- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 05 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

MARANHÃO: Acusado de matar irmão do prefeito de Montes Altos é transferido

Mais Lidas

Já se encontra em uma das celas da Delegacia Regional de Imperatriz o comerciante João Batista Bandeira Gomes, acusado de ter assassinado Claudivino Rocha Silva, irmão do prefeito de Montes Altos, Valdivino Rocha.

João Batista, que estava foragido depois que teve prisão preventiva decretada, foi preso em Palmas, capital de Tocantins, no dia 3 de novembro, por policiais daquela capital.

O crime, tipificado de homicídio duplamente qualificado, foi praticado no dia 11 de julho de 2011, no interior do estabelecimento comercial do acusado. A vítima teria pedido para que o acusado colocasse uma dose de cachaça e isso foi negado, ocasião que gerou uma discussão e João Batista sacou um revólver e disparou contra Claudivino Rocha Silva, que ainda foi socorrido, mas faleceu a caminho do hospital.

Após passado o flagrante, João Batista se apresentou ao delegado Leonardo Carvalho, titular da delegacia de Montes Altos, a quem prestou depoimento. O delegado Leonardo representou pelo pedido de prisão preventiva do acusado, que foi decretada e, quando foi ser cumprida, ele já tinha fugido da comarca de culpa e passou à condição de foragido. Teria passado inicialmente por Buriticupu e depois foi para a capital do Tocantins, onde foi preso e transferido ontem.

O delegado Assis Ramos informou a O PROGRESSO que, por medidas de segurança, João Batista ficará à disposição da Justiça inicialmente em uma das celas da Delegacia Regional, mas pode ser levado para a Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ). Em sua chegada no fim da tarde de ontem a Imperatriz, João Batista preferiu não falar à imprensa. (O Progresso)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias