro.

As máquinas devem continuar nos bairros até sexta-feira (06) com a finalização dos serviços de manutenção de ruas. (Victor Haôr / Fotos: Sérgio Barros)

Continue lendo

Pará

Paragominas e Palmas empatam na Arena Verde

Publicado

em

Daylon marcou para o Paragominas, aos 24 minutos do primeiro tempo e aos 29, também da etapa inicial, Tchô empatou para o Palmas, a partida que terminou empatada por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. A partida foi válida pela nona rodada do Grupo 2 do Brasileiro da Série D.

SITUAÇÃO NO CAMPEONATO

Com o resultado, as equipes não avançam na competição. O Paragominas segue na sexta colocação com dez pontos, enquanto o Palmas permanece na sétima colocação com oito pontos.


O JOGO

A partida não foi movimentada até pouco mais da metade do primeiro tempo, quando as duas equipes buscaram e conseguiram fazer os gols. Mas no segundo tempo a partida caiu de produção, a marcação forte foi amarrando a partida e praticamente nenhuma chance clara foi criada. Apenas chutes sem muito perigo de fora da área.

PRÓXIMOS JOGOS

Na décima rodada, no próximo sábado (7), o Palmas recebe em casa, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, o último colocado da chave, o Tocantinópolis, que soma sete pontos. A partida ocorrerá no Estádio Nilton Santos, na capital tocantinense. É o clássico regional tocantinense.
Já o Paragominas recebe no domingo (8), o Juventude Samas (MA), às 16 horas, no Estádio Arena Verde, em Paragominas. (Futebol Interior / Foto: João Botelho)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze